Networking: o que é, importância, para que serve e como fazer


5 minutos de leitura

Networking é a habilidade de criar conexões com outras pessoas. Comumente utilizada no mercado de trabalho para desenvolvimento de negócios e vínculos com outros profissionais, ela é uma técnica fundamental para quem deseja se destacar em sua carreira.

Para se ter uma ideia da importância deste tema, segundo uma pesquisa realizada em 2016, cerca de 85% das vagas de trabalho são preenchidas através do networking profissional e pessoal

Impressionante, não? Diante disso, hoje nós vamos contar para você diversas dicas de como fazer networking para  alavancar a sua carreira. Vamos lá? 

O que é networking?

Networking é uma palavra de origem inglesa que indica a capacidade de estabelecermos uma rede de contatos com outras pessoas, seja para conseguir um emprego, uma parceria, um novo cliente ou outras possibilidades.

Basicamente, podemos dizer que ela remete ao poder da criação de conexões. Imagine que em um determinado mês você precise de uma indicação de um freelancer para realizar um projeto na sua empresa  e precisa encontrar alguém o quanto antes, porque os prazos são muito curtos.

Um colega de trabalho vê a sua preocupação e, para te ajudar como forma de agradecimento, lhe passa uma indicação de um outro conhecido que ele trabalhou no passado. Isso é networking.

Qual a importância do networking?

Com certeza você já ouviu muitas vezes a expressão “quem não é visto, não é lembrado”. Atualmente não é suficiente apenas ter um bom currículo para conseguirmos aquela oportunidade que buscamos. Nós como seres humanos temos a necessidade e a tendência de nos relacionar com outras pessoas e isso também vale para nos destacarmos no mercado de trabalho.

Para você ter uma noção, existe até uma teoria chamada Seis Graus de Separação criada em 1929, que diz que estamos conectados a qualquer pessoa no mundo através de não mais que outras cinco pessoas. Isso não é incrível?

O que queremos dizer com tudo isso até aqui é: vá em frente e faça networking com o máximo de pessoas que você puder, pois você pode estar perdendo várias oportunidades por não ser conhecido.

Onde fazer networking?

Agora você pode estar se perguntando: em quais lugares eu posso fazer networking? Bom, existem diversos canais para estabelecer conexões com os profissionais da sua área de atuação, empresa e outros temas de seu interesse. Confira algumas das nossas indicações abaixo:

  • No seu próprio trabalho: O desenvolvimento da sua base de apoio pode começar exatamente onde você está empregado, pois será mais fácil encontrar as pessoas que podem colaborar com seus objetivos, como o seu líder, membros de equipe ou colegas de outros departamentos;
  • Escola ou faculdade: Outra oportunidade que você pode aproveitar é em sua própria escola ou faculdade, onde com certeza professores e companheiros de classe devem possuir interesses em comum aos seus ou podem ajudá-lo de alguma outra forma;
  • Eventos: Somado às dicas anteriores, você também pode aproveitar eventos online e presenciais, como workshops, feiras, meetups, cursos e congressos da sua área de interesse, da sua organização ou de outros lugares para criar e estreitar relacionamentos;
  • Redes Sociais: Além disso, existem diversas redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter, TikTok e LinkedIn que utilizamos no dia a dia e que  você pode utilizar para estabelecer contatos, seja compartilhando conteúdo, ou interagindo com outras pessoas.

Como fazer um bom networking?

Para fazer um bom networking, antes de mais nada, devemos relembrar um ponto importante: criar uma rede de contatos é sobre estabelecer conexões com outras pessoas. Neste sentido, devemos seguir algumas boas práticas. Entre elas estão:

1. Defina bem seus objetivos

Como qualquer projeto e atividade da nossa vida, para efetuarmos um networking eficiente e eficaz precisamos entender quais são os nossos objetivos ao realizá-lo. O que queremos com isso exatamente? Quem pode nos ajudar? Como essas pessoas podem nos ajudar? Por quais meios iremos fazer? Quando iremos fazer?

Essas são algumas perguntas que podemos pensar para termos um ótimo planejamento com o intuito de estabelecermos uma rede de networking que traga ótimos resultados para nós no longo prazo.

Imagem do curso "Dominando a Gupy"

2. Seja autêntico

Para nos relacionarmos com outras pessoas, devemos ser realmente quem somos e isto não é diferente no networking. Mudar o seu jeito de ser para atender às expectativas e gostos dos outros poderá trazer uma imagem negativa para você.

Vamos supor que você seja uma pessoa mais reservada e introspectiva, e que realizar atividades que exijam interação com o público não seja um dos seus pontos fortes. Além disso, você prefere se relacionar com pessoas calmas e que prezam por conversar antes sobre qualquer problema que tenha acontecido, com a intenção de apoiar no seu desenvolvimento pessoal.

Entretanto, para conseguir uma vaga na área de eventos, você se autopromove para a sua rede como uma pessoa muito comunicativa e extrovertida, que talvez seja o perfil mais adequado para esta função. Depois, após ser indicado para um processo seletivo, você consegue uma vaga em uma empresa com uma cultura de alto atingimento de metas.

Diante disso, você corre diversos riscos: não conseguir desempenhar bem a função, se sentir infeliz no trabalho, receber apenas feedbacks negativos e não conseguir melhorar a sua performance, entre diversos outros problemas por não ter sido transparente durante o processo e não ter refletido sobre qual ambiente de trabalho é melhor para você. 

A dica que podemos dar aqui é: trabalhe o seu autoconhecimento para evitar essas situações, entender com quem você realmente pode firmar um ótimo relacionamento e aproveitá-lo de maneira única."

3. Cuide da sua apresentação e comunicação

Além de ser você mesmo, é imprescindível cuidar da sua apresentação pessoal e comunicação ao se relacionar com outros profissionais. Sua linguagem corporal e verbal podem ser grandes aliadas para conquistar ou prejudicar uma possível conexão.

Para evitar que isso aconteça, pense se as suas vestimentas estão de acordo com o evento que você vai participar, se a sua postura, tom de voz estão adequadas com quem você está interagindo e se sua comunicação está passando uma mensagem clara e assertiva para todos.

4. Apoie e esteja presente para seus contatos

Outra dica importante que damos a você é de, sempre que possível, ajude seus colegas e amigos próximos. Você pode fazer isso de diversas maneiras, realizando mentorias, indicando fontes de conteúdo, entre outras formas que achar melhor.

Quando contribuímos com outras pessoas, a chance de impactarmos positivamente a vida delas aumenta consideravelmente e, além disso, criamos uma oportunidade genuína de recebermos o mesmo suporte no futuro.

5. Crie e compartilhe conteúdo

Concluindo nossas dicas aqui, com certeza você como um profissional tem conhecimentos para compartilhar com a sua rede de contatos e criar conteúdos. Isso é uma ótima chance para fortalecê-la.

Existem inúmeras formas de fazer isso, como compartilhar vivências sobre a sua carreira e os desafios até o momento, conteúdos técnicos da sua área de atuação ou, até mesmo, cocriações com outras pessoas que também desejam ampliar a sua rede.

E aí, gostou do nosso artigo? Veja mais dicas sobre o mercado de trabalho, processos seletivos, carreira e mais no nosso instagram @gupy.empregos. Acreditamos que você vai  adorar o nosso conteúdo por lá :)

Sua assinatura não pôde ser validada. Tente novamente.
Cadastro realizado com sucesso! =)

Newsletter

Receba dicas gratuitas e novidades sobre empregos em nossa news.

*Para saber como seus dados pessoais serão tratados, acesse nossa a Política de privacidade.

* Você pode se descadastrar a qualquer tempo, clicando em "descadastrar-se" no rodapé de todos os e-mails.

Imagem do curso "Dominando a Gupy"

Encontre a sua vaga de emprego

As oportunidades das empresas que mais crescem e contratam no Brasil estão na Gupy. Encontre vagas de emprego na nossa plataforma e comece a participar de processos seletivos ainda hoje!