Treinamento e capacitação de funcionários: 10 tipos e quando investir

O treinamento e capacitação de funcionários é uma das ações mais importantes para empresas e responsabilidade do departamento de RH. Ao desenvolver os talentos, grandes resultados são conquistados pela organização.

8 minutos de leitura

Desenvolver treinamento e capacitação de funcionários é imprescindível para todas as empresas, mas por quê?

O fato é que investir em treinamentos também é uma estratégia com diversos impactos positivos para a corporação, como alcançar metas e se posicionar em nível competitivo no mercado.

Conheça mais sobre os benefícios, os sinais de atenção para saber se a equipe precisa se capacitar, e mais: 10 tipos de treinamento de funcionários. Acompanhe neste conteúdo:

Treinamento de funcionários: como impacta os resultados corporativos?

Em um mundo pluralizado que vivencia constantemente os avanços do digital, o treinamento de funcionários é uma maneira eficiente de agregar impactos positivos nos resultados da organização.

Então, uma vez que o departamento de RH foca na gestão de pessoas, seu desenvolvimento se torna uma das prioridades na empresa e alguns dos principais ganhos incluem:

  • Redução de lacunas de conhecimento;
  • Diminuição no turnover;
  • Aumento da produtividade dos colaboradores;
  • Melhoria dos indicadores de desempenho;
  • Fortalecimento da cultura organizacional;
  • Melhoria do alinhamento entre colaboradores e empresa;
  • Promoção da atração e retenção de talentos;
  • Manutenção da organização a nível competitivo no mercado.

Sinais de que sua empresa precisa de treinamento e capacitação de funcionários

Apesar de parecer simples, nem sempre é fácil identificar as lacunas de conhecimento dos colaboradores, mas por quê?

Porque é necessário determinar quais são os gaps individuais de cada talento para elaborar soluções eficientes às suas lacunas. Assim como recompensas e premiações que estejam de acordo com seu perfil comportamental para estimular ainda mais o engajamento.

Os cinco sinais principais que pode-se perceber em uma organização que precisa vivenciar o treinamento e capacitação de funcionários são:

  1. Equipe desmotivada que não consegue atingir as metas propostas pela liderança corporativa com destreza;
  2. Falta de colaboração entre os talentos, assim como uma falha na integração do time;
  3. Queda na produtividade dos colaboradores e comprometimento dos resultados do negócio;
  4. Reclamações constantes de clientes que se encontram insatisfeitos com o atendimento dos funcionários;
  5. Descumprimento dos prazos que são propostos para as atividades empresariais avançarem com fluidez.

Porém, lembre-se que estes são apenas os principais. É igualmente importante analisar os indicadores de desempenho para determinar onde há lacunas no negócio. Com isso, torna-se possível mensurar os resultados individuais e o panorama geral da organização.

Alguns dos indicadores que você deve se atentar são:

  • Índice de rotatividade e de absenteísmo;
  • Índice de satisfação dos colaboradores e retenção;
  • Lucro por colaborador e produtividade.

Inclusive, se o clima organizacional e o retorno sobre o investimento (ROI) apresentam resultados questionáveis em questões de vantagens ao negócio, também é um sinal de que sua empresa precisa de treinamento e capacitação de funcionários.

10 tipos de treinamento e como escolher o mais eficaz

Atualmente existem diversos tipos de treinamento para funcionários. Com isso, é inevitável conhecer cada um e determinar qual é o mais eficaz para as necessidades da sua empresa e de seus talentos.

Para conhecer mais sobre os dez tipos de capacitação de funcionários e optar pelo que melhor se encaixa às suas demandas, continue a leitura.

1. Atualização de colaboradores

Os treinamentos que contemplam a atualização dos talentos são colocados em prática quando suas competências atuais estão defasadas.

Em um mundo que está em constante evolução e demandando mais habilidades do futuro de seus profissionais, principalmente devido à transformação digital, é comum estender os conhecimentos acerca de certas competências e, também, conquistar novas.

2. Integração de talentos

A integração de novos talentos é um dos processos mais importante das organizações para adaptar o colaborador ao novo cargo porque envolve a capacitação do indivíduo.

Estudos realizados pela Bamboo HR apontam os seguintes levantamentos referentes aos resultados de um bom processo de integração:

  • 18% se sentem mais comprometidos com as metas e objetivos da organização;
  • 89% conseguem se manter alinhados à cultura organizacional do negócio;
  • 91% estão mais propensos a se conectarem com a empresa e à equipe.

Logo, é perceptível a importância de haver o treinamento de funcionários na integração da sua empresa.

3. Liderança corporativa

Este tipo de capacitação é focado em colaboradores que ocupam cargos em liderança corporativa ou que apresentam competências capazes de serem desenvolvidas para a posição.

Por meio disso, diferentes habilidades são adquiridas e aperfeiçoadas para que consigam proporcionar uma boa gestão e relação com a equipe.

Por exemplo, sabendo como motivá-los, orientá-los e prestar suporte quando necessário para que as metas organizacionais sejam atingidas.

Nova call to action

4. Habilidades comportamentais

Também conhecidas como soft skills, estas habilidades são referentes aos traços comportamentais dos talentos, podendo incluir:

  • Colaboração;
  • Flexibilidade;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Comunicação interpessoal;
  • Resolução de problemas;
  • Inteligência emocional.

Quando se investe no desenvolvimento destas habilidades, um ambiente de trabalho mais saudável e harmonioso é fomentado, assim como a promoção do trabalho em equipe.

5. Habilidades técnicas

Diferentes das habilidades comportamentais, as técnicas são conhecidas como hard skills e são vistas como competências adquiridas ao longo da vida. Por exemplo:

  • Graduação, Mestrado, Doutorado, MBA;
  • Destreza no manuseio de ferramentas ou máquinas operacionais;
  • Certificações específicas.

A importância deste tipo de treinamento é preparar os colaboradores para realizarem as atividades diárias de seu cargo com agilidade e eficiência, além de otimizar os processos.

6. Capacitações obrigatórias

Existem capacitações de funcionários obrigatórias que sua empresa deve fornecer dependendo do setor de mercado que ocupa.

Estes treinamentos são chamados de normativos e definidos pelas Normas Regulamentadoras (NRs), elaboradas e revisadas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. Conheça alguns:

  • Equipamento de Proteção Individual (EPI);
  • Segurança em Instalações e Serviços de Eletricidade;
  • Transporte, Movimentação, Armazenamento e Manuseio de Materiais;
  • Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;
  • Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção;
  • Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis;
  • Proteção Contra Incêndios.

Outros treinamentos que também se encaixam aqui são o de segurança no trabalho e de segurança da informação, importantes de serem fornecidos por organizações de todos os setores.

Quer conhecer um case de sucesso de capacitação obrigatória da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da rede de supermercados Big Box? Clique aqui!

7. Modelo presencial

O modelo de treinamento presencial é um tipo de capacitação de funcionários em que os colaboradores se apresentam em uma sala de aula para realizarem a aprendizagem, podendo ser in company ou em um espaço locado para tais finalidades.

Aqui, os talentos são conduzidos por um instrutor responsável pela transmissão do conteúdo. No entanto, é válido ressaltar que precisam deixar seus postos de trabalho para receber este a capacitação, o que pode acabar comprometendo a performance na empresa.

8. E-learning

O e-Learning é a capacitação entregue de maneira virtual por ser uma modalidade de ensino à distância. Neste tipo de treinamento de funcionários, o conteúdo é apresentado em diversas abordagens, como:

  • Vídeos;
  • Podcasts;
  • Infográficos;
  • Testes;
  • Leitura, e mais.

Inclusive, é uma excelente maneira de desenvolver os colaboradores sem que seja necessário retirá-los dos postos de trabalho, já que tudo é realizado através de dispositivos móveis.

9. Blended learning

Por sua vez, o blended learning é um tipo de treinamento que combina o ensino prático à aprendizagem presencial e remota, agregando maior dinamismo e eficiência ao treinamento e capacitação de funcionários.

Aliás, o Times Higher Education World University Ranking e Anant Agarwal, fundador e CEO da EdX, se posicionaram sobre o assunto.

O primeiro afirmou que este modelo de treinamento se torna o “novo normal” frente ao contexto atual do mundo. Enquanto o segundo conduziu uma pesquisa em que75% dos profissionais da educação concordaram sobre os impactos positivos do ensino à distância.

10. Gamificado

Os treinamentos gamificados são ótimos para engajar os talentos na aprendizagem devido às mecânicas de jogos e às diversas abordagens de conteúdos disponibilizadas aos participantes.

Inclusive, a gamificação nas empresas agrega ainda mais resultados quando há o microlearning e o mobile learning também presentes na capacitação.

E além de se sentirem motivados, os talentos aprendem de forma ágil e eficiente — em módulos com cerca de 7 minutos — através de dispositivos móveis, em qualquer lugar, no horário que preferirem.

Então, se você busca uma maneira de otimizar o programa de treinamentos corporativos da sua empresa, essa é a melhor solução para atingir excelentes resultados.

Dica de ouro: cuidados ao retirar colaboradores dos postos de trabalho

Está pensando em investir em treinamentos presenciais para seus colaboradores? Cuidado! Retirá-los dos postos de trabalho, mesmo que seja para receber capacitações, acarreta impactos consideravelmente negativos para sua empresa:

  • Há custos com o deslocamento da equipe;
  • Quanto mais talentos, maior o espaço físico;
  • Acarreta na diminuição de vendas e comprometimento da performance;
  • A ausência de recursos durante a aprendizagem pode ser realidade.

A melhor maneira de estimular a aprendizagem sem comprometer os resultados da sua organização é investir em treinamentos que não retiram os talentos do trabalho, como a gamificação.

Inclusive, também invista na estruturação das seis etapas do T&D para garantir que a implementação da capacitação seja benéfica para ambos os lados — empresa e colaboradores.

Solicite um diagnóstico gratuito e tenha um treinamento e capacitação de funcionários eficiente na sua organização.

[CTA - FINAL] E-BOOK UNIVERSIDADE CORPORATIVA - EDUCAÇÃO CORPORATIVA
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →