Entenda as principais diferenças entre recrutamento e seleção

Os processos de recrutamento e seleção são alvo de muita atenção das equipes de RH, já que se trata de um dos fundamentos principais para que a empresa atinja bons resultados. Geralmente, os termos são usados em conjunto e compreendidos como a prática para a escolha dos profissionais mais capacitados e condizentes com o que a organização busca para compor seu quadro de funcionários.

Porém, recrutamento e seleção são termos com significados diferentes e características próprias, mas que devem ser aplicados juntos para o alcance de metas.

Para entender melhor o assunto, acompanhe este post.

Definição de recrutamento

O recrutamento tem como objetivo atrair candidatos para exercer uma determinada função. Esse processo envolve a descrição e publicação da vaga de acordo com os pré-requisitos estabelecidos pela empresa. O recrutamento deve ser feito de maneira bem clara e objetiva para realmente chamar a atenção dos profissionais desejados pela empresa, que pode optar entre dois modelos:

Interno

A oferta de vagas é feita dentro da própria organização e tem como principais vantagens a redução de custos e o conhecimento prévio dos participantes. Os candidatos também já estão familiarizados com os processos da empresa e conseguem se adaptar mais facilmente.

O recrutamento interno aumenta o engajamento dos profissionais, que veem uma oportunidade de crescer profissionalmente.

Externo

Nesse modelo, a busca por profissionais é feita fora da empresa. Como principais vantagens, há a maior quantidade de candidatos (o que amplia o leque de escolha), a possibilidade de aquisição de novos métodos de trabalho e ampliação de conhecimentos, maior diversidade de pessoas e a criação de um banco de talentos.

Definição de seleção

Durante a seleção ocorre a escolha da pessoa que vai preencher a vaga. São realizadas entrevistas, dinâmicas, testes comportamentais e aplicação de outras técnicas para identificar o perfil de trabalho do candidato, avaliando se ele atende às exigências da organização.

Há uma série de processos que podem ser aplicados durante a seleção de pessoas, e fica a cargo do RH da empresa escolher o método de triagem que julgar mais adequado.

Recrutamento e seleção caminhando juntos

Para uma escolha de profissional assertiva e que realmente traga valor para a empresa, tanto o recrutamento quanto a seleção devem ser trabalhados em conjunto. Trata-se de duas fases do processo de contratação dos próximos funcionários.

As duas etapas devem ser conduzidas cuidadosamente a fim de garantir a melhor escolha possível. É importante que estejam alinhadas à cultura organizacional e que contem com um engajamento verdadeiro do RH e da liderança da empresa.

O investimento em iniciativas tanto de recrutamento como de seleção é o primeiro passo para que a empresa consiga se destacar diante da concorrência e tenha a possibilidade de obter melhores resultados.

Entender exatamente as diferenças entre recrutamento e seleção e como esses trabalhos se completam pode ajudar na construção de um processo de contratação de funcionários para a sua empresa mais coeso e robusto. Assim, é possível avaliar separadamente técnicas e procedimentos e atuar pontualmente em cada aspecto, conseguindo resultados de melhor impacto.

E na sua empresa, como os processos de recrutamento e seleção são desenvolvidos? Deixe um comentário no post!

New Call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Gabrielle Armbrust | GUPY

Gabrielle Armbrust | GUPY

Formada em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda pela ESPM, é Especialista de Marketing Digital da Gupy, onde se tornou apaixonada por RH. Tendo morado nos EUA, Argentina e Inglaterra, Gabrielle tem experiência com diversidade e pessoas, por isso busca com a Gupy ajudar a colocar gente certa, no lugar certo.