Título Provisório

O papel do líder pode determinar o sucesso ou fracasso de um projeto, e até mesmo da empresa. A concepção de coordenação bem-sucedida de uma equipe passou por mudanças e, atualmente, o mundo corporativo sabe como uma liderança positiva contribui para os índices de produtividade.

Mas quais são as diferenças entre essa abordagem de gestão e uma chefia comum? É o que você entenderá neste post. Acompanhe!

Diferenças entre líder e chefe

O conceito de chefia é algo obsoleto e ultrapassado. A imagem que temos desse profissional é de alguém autoritário, que apenas cobra resultados e impõe sua presença pelo medo.

É claro que essa postura não se encaixa mais nas empresas modernas e pouco colabora para o bom andamento da equipe e altos índices de produtividade.

A ideia de liderança hoje é mais palpável e com melhores resultados. Neste contexto, o responsável pela equipe exerce uma hierarquia horizontal, com espaço para diálogos.

O gestor é capaz de se impor pelo exemplo, inspirando os funcionários a exercerem um bom trabalho ao mesmo tempo em que consegue alcançar metas, aumentar o engajamento e promover um ambiente de trabalho mais sadio.

Como exercer o papel de líder

Destacamos algumas posturas que definem uma liderança corporativa eficiente. São elas:

Delegar estrategicamente as tarefas

Delegar tarefas não significa mandar nos colaboradores ou distribuir funções. Quando é realizada estrategicamente, trata-se de adequar trabalhos de acordo com as competências de cada um, obtendo bons resultados.

Um bom líder entende que o sucesso ou fracasso da equipe é sua responsabilidade e faz o possível para assegurar condições favoráveis de atuação.

Ser engajado nas metas

Destacando novamente o mesmo conceito, um bom líder não é aquele que simplesmente manda e cobra as metas depois. Ele mesmo procura participar ativamente do processo produtivo, ajudando na realização do trabalho e se empenhando para que o projeto seja bem-sucedido.

Entender o cenário tecnológico

A transformação digital e as novidades tecnológicas são parte indispensável do processo atual de produção. Um líder eficiente procura sempre estar a par dessas atualizações, pois entende que elas influenciam diretamente no resultado do trabalho.

Mais do que manter-se atualizado, é essencial implementar essas modificações na rotina laboral e incentivar a adesão da equipe a essas mudanças.

Conhecer bem seus colaboradores

Uma característica marcante de um bom líder é a predominância da empatia. Para isso, é importante que o gestor conheça bem os membros da sua equipe, entenda as suas necessidades, dificuldades e pontos positivos.

Não confunda isso com intimidade excessiva ou quebra de privacidade. Um time é feito de pessoas, e entender as características desses indivíduos fornece material para uma melhor administração e, consequentemente, resultados mais satisfatórios.

Colaborar para uma melhor comunicação

Uma comunicação clara e gentil é capaz de fazer milagres pelo engajamento dos seus funcionários. Ao saberem exatamente o que deve ser feito e obterem espaço para esclarecer dúvidas e dar sugestões, o trabalho flui com muito mais naturalidade.

A equipe também fica mais coesa e consegue estabelecer uma relação de confiança com o gestor.

Entender o papel do líder e incentivar esse comportamento da empresa gera maior produtividade, engajamento e retenção de profissionais. Uma boa liderança é um dos principais aspectos de uma organização que valoriza seu capital humano e vai de encontro a um crescimento sustentável.

Gostou do nosso artigo? Agora que você entendeu um pouco mais sobre a importância do papel do líder na produtividade dos funcionários, aproveite para assinar a nossa newsletter e ter acesso a mais informações como esta!

Imagem da Gupy com a frase "A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu RH: estruturar o processo de recrutamento, engajar gestores e candidatos e acertar nas contratações." com botão de "Saiba mais" Imagem da Gupy com a frase "A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu recrutamento e seleção" com botão de "Saiba mais"

Imagem da Gupy com a frase 'A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu RH: estruturar o processo de recrutamento, engajar gestores e candidatos e acertar nas contratações.' com botão de 'Saiba mais'
Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Mariana Dias | GUPY

Mariana Dias | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela USP e com especialização em Empreendedorismo e Inovação, Mariana é CEO & Co-founder da GUPY. Descobriu sua paixão por RH logo no início de sua carreira e foi Business Partner da área para toda a América Latina em uma multinacional do setor de bebidas. É apaixonada desafios e por tudo relacionado a gestão de pessoas e inovação.