Transição de carreira: por onde começar, como fazer e mais!

Transição de carreira é quando um profissional decide mudar de área de atuação. Esse processo pode acontecer por insatisfação profissional, dificuldades no mercado de trabalho, um desejo de desenvolver novas habilidades entre outros fatores.


8 minutos de leitura

A infelicidade com a carreira é algo muito comum. De acordo com uma pesquisa feita pelo consultor Fredy Machado, cerca de 90% das pessoas estão infelizes em seus trabalhos

A insatisfação profissional pode ser gerada por diversos fatores: escolha profissional precoce, falta de perspectiva de crescimento na carreira, falta de propósito na função, falta de motivação, ou, até mesmo, por fatores externos. 

Diante disso, muitos optam por continuar na área em que estão, mesmo que infelizes, porque, afinal de contas, mudar esse cenário não é uma tarefa fácil. 

Mas uma alternativa para buscar a realização profissional e encontrar felicidade no trabalho é fazendo uma transição de carreira

Se você quer fazer uma transição de carreira, mas não sabe por onde começar, continue lendo esse artigo! 

Aqui você vai aprender sobre: 

O que é transição de carreira? 

Transição de carreira, ou mudança de carreira, é quando uma pessoa decide mudar de profissão.

E, como apontado anteriormente, mudar de carreira pode ser uma alternativa para quem está insatisfeito com a área de trabalho atual. 

Mas nem sempre ela é uma escolha do profissional, algumas vezes ela pode acontecer porque não há oportunidades no mercado de trabalho, dificuldades de crescimento na carreira atual ou outros diversos fatores que não necessariamente estão sob o controle do indivíduo. 

Por que mudar de profissão? 

Esse é um questionamento que pode surgir em diferentes estágios de sua trajetória profissional e é algo totalmente pessoal. 

Os motivos que fazem alguém mudar de profissão podem variar e talvez as razões pelas quais você mudaria de carreira não são as mesmas que fariam outra pessoa passar por esse mesmo processo. 

Portanto, a decisão de mudar de área de atuação deve partir de você, de acordo com o que você acredita que faz mais sentido para o seu momento de vida. 

Isso quando você pode escolher, pois, como já dito anteriormente, nem sempre esse processo é uma escolha individual.   

De qualquer forma, um bom motivador para mudar de carreira é a infelicidade profissional. 

Se você percebeu que não está satisfeito com o que faz hoje em dia e já tentou mudar de empresa, de segmento e já testou diferentes possibilidades dentro de sua carreira e nenhuma funcionou, talvez seja a hora de começar essa mudança.  

Transição de carreira, por onde começar? 

Um primeiro passo para fazer uma mudança de carreira é pensar se essa é realmente a solução mais viável para resolver o seu problema

Nem sempre o descontentamento com o seu emprego é sinal de que você não gosta da sua profissão. Pode ser que a empresa que você trabalha não seja a ideal para você e mudar de empresa já resolveria o seu problema. 

Uma outra alternativa é mudar de cargo dentro da própria área de atuação, pois dentro de cada profissão e formação existem diversas possibilidades.

Por exemplo, uma pessoa que se forma em Administração pode não gostar de trabalhar em empresas, mas se sentir realizada atuando na área acadêmica como professora universitária. 

Então, antes de trocar definitivamente de área, tente explorar todas as possibilidades dentro da sua profissão atual. 

Busque autoconhecimento para entender se o problema é realmente a sua vida profissional ou se é alguma outra questão que poderia ser solucionada de outra forma. 

Talvez o problema seja o seu estilo de vida, ou, até mesmo, os colegas de trabalho. Nesse momento, é importante muita reflexão para entender qual é a raiz da sua insatisfação antes de decidir mudar de área

Nova call to action

Como planejar uma mudança de carreira? 

Agora que você já refletiu e percebeu que realmente quer mudar de carreira, é necessário planejar como fazer essa mudança da melhor maneira. 

Não existe uma regra de qual é a melhor forma para mudar de carreira e existem muitas histórias diferentes sobre cada um que passou por esse processo e se preparou para tal transição. 

Existem histórias que deram certo e outras que não, mas o importante é que se você já decidiu mudar de carreira, vale a pena tentar. E uma preparação para esse momento pode ajudar, e muito! 

Antes de mais nada, se você sabe que quer mudar de área, mas ainda não sabe para qual deseja ir, você precisa descobrir qual profissão você gostaria de trabalhar. Um bom começo é fazer um teste vocacional, para identificar qual área do conhecimento mais te agrada e ter uma lista de opções. 

A partir disso, converse com profissionais da área, entenda o mercado de trabalho, saiba como é o dia a dia da profissão e, se possível, tente encontrar experiências de trabalho voluntário ou faça cursos que te exponham à realidade daquela ocupação, para que você tenha uma maior segurança de que é realmente aquela área que pretende seguir. 

A palavra que define esse momento inicial é pesquisa. Pesquise muito e tenha experiências — não necessariamente profissionais — que te permitam vivenciar aquela profissão. 

Se você estiver no início de carreira, por exemplo, e estiver se formando em uma determinada área, mas deseja trabalhar em outra, esse caminho pode ser um pouco mais simples. 

Uma boa estratégia é procurar um estágio na sua área de interesse e não de formação, pois nesse momento a experiência profissional não é tão relevante, afinal, o estágio geralmente é o primeiro contato que você terá com o mercado de trabalho. Então, muitas empresas estarão abertas para pessoas de diferentes formações. 

Caso não esteja procurando o primeiro emprego, siga as dicas a seguir! 

