Guia prático para criar um roteiro de treinamento corporativo

Descubra como criar um roteiro de treinamento corporativo eficiente com dicas simples estratégias de um bom programa de capacitação de colaboradores.


5 minutos de leitura

Uma pesquisa da PwC Brasil aponta que, atualmente, uma das maiores dificuldades das organizações é o planejamento estratégico dos treinamentos corporativos — o que resulta na falta de profissionais capacitados no mercado.

Logo, nota-se a importância de investir nos colaboradores da sua empresa, desenvolvendo e aperfeiçoando suas habilidades técnicas e comportamentais para atingirem bons resultados para a organização.

No entanto, como elaborar um bom programa de treinamento na sua companhia? Para isso, surge o roteiro de treinamento corporativo, e esse é o assunto do conteúdo de hoje.

As 4 práticas para um bom roteiro de treinamento corporativo

Primeiramente, é necessário compreender que um bom roteiro de treinamento corporativo se baseia em quatro práticas de capacitações empresariais.

Acompanhe o conteúdo a seguir para conhecer mais sobre essas práticas e não se esqueça de considera-las atentamente ao elaborar o programa da sua organização.

1. Reunir os cases de sucesso

Os cases de sucesso são o compartilhamento de resultados corporativos clientes específicos. Por exemplo, como pontua a parceria da Hyundai com a Niduu.

Ao apresentar os cases aos colaboradores, é possível recriar o cenário da parceria e analisar seus resultados, assim como apontar soluções para os problemas enfrentados na própria companhia.

Com isso, competições saudáveis são estimuladas na empresa, como uma hackathon (maratona de programação), por exemplo, o que aumenta o engajamento dos talentos e o trabalho em equipe.

2. Definir os conteúdos de valor

Os conteúdos e materiais disponibilizados no programa de treinamento corporativo devem ser de alto valor aos colaboradores, ou seja, agregar conhecimento sem sobrecarregá-los.

Portanto, é fundamental certificar que os assuntos abordados durante a capacitação são relevantes para cada um.

Para que essa segunda prática seja eficiente, escolha por uma boa especialista em treinamentos. Ela será a responsável por pesquisar as necessidades de capacitação dos talentos e elaborar os conteúdos essenciais para suprir as lacunas.

Caso você busque uma ferramenta que te ajuda a organizar essas necessidades, clique e acesse gratuitamente nossa Planilha de necessidades de treinamento

3. Contar com apoio das lideranças

A liderança tem um papel essencial na elaboração do roteiro de treinamento corporativo, pois auxilia na capacitação ao indicar as lacunas de conhecimento e gerar motivação durante o programa.

Além disso, os responsáveis pela liderança também devem incentivar a autonomia dos talentos, fazendo com que reconheçam suas lacunas e buscando por treinamentos que os capacitem.

Quando há um bom líder, há profissionais de excelência na organização.

4. Considerar a rotação de cargos

A última prática citada aqui é a rotação de cargos. Ela é útil para que os membros da equipe conheçam o trabalho e a responsabilidade dos outros membros do time, compreendendo que todos têm atuações relevantes no ecossistema da empresa.

Inclusive, a rotação de cargos é uma boa maneira de otimizar os conhecimentos e habilidades técnicas e comportamentais dos colaboradores da sua companhia.

[CTA - FINAL] E-BOOK UNIVERSIDADE CORPORATIVA - EDUCAÇÃO CORPORATIVA

Como elaborar um roteiro de treinamento corporativo?

A elaboração do roteiro de treinamento corporativo deve ser realizada de maneira estratégica. Pensando nisso, há cinco estratégias citadas abaixo para que você consiga estruturar um roteiro e um programa de capacitação de sucesso.

Estratégia #1: objetivo e tema

Tendo em mãos as necessidades de treinamento dos colaboradores, chegou a hora de traçar o objetivo e o tema da capacitação.

Certamente, ambos os elementos são moldados a partir das lacunas de conhecimento dos talentos. Assim, é possível entregar conteúdos precisos para desenvolver e aperfeiçoar suas habilidades técnicas e comportamentais.

Por exemplo, se a lacuna é referente ao atendimento ao cliente, o objetivo deve ser melhorar a comunicação do colaborador com o consumidor, então o tema inclui:

  • Comunicação interpessoal;
  • Apresentação de produtos e serviços;
  • Humanização do atendimento;
  • Técnicas de negociação, entre outros relacionados.

Estratégia #2: divisão do roteiro

Não basta determinar o objetivo e tema para colocar em prática o treinamento corporativo. No roteiro, é igualmente importante dividi-lo em etapas para tornar a capacitação eficiente.

Logo, considere a possibilidade de explicar aos colaboradores o motivo do treinamento. Determine as abordagens de conhecimento por talento e escolha os melhores indicadores de desempenho para analisar os resultados do programa.

Estratégia #3: duração do programa de treinamento

Uma estratégia relevante para um programa de treinamento corporativo bem estruturado é a duração dos módulos de conhecimento.

Atualmente, apesar de muitas empresas ainda realizarem capacitações tradicionais, o mais indicado é investir no microlearning. Essa novidade permite que o conhecimento seja dividido em etapas rápidas de ensino, em torno de sete minutos por módulo.

Inclusive, quando o integrado ao mobile learning, a capacitação pode alcançar resultados mais relevantes. Aqui, a aprendizagem e capacitação são estimuladas pelo celular.

Estratégia #4: registro do cronograma

Ter um registro formal do cronograma do programa, desde sua elaboração até sua análise final, é importante para a aplicação de treinamentos futuros.

Dessa maneira, é possível mensurar a efetividade das ações do programa, além de mapear pontos de melhoria para as próximas capacitações, como detalhes que merecem atenção e novas abordagens de ensino.

Estratégia #5: aprovação do cronograma

É imprescindível apresentar o cronograma do programa de treinamento corporativo aos colaboradores porque é necessário que opinem sobre a aprendizagem e também a duração do método.

Por meio dessa conversa, é possível considerar a inclusão de novos módulos de ensino, otimizando os resultados com capacitações colaborativas. Além de se sentirem motivados, ouvidos e valorizados pela organização.

Uma boa solução para isso são as trilhas de aprendizagem, pelas quais os colaboradores têm autonomia de escolherem quais ensinos desejam embarcar.

Quando os talentos possuem o cronograma do programa em mãos, também é possível se adaptarem melhor à aprendizagem, encaixando o treinamento em sua rotina diária sem que haja empecilhos.

Como visto no conteúdo acima, o roteiro de treinamento corporativo é um processo bem elaborado e estruturado para que as capacitações atinjam os resultados esperados pela organização.

Além disso, como pontuado anteriormente, é importante que haja um especialista em criação, aplicação e análise de treinamento de colaboradores para que se garanta o sucesso do programa da sua empresa.

Pensando nisso, entre em contato com a maior HR Tech da América Latina e elabore o roteiro da capacitação dos seus talentos o quanto antes.

Gupy e Niduu
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →