Você odeia os processos seletivos comuns? Estas startups também!

A Inteligência Artificial no setor do RH vem cada vez chamando mais a atenção do mercado e é claro que a Exame não iria deixar isso passar. A dor de realizar processos seletivos do começo ao fim é evidente no setor: desde o tempo gasto, como o dinheiro investido e até contratações equivocadas. Sendo assim as HRtechs vem surgindo para otimizar os processos de recrutamento e seleção das empresas!

Confira o que a Exame disse sobre a Gupy:

Processos seletivos: recrutamento inteligente

"Enquanto a Revelo nasceu com os olhos voltados ao exterior, a HR Tech Gupy nasceu a partir de um problema bem brasileiro. Mariana Dias era trainee na gigante Ambev e percebia como a empresa sofria com a rotatividade de funcionários.

Em 2015, a empreendedora se uniu ao irmão Guilherme Dias e aos colegas Bruna Guimarães e Robson Ventura para criar um negócio que realmente selecionasse os candidatos com maior aderência às empresas.

Para isso, o primeiro passo tomado pela Gupy é fornecer um sistema de gestão de recrutamento para as empresas clientes da startup. A partir das informações inseridas nesse sistema, uma análise é feita para elencar as características em comum dos funcionários mais produtivos e que representam melhor a cultura da empresa.

Tais funcionários irão responder perguntas e, com isso, a Gupy tem uma base para rodar o match entre novos candidatos e os melhores da empresa. Só então o algoritmo de inteligência artificial começa a operar e faz seu ranqueamento automático dos currículos em cada processo seletivo.

O negócio contratante da Gupy paga uma mensalidade fixa – que vai de 850 a 40 mil reais, dependendo do número de vagas abertas por mês. A startup não abre números absolutos de faturamento, por recentemente ter assinado um contrato de aporte com os fundos Canary e Yellow Ventures.

O primeiro grande cliente da Gupy foi a gigante Kraft Heinz. Segundo Dias, a Gupy conseguiu reduzir em 80% a carga operacional de recursos humanos e aumentar o engajamento dos candidatos no processo seletivo em três vezes.

Os bons resultados vistos na empresa de alimentação trouxeram novos clientes. Hoje, a Gupy atende também a gigantes como Cielo, Fundação Lemann, Somos Educação e Vivo, além de startups como Méliuz. No total, são 70 clientes e 200 mil usuários cadastrados na plataforma. Mais de 170 mil matchesforam feitos pela plataforma.

“A maior parte da concentração das vagas é para contratar um perfil intermediário da pirâmide, como estagiários, desenvolvedores, analistas e gerentes”, afirma Guilherme Dias.

Em 2018, a Gupy quer triplicar o crescimento da receita recorrente visto no ano anterior. “Vamos consolidar a Gupy como a plataforma número um para gestão de recrutamento e seleção com inteligência artificial no Brasil. Temos os desafios principais de aumentar a escalabilidade dos nossos processos de crescimentos, aprimorar as funcionalidades e o machine learning do sistema e, por fim, fortalecer nossa cultura e criar um ambiente de muito desenvolvimento para nosso time”, completa o sócio.

Bruno Belintane, coordenador de talent acquisition da Pearson, comenta como o grupo usou os serviços da Gupy para selecionar candidatos. “Percebemos um aumento significativo no recrutamento de pessoas de alta performance no nosso ano mais recente com a Gupy. No Programa de Estágio da Pearson em 2017, por exemplo, devido ao perfil das pessoas, nós aprovamos 200% a mais do que em 2016.”"

Clique aqui para conferir a matéria completa e saber mais sobre esta tendência do RH!

Não deixe também de seguir nossas redes sociais — LinkedIn e Facebook —  e assinar nossa newsletter para ter nossos conteúdos direto no seu email!

New Call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Mauricio Carneiro | GUPY

Mauricio Carneiro | GUPY

Atua como Especialista de Marketing e Growth na Gupy. Depois de ter passado pelas áreas de computação e negócios, está se formando em Publicidade e Propaganda pela ECA USP. Se apaixonou pelo RH, enquanto atuava na área dentro da universidade, e pelo empreendedorismo, quando participou e liderou o Núcleo de Empreendedorismo da USP, por isso sabia que a Gupy era o lugar para ele.