Como fazer uma transição de carreira? 

Depois que você já se planejou, vamos ao passo a passo de como fazer uma transição de carreira na prática? 

1. Saiba a formação necessária para atuar na área 

Para algumas profissões, cursos e a construção de um portfólio já são suficientes para você entrar na área. Porém, dependendo de qual profissão você deseja seguir, terá que fazer uma nova graduação ou uma especialização mais aprofundada. 

Em áreas da saúde, por exemplo, é necessário ingressar na Universidade novamente, pois a grande maioria dos cursos dessa área do conhecimento precisam de uma preparação específica e de um registro profissional para atuar na área regularmente. 

Então, depois de pesquisar bastante sobre a carreira que deseja seguir, faça uma lista de qualificações essenciais que você precisa para exercer a função e organize um calendário de estudos para essa etapa. 

2. Faça cursos 

É mais difícil começar a trabalhar em uma área sem uma experiência profissional prévia, Dessa forma, cursos podem ser uma excelente alternativa para ter mais conhecimento no campo que você gostaria de atuar. 

Existem cursos online e presenciais, de curta, média e longa duração e com diferentes níveis de especialização. Veja o formato que mais se adequa às suas necessidades e procure instituições que te agradam. 

3. Consiga experiências fora do trabalho 

Nem sempre as empresas irão olhar somente para a sua experiência profissional naquela área, especialmente se durante a entrevista de emprego você já falar sobre o desejo de mudar de área e mostrar como você está preparado de outras formas. 

Então, para conseguir a sua primeira experiência profissional, é importante ter experiências fora do trabalho, como trabalhos voluntários, cursos e outras atividades que vão te trazer uma vivência no campo que deseja atuar. 

Pesquise projetos que você possa desenvolver sem experiência prévia, faça cursos de diferentes formatos. Essa é a hora de encontrar experiências variadas para entrar em contato com a profissão e adquirir algum tipo de vivência na área

4. Participe de processos seletivos 

Talvez o maior desafio da transição de carreira seja conseguir a primeira oportunidade de trabalho na profissão que você deseja iniciar, porque se a vaga não for de estágio, é comum que a experiência profissional seja um pré-requisito. 

Por isso é tão importante se preparar para o momento de processos seletivos. Depois que se preparar, fazer cursos e obter algumas experiências, comece a participar desses processos na profissão que você quer ingressar. 

Destaque em seu currículo as experiências que mais se relacionam com a vaga e foque, principalmente, na etapa de entrevista

Durante a entrevista, mostre que você irá conseguir atuar na área, mesmo sem experiência profissional, demonstre preparação, interesse em se desenvolver e paixão pela nova profissão. 

Também realce como suas experiências anteriores, em outras áreas, te ajudaram a desenvolver habilidades que serão importantes para o seu novo ofício. E mostre que tem conhecimento teórico e outras experiências — não necessariamente profissionais — que irão te ajudar no dia a dia do cargo. 

Nesse momento, o mais importante é que você saiba encantar a pessoa recrutadora, para que ela tenha motivos para te dar uma chance de começar na nova profissão, mesmo sem vivências profissionais na função.  

Banner de divulgação do Portal de Vagas da Gupy

5. Prepare-se financeiramente

Depois que conseguir a sua primeira oportunidade, você precisa estar preparado para uma remuneração provavelmente abaixo do que você estava acostumado, pois terá a remuneração de um iniciante na área. 

Então, se planeje financeiramente para que não tenha grandes problemas no início de carreira. Uma reserva financeira pode te ajudar nisso. 

Como fazer um currículo para transição de carreira? 

Para que você consiga uma vaga na área desejada, é importante dar uma atenção especial ao currículo

É comum para quem já tem experiências profissionais destacar cargos anteriores, projetos que participou e as diferentes empresas que trabalhou. Mas e quando ainda não existem experiências para você destacar no currículo, o que fazer? 

Por isso que nesse momento é tão essencial buscar qualificação, pois é a partir dela que você pode tentar conquistar a sua primeira oportunidade de trabalho e dar o pontapé inicial na nova carreira. 

Então, no currículo, dê uma atenção maior à qualificação, analise todas aquelas que se alinham com o que pretende trabalhar agora e busque conhecimento na área de diferentes formas, como trabalho voluntário, cursos, projetos para freelancers etc. 

Isso não significa que você não deve destacar suas experiências profissionais em outras áreas, muito pelo contrário, elas podem ajudar a demonstrar habilidades que acabam se relacionando com a sua nova área de atuação, mas saiba filtrar o que pode agregar para a vaga que deseja. 

Mostre como outras experiências vão agregar na nova área e como pode ser interessante ter alguém multidisciplinar na empresa. 

Resumindo, o processo de transição de carreira é uma grande mudança de vida e não é nada simples, mas com autoconhecimento, planejamento e paciência é possível passar por esse momento tão delicado sem grandes turbulências. 

Esperamos que com essas dicas esse processo seja mais tranquilo pra você! Te desejamos boa sorte nessa mudança 💙

E que tal já começar a participar de processos seletivos nas maiores empresas do Brasil? Acesse o Portal de Vagas da Gupy e encontre vagas para a sua nova profissão de maneira ágil e fácil. 

Para ficar por dentro de todos os nossos conteúdos, nos siga no instagram @gupy.empregos.

Banner Curso Entrevista de Emprego na Prática

Encontre a sua vaga de emprego

As oportunidades das empresas que mais crescem e contratam no Brasil estão na Gupy. Encontre vagas de emprego na nossa plataforma e comece a participar de processos seletivos ainda hoje!