3 erros comuns em programas de treinamento corporativos


3 minutos de leitura

Além de ser algo legal para ser oferecido aos funcionários e colaboradores de uma empresa, programas de treinamento corporativos são praticamente indispensáveis para organizações que desejam melhorar seus resultados ao longo do tempo.

É comum que as empresas destaquem o oferecimento de treinamentos como benefícios durante a divulgação de suas vagas, já que esse tipo de oportunidade costuma ser valorizado pelos profissionais do mercado, que sentem que terão apoio para seu desenvolvimento individual além da rotina normal de trabalho.

Enquanto os profissionais valorizam iniciativas de treinamento pela perspectiva de crescimento pessoal, as empresas que oferecem esse tipo de programa estão de olho também na melhora da performance. Afinal, estimular uma cultura de aprendizado constante é uma ótima maneira das empresas buscarem a inovação e otimização de práticas e processos.

Apesar de toda essa importância, profissionais responsáveis pelo treinamento e desenvolvimento ainda enfrentam dificuldades na hora de construir os programas de suas organizações que sejam verdadeiramente eficazes, tanto do ponto de vista do aprendizado quanto da perspectiva financeira.

Abaixo listamos alguns erros comuns presentes em programas de treinamento corporativos, bem como a importância de evitá-los.

1. Não personalizar o programa de capacitação

Apesar de ser um assunto comum entre os profissionais de marketing, a personalização é um tópico que também deve ser observado por quem atua na área de treinamento e desenvolvimento.

Cada pessoa tem suas características individuais, com interesses e necessidades únicas. Achar que uma mesma abordagem de capacitação vai funcionar perfeitamente com todos os seus colaboradores da mesma forma é um grande erro.

É necessário que os programas de treinamento corporativos sejam personalizados de acordo com o contexto e as necessidades de cada equipe e, idealmente, de cada profissional.

Pense em como plataformas de streaming de vídeo alcançam tanto sucesso e receptividade do público ao oferecer opções diferentes de filmes e séries para cada usuário de acordo com suas preferências – esse nível de personalização é o que torna o conteúdo tão relevante.

As empresas devem buscar opções de treinamento que consigam atingir altos níveis de personalização, tanto no conteúdo quanto no formato, para garantir que seus colaboradores consigam aproveitar ao máximo a oportunidade de capacitação que está sendo oferecida. Ainda com o exemplo do streaming em mente: usar recursos tecnológicos como inteligência artificial e machine learning pode ser uma ótima forma de buscar essa personalização.

2. Não incentivar a participação da equipe

É comum que empresas ofereçam oportunidades de capacitação aos seus colaboradores, mas que, direta ou indiretamente, desincentivem a participação de sua equipe em seus programas.

Isso é algo que pode ocorrer facilmente quando o time de liderança ou gestores não estão engajados em promover iniciativas de treinamento em suas áreas. Profissionais de cargos mais elevados podem achar que programas de capacitação estão tomando um tempo precioso de suas equipes, ignorando que participar dessas iniciativas podem trazer benefícios para a organização como um todo.

É essencial que gestores e líderes internos reconheçam a importância dos treinamentos corporativos e incentivem suas equipes a participar, e os programas em si também devem facilitar o engajamento de qualquer profissional que queira se dedicar ao aprendizado daquele assunto.

O conceito de microlearning se refere a um método de aprendizagem que fornece informações em pequenos pedaços e de maneira mais fácil de se assimilar, e isso pode ser um grande aliado para quem precisa encaixar um programa de treinamento em uma rotina já acelerada. Ao invés de organizar aulas de uma ou duas horas sobre um assunto, proporcionar pequenas lições que demorem de 10 a 15 minutos é uma maneira igualmente - senão mais - eficaz de transmitir algum conhecimento.

Outra forma de facilitar o engajamento dos funcionários é optar por programas digitais de treinamento, principalmente envolvendo alternativas mobile - como celulares ou smartphones. A conexão quase constante das pessoas à internet pode ser usada em favor do treinamento corporativo, assim você consegue oferecer um treinamento facilmente acessível sempre que o colaborador quiser.

3. Não planejar os objetivos do programa

Programas de treinamento podem abordar diversos assuntos, indo desde assuntos bastante específicos para alguma ferramenta ou indústria até temas abrangentes como os treinamentos de idiomas. Cada opção deve levar em consideração os objetivos finais que a sua organização deseja alcançar - e isso também vai ajudar você a mensurar os resultados obtidos.

Se a sua empresa está adotando um novo software para controlar as atividades do dia a dia, capacitar os colaboradores nessa nova ferramenta vai garantir o bom andamento dos processos organizacionais, e você pode avaliar a eficácia do programa acompanhando não só o engajamento no treinamento como também o uso do software em si.

Empresas multinacionais costumam lidar diariamente com barreiras de idiomas que surgem entre funcionários de diferentes países. Nesses casos, treinamentos de idiomas podem ser imprescindíveis para o funcionamento da organização e a colaboração entre diferentes áreas. Assim você deve não apenas acompanhar se os colaboradores estão se engajando no programa de idiomas oferecido pela empresa como também aplicar exames de proficiência que permitam avaliar a evolução obtida ao longo do treinamento.

Conclusão

Programas de treinamento e capacitação corporativas são altamente benéficos para qualquer organização nos dias de hoje, mas para atingir resultados de verdade é preciso investir em programas de qualidade.

Profissionais responsáveis por esse tipo de iniciativa devem ter sempre em mente os pontos citados nesse texto para saberem identificar quais as melhores opções disponíveis e quais são as mais bem alinhadas aos objetivos de suas organizações.

Webinar - Metodologia Ágil para RH
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →