Onboarding digital: saiba o que é, seus processos e estratégias


3 minutos de leitura

Só quem trabalha no processo de seleção de novos talentos sabe o quanto é difícil encontrar o profissional ideal, além de integrá-lo à cultura organizacional da empresa. A boa notícia é que existem diversas maneiras de acelerar esses processos, com o intuito de reduzir o tempo de adaptação de novos integrantes - uma delas é o onboarding.

No entanto, como o trabalho presencial nas empresas foi afetado pela pandemia da Covid-19, muitas delas precisaram adotar estratégias virtuais para recepcionar os novos funcionários e se adaptar ao novo cenário. Com isso, o onboarding digital se tornou mais que realidade.

Quer saber como funciona o onboarding digital? Acompanhe nosso artigo e saiba como aplicar na sua empresa!

O que é e como funciona o onboarding digital?

Em inglês, a palavra onboarding quer dizer precisamente “embarcar”, entregar-se ao contexto de uma organização. Em outros termos, consiste em parte do processo de recrutamento e seleção e admissão de novos colaboradores, ou seja, uma série de procedimentos e estratégias que têm como finalidade adaptar e capacitar os profissionais recém-chegados em uma empresa na cultura dela.

Ainda na fase de seleção, além de determinar as habilidades dos candidatos, é necessário identificar os princípios dos profissionais, que devem estar alinhados com os da empresa e do perfil da gestão. Por isso, o processo de onboarding, mesmo digital, é fundamental para causar uma boa primeira impressão sobre a empresa e construir vínculos com o recém-contratado.

O processo de integração ajuda a aperfeiçoar os comportamentos necessários para que o funcionário faça parte da equipe e envolve algumas etapas como apresentação, orientação, acompanhamento e treinamento.

Quais são as suas principais vantagens?

Independentemente do nível de conhecimento e da experiência do colaborador, encarar um novo ambiente de trabalho pode causar desconforto do desconhecido. Mas, quando a organização oferece processos para sua adaptação, o trabalho flui de forma mais rápida e eficaz.

O onboarding contribui também para aumentar a satisfação dos colaboradores e a qualidade do trabalho, funcionando com uma das etapas mais importantes da estratégia de employee experience. O sentimento de pertencer a um time e de saber que pode contar com a equipe incentiva o desenvolvimento de um bom trabalho, atingindo, assim, os melhores resultados. Além desses, outros benefícios podem ser destacados:

  • aumenta a motivação, o engajamento e a produtividade;
  • integra os colaboradores e fortalece o clima organizacional;
  • alinha comportamento à cultura organizacional;
  • retém talentos e reduz o turnover.

Recrutamento online

Quais os processos necessários e estratégias recomendadas para adotá-lo?

O processo de onboarding digital começa bem antes do primeiro dia do novo colaborador. Uma integração bem-sucedida começa durante a seleção e a contratação.

Diferentemente do processo presencial, a dinâmica virtual de integração exige alguns cuidados específicos. Comunicação eficiente, pontualidade do gestor e disposição para tirar qualquer dúvida são fatores essenciais.

O onboarding digital é um processo que depende de algumas estratégias bem executadas. Confira:

  • explique tudo antes da entrevista, forneça o máximo de informações possíveis sobre o ambiente de trabalho e a cultura da empresa;
  • deixe tudo preparado para o primeiro dia, evite jogar inúmeras informações em cima do funcionário, prepare um manual e faça com que ele se sinta confortável e familiarizado;
  • apresente a rotina da empresa e determine os indicadores;
  • providencie tudo que ele precisará para trabalhar, desde os equipamentos até as ferramentas tecnológicas, sobretudo para o home office;
  • disponibilize guias para softwares que serão necessários para a atividade;
  • agende uma apresentação da equipe com o novato, estabeleça um canal aberto para comunicação e feedbacks;
  • alinhe o colaborador às expectativas da empresa e ofereça um treinamento via plataforma digital;
  • acompanhe o profissional por um tempo e mantenha constantemente um bom diálogo.

Considerando o trabalho remoto, o profissional precisa se sentir mais bem direcionado, entender com clareza o que deve ser feito, quando e de que modo. Porém, com essas dicas, é possível executar o onboarding digital da melhor maneira e gerar bons resultados para a organização.

Agora que você já sabe mais sobre o onboarding digital, que tal conhecer as dicas e os processos da Gupy para fazer o onboarding de colaboradores remotos? Leia nosso artigo e fique por dentro do assunto!

Imagem do e-book 36 ferramentas essenciais para o trabalho remoto, com o CTA "baixar e-book"
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →