10 erros mais comuns em currículos e como evitá-los


6 minutos de leitura

O currículo é um dos documentos mais importantes na busca por um emprego, pois é o primeiro contato que a pessoa recrutadora terá com você. Além disso, é nele que você contará, de forma resumida, toda a sua trajetória profissional. 

Diante disso, é necessário ter muito cuidado ao elaborar um currículo e evitar os principais erros cometidos por pessoas candidatas ao fazê-lo.

Então, vamos às dicas! 

Quais são os erros mais comuns no currículo?

1. Não ter um objetivo profissional

O objetivo profissional é o lugar que você deverá colocar o cargo e a área que você deseja atuar, por exemplo: 

“Desejo atuar no setor industrial como Auxiliar de Produção”.

Não deixe de adicionar um objetivo profissional, porque é a partir dele que a pessoa recrutadora saberá qual cargo que você deseja ocupar. Também evite um objetivo muito genérico, que não especifique o cargo que você quer, como:

“Quero me desenvolver na carreira e estou disponível para crescer junto com a empresa”.  

Esse objetivo não diz nada sobre você, então prefira algo que realmente diga qual cargo você deseja. Nesse momento, o ideal é ir direto ao ponto. 

Banner de divulgação do Portal de Vagas da Gupy

2. Cometer erros de gramática

Ao fazer um currículo, tenha muito cuidado com erros de português, garanta que seu documento esteja coerente, além de escrito e pontuado corretamente. 

Algumas ferramentas podem te ajudar a corrigir esses erros de maneira automática, como o Google Docs — uma ferramenta gratuita que você pode usar para criar o seu currículo —, basta criar uma conta gmail para ter acesso. O Docs grifa as palavras que podem estar escritas de forma incorreta, te ajudando a evitar erros comuns. 

E, depois de ler todas as dicas que te daremos hoje e fazer o seu currículo, faça uma revisão final e releia tudo que foi inserido no documento. 

3. Não colocar dados pessoais importantes 

Pode ser interessante colocar seu nome e talvez o endereço no currículo, como informações pessoais básicas, que podem variar de acordo com cada organização. Mas o mais importante é informar o seu número de telefone e e-mail, ambos atualizados! 

É essencial ter em mente que todos os seus dados pessoais precisam estar atualizados, principalmente as informações de contato, porque será através delas que as empresas conseguirão te encontrar e dar continuidade ao seu processo seletivo. 

4. Não ter um e-mail profissional

Muito cuidado com o e-mail que irá colocar no currículo, evite e-mails com apelidos ou palavras que podem comprometer a sua imagem profissional. Prefira um e-mail somente com variações do seu nome e sobrenome.

E não se esqueça de verificar esse e-mail diariamente, para não perder nenhuma tentativa de contato das empresas.

5. Adicionar informações pessoais desnecessárias

Ainda em relação às informações pessoais, cuidado para não adicionar dados pessoais desnecessários no currículo, como o número do RG e CPF. 

Coloque apenas o que for essencial para que a empresa consiga entrar em contato com você e te identificar das outras pessoas que estiverem participando do processo seletivo. Só informe dados mais detalhados se eles forem solicitados. 

6. Mentir sobre experiências e formações 

Ao elaborar um currículo, é muito importante não mentir sobre as suas formações e experiências. 

Um dos principais motivos é que, se você for contratado ou contratada, possivelmente precisará colocar em prática os conhecimentos adquiridos com os cursos e experiências que você disse que fez. E, se você não os tiver feito, muito provavelmente não conseguirá desempenhar a sua função adequadamente e não conseguirá permanecer no cargo por muito tempo.

Nova call to action

Outro ponto importante é que as pessoas recrutadoras são treinadas para identificar mentiras no currículo e durante as entrevistas. Muitas vezes, podem tentar entrar em contato com empresas que você já trabalhou ou investigar as informações que você inseriu e descobrir que algumas informações não são verdadeiras. Com isso, você poderá ter sua imagem profissional muito prejudicada e será eliminado do processo. 

Além disso, mesmo que você seja chamado para fazer a entrevista, os recrutadores ou recrutadoras poderão te fazer perguntas que irão demonstrar que você não tem determinado curso ou experiência. 

Então, coloque somente formações e experiências que você de fato teve, para garantir um bom desempenho nos processos seletivos e para conseguir uma vaga que esteja de acordo com o seu perfil.

7. Mentir sobre o nível de conhecimento em relação a habilidades, ferramentas ou idiomas

Muito cuidado ao informar o nível de conhecimento que você tem sobre alguma ferramenta, habilidade ou idioma, pois talvez aquele nível seja exigido no dia a dia do seu trabalho. 

Por exemplo, imagine que você tenha dito que possui um nível de inglês avançado, quando na verdade o seu nível é básico. Talvez você seja chamado para a entrevista e a pessoa recrutadora faça a entrevista com você em inglês, para testar o seu conhecimento. 

Agora suponha que você informou que tem Excel avançado, quando na realidade o seu conhecimento sobre a ferramenta é básico. Você pode até não precisar provar esse nível de conhecimento durante a entrevista, mas se no dia a dia de trabalho forem solicitadas atividades que exijam excel avançado, talvez você não consiga fazer e isso poderá prejudicar a sua imagem dentro da empresa e, até mesmo, levar a uma demissão

Então, mantenha a sinceridade tanto na hora de adicionar suas formações e experiências quanto ao informar o seu nível de entendimento sobre cada habilidade. 

8. Não inserir experiências e cursos importantes

Por outro lado, algumas pessoas se esquecem de inserir experiências e cursos importantes que já fizeram ao longo da vida. Então, para que isso não aconteça, faça uma reflexão sobre tudo que você já fez na vida e anote em algum lugar. 

A partir dessa breve reflexão já será possível lembrar alguns cursos que talvez pudessem ter sido esquecidos. Não deixe de adicionar as experiências  e cursos que você se lembrou e possam ser importantes para a vaga que irá se aplicar. 

9. Não descrever responsabilidades 

É fundamental que você descreva as suas responsabilidades nas empresas que já trabalhou, ou seja, o que exatamente você fazia, não basta descrever somente o cargo. 

Isso é importante porque existem cargos que têm a mesma nomenclatura, mas que as pessoas fazem atividades completamente diferentes. Também existem situações em que os cargos possuem nomenclaturas diferentes, contudo, as funções são muito parecidas. Portanto, nem sempre o nome do cargo é suficiente para identificar o que você fazia e quais foram as habilidades desenvolvidas com cada experiência.

Além disso, essa descrição é indispensável quando você se cadastra em sites de vagas, como o Portal da Gupy, porque é por meio da sua descrição que a Inteligência Artificial consegue ler e interpretar o seu currículo. 

Então, descreva as suas atividades e responsabilidades, mas não se esqueça de ter objetividade na hora de descrever!  

10. Falta de foco

E, por último, tenha foco na hora de criar um currículo. Não faça um currículo muito grande, contando tudo que já fez na vida, foque nas formações e vivências que façam sentido para a vaga que você irá se aplicar. 

Por exemplo, imagine que você deseja se inscrever para uma vaga de estoquista, mas durante a sua vida profissional, além de estoquista, você também já trabalhou como cozinheiro e serralheiro. Concorda que, nesse caso, é mais importante você destacar as experiências que já teve como estoquista? Porque o trabalho como cozinheiro e serralheiro fogem muito do que um estoquista faz no dia a dia. 

É mais interessante ter um currículo objetivo, que esteja alinhado com o que você deseja trabalhar no momento atual do que colocar tudo que já fez na vida, porque, no fim das contas, o que será analisado e levado em consideração serão as experiências que você já teve e que estejam relacionadas com a vaga para a qual você está se aplicando. 

E aí? Gostou das nossas dicas? Para ver mais dicas sobre currículo, processos seletivos e mercado de trabalho, siga o nosso instagram @gupy.empregos.

Nova call to action

Encontre a sua vaga de emprego

As oportunidades das empresas que mais crescem e contratam no Brasil estão na Gupy. Encontre vagas de emprego na nossa plataforma e comece a participar de processos seletivos ainda hoje!