Microlearning: conheça essa técnica de treinamento e desenvolvimento

Microlearning, ou microaprendizado em português, é um modelo de aprendizagem que, com práticas objetivas e rápidas, busca ensinar conteúdos específicos e de alto valor. É muito utilizado no aprimoramento de habilidades e competências de colaboradores.


7 minutos de leitura

As empresas precisam cada vez mais estar atualizadas sobre as novas tecnologias e sistemas operacionais que facilitam o trabalho da gestão e dos colaboradores. A educação corporativa também trouxe uma mudança de aprendizagem mais eficiente conhecida como microlearning.

Essa técnica de treinamento possibilita elaborar novos conteúdos para envolver os funcionários com menor custo em capacitações de qualidade e desenvolver talentos dentro da organização. Assim, o método de desenvolvimento busca não só a praticidade do acesso de informações, mas também garante grandes vantagens.

Por isso, se você deseja implementar esta técnica em sua empresa, continue lendo este artigo e entenda mais sobre o microlearning.

Neste conteúdo você aprenderá sobre:

  • o que é microlearning?
  • Como funciona dentro da empresa?
  • Por que esse conceito tem se tornado uma tendência?
  • Como essa técnica pode ser usada?
  • Quais são as suas principais vantagens?
  • Como implementar o microlearning?

O que é o microlearning?

O microlearning é uma palavra de origem inglesa que, traduzida para o português, significa microaprendizado. Nesse sentido, a técnica é uma modalidade de ensino objetiva, rápida e de fácil acesso. A sua metodologia engloba conteúdos específicos em curtas transmissões de informação, simples de serem entendidas. O objetivo principal do método é a formação de novas competências.

Outros pontos muito importantes no microlearning são:

  • apresentações informativas de 2 a 5 minutos;
  • linguagem compreensível e simples;
  • enfoque em um objetivo principal;
  • lições individuais.

Como funciona dentro da empresa?

Essa é uma excelente opção para as empresas que desejam aprimorar seus treinamentos, pois não exige muito tempo dos funcionários em suas tarefas diárias, reduz a necessidade de aprender determinados assuntos e ainda facilita o aprendizado.

Assim, dentro da organização é possível trabalhar o engajamento dos colaboradores por meio de dinâmicas e necessidades específicas, além de poder ser usado para auxiliar em processos de recrutamento e seleção, treinamento corporativo e desenvolvimento profissional. Isso tudo torna um processo mais acessível financeiramente e rápido quando comparado aos cursos macro.

Agora, imagine juntar o engajamento do microlearning em treinamentos, a praticidade do mobile e técnicas de gamificação na mesma ferramenta. A Niduu alia esses três recursos para desenvolver e aperfeiçoar as habilidades e competências de pessoas a partir de qualquer hora e lugar, pensando no desenvolvimento e aperfeiçoamento dos profissionais da sua empresa. Além disso, as lições de cada módulo são reforçadas através de quiz, o que promove a retenção do ensino na mente dos colaboradores.

Além disso, há outras formas que o microlearning pode ser utilizado dentro da empresa, aqui podemos citar:

  • conteúdos de contextualização para quando há a necessidade de mostrar uma visão geral de um assunto para sua equipe, mas sem detalhes específicos. O método consegue apresentar explicações rápidas que conseguem prender a atenção dos colaboradores, informando tudo o que é necessário para que todos sigam com as atividades;
  • conteúdos de conexão para quando há novos procedimentos ou regras. Com ele, é mais fácil adicionar novos termos e ideias para os grupos da empresa;
  • repositório de informações — para ter uma forma simples de o funcionário conseguir tirar suas dúvidas e consultar técnicas ou materiais a qualquer momento;
  • séries — para apresentar habilidades, técnicas ou comportamentos a serem trabalhados pela sua equipe de funcionários.
  • conteúdos complementares — para quando a organização precisar reforçar algumas orientações.

Nova call to action

Por que esse conceito tem se tornado uma tendência?

Podemos ver claramente em nosso dia a dia que as pessoas estão cada vez mais vivendo rotinas ocupadas, que necessitam sempre estar atualizadas dos acontecimentos e novas informações. O grande problema é conseguir ganhar atenção dessas pessoas. Isso porque com tantas tarefas diárias, o tempo tem se tornado menor, fazendo com que as pessoas não deem conta dos seus serviços.

Contudo, o tempo mais curto exige mais responsabilidades e gera cobranças produtivas dentro da organização, sendo necessário conciliar tudo isso e com a aquisição de novas habilidades e conhecimentos.

Diante desse cenário, não é difícil verificar que os treinamentos tradicionais são desprovidos dessa demanda. Por outro lado, o microlearning tem se tornando uma solução ideal nesta questão, com formato de posição privilegiada em um aprendizado acessível, rápido e direto.

Quando essa técnica pode ser usada?

É muito importante ter ciência de qual é o melhor momento para utilizar essa técnica. No entanto, a metodologia de microlearning é bastante versátil, podendo ser utilizada nas mais variadas situações.

No mundo corporativo, por exemplo, os treinamentos e capacitações podem ser realizados online, utilizando a técnica como uma saída simplificada para apresentar instruções de um determinado serviço, de maneira rápida e eficiente.

Para oferecer informações e dados específicos que precisam ser repassados com bastante frequência entre os gestores e os funcionários, as séries, por exemplo, são uma boa maneira de apresentação. Dessa forma, há mais facilidade para que os funcionários tenham os conteúdos propostos fixos em mente e trabalhem sem cometer diversos riscos.

Também é bastante vantajoso usar o microlearning para criar uma biblioteca de dados da empresa por meio de uma plataforma digital ou software de fácil acesso com informações úteis da rotina da organização, ajudando a diminuir o tempo de trabalho gasto para encontrar soluções de problemas.

Quais são as suas principais vantagens?

A técnica de microlearning traz iniciativas e vantagens que proporcionam clareza tanto para a organização quanto para seus funcionários. Entre as principais vantagens, podemos citar as que estão apresentadas abaixo.

Para a empresa

  • produção rápida — a técnica permite o acesso dos colaboradores em questão de dias, ao contrário que seria desenvolver um treinamento tradicional, que pode levar meses para a aprovação dos superiores;
  • fácil produção — mesmo com a necessidade de elaborar imagens e criar vídeos, por ser conteúdos de curta duração, a produção se torna rápida e fácil, ocupando menos tempo de quem a programa. Além disso, a manutenção e modificação do conteúdo são simples, sem a necessidade de realizar grandes mudanças ou prejudicar as séries;
  • mais barato — por ser um conteúdo mais focado e menor, o microlearning se torna mais acessível. Além disso, também reduz o custo indireto com o treinamento, pois a necessidade de ter o colaborador é menor;
  • agilidade no compartilhamento — essa técnica permite abranger diversas pessoas, porque o material produzido, em questões de segundos, pode circular pelas mais variadas ferramentas de comunicação. Além disso, o conteúdo também pode ser inserido em uma plataforma ou software para que todos os colaboradores possam ter acesso de onde estiverem.

Para o colaborador

  • otimização de tempo — o microlearning consegue garantir economia de tempo, tanto da jornada de trabalho quanto da parte dos funcionários, que aprendem com mais rapidez sobre os procedimentos e regras. O setor de RH também acaba otimizando muito o tempo que antes era gasto ao lidar com ações longas e complexas para a empresa, como, por exemplo, palestras ou reforço de treinamento produtivo;
  • engajamento — esse método pode aumentar o engajamento dos funcionários no trabalho, pois a interação com os dados e a rapidez da aquisição de informações gera um maior incentivo para tomar a metodologia em prática;
  • produtividade — com o treinamento rápido e adequado, pode-se notar que haverá um aumento na produtividade geral dos funcionários e as falhas de trabalho diminuirão gradualmente;
  • acessibilidade — a mobilidade do microlearning é uma das principais vantagens, pois não é preciso ter aqueles cursos longos em salas de treinamento. Com ele, todos os conteúdos podem ser acessados em qualquer lugar por meio da internet e suas plataformas, usando celulares ou computadores;
  • personalização — devido à criação de conteúdos simples e curtos, torna-se mais acessível segmentar e elaborar um material personalizado para o funcionário. Além disso, é possível organizar e criar diversas versões sobre um determinado assunto e engajar os mais variados públicos internos.
  • informações objetivas – conteúdos direcionados, objetivos e específicos faz dessa metodologia uma grande vantagem para o colaborador. Isso porque é possível elaborar um material na dose exata, apresentando somente o que é necessário para que a atividade seja executada com eficiência.

Nova call to action

Como implementar o microlearning?

A primeira coisa que precisa fazer para implementar o microlearning na empresa é o planejamento. Qual o objetivo principal do método? Quem é público-alvo? Quais são suas necessidades? Quais procedimentos precisam ser atualizados? Essas são algumas questões que precisam ser levantadas para começar a planejar.

Depois do planejamento geral, é preciso dividir o plano em temas mais específicos. É necessário que os pontos levantados já tenham algumas respostas para solução de problemas, então terá que pensar de que forma elas devem ser apresentadas ao público-alvo e conseguir sua atenção e compreensão. Como o método é rápido, não é necessário produzir conteúdos longos.

É importante apostar em diversas linguagens de comunicação, como vídeos, textos, artigos, podcasts, imagens, infográficos, entre outros. Quanto maior a variedade, mais fácil será conseguir que todos assimilem as informações, além de ser bem mais inclusivo.

A gamificação também é uma ótima metodologia para se utilizar, pois alinha o trabalho das plataformas de informação com dinâmicas engajadoras. Sistema de jogos, missões e pontuações podem ser muito inovadores na empresa e garantir a interação de todos os colaboradores. Não só assegura que todos ganham conhecimento, mas também melhora o fator humano da empresa.

O microlearning pode causar grande impacto na sua empresa, pois tanto os funcionários quanto a equipe gestora conseguem melhorar consideravelmente seu modo de trabalho. Além disso, as atualizações e modificações podem ser feitas sem prejudicar todo o sistema.

Assim, vimos que a implementação da técnica do pode beneficiar positivamente o dia a dia dos funcionários e os resultados gerados pela organização. É possível encontrar, atualmente, várias plataformas e ferramentas especialmente para o microlearning, que garantem o acesso rápido e fácil para todos os colaboradores de sua organização. Tudo muito simples e de fácil compreensão para que a sua empresa se torne bem-sucedida.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Então, siga-nos nas redes sociais, Facebook, Instagram e LinkedIn, e fique por dentro das principais informações para o seu negócio.

New call-to-action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →