Título Provisório

Existem muitos desafios que os profissionais de Recursos Humanos enfrentam em uma empresa, mas nenhum tem tido mais destaque do que transformar a área em um intermediário estratégico para o negócio. São várias as formas de alcançar esse objetivo, e uma das mais eficientes é, sem dúvidas, o cálculo do ROI.

ROI, que vem do inglês “Return On Investment” (Retorno Sobre o Investimento), é uma ferramenta que calcula a porcentagem de retorno obtido por um investimento específico.

Essa ferramenta vem sendo cada vez mais adotada pelo RH das empresas. Mas, afinal, como fazer o cálculo e quais são as vantagens de usar esse indicador? Continue acompanhando e confira!

Qual é a relevância do ROI para o RH?

No mundo corporativo, apenas afirmar não é suficiente, é preciso mostrar os resultados em números. Quando se trata do RH, isso se aplica em dobro, já que é um departamento geralmente visto pelos custos que gera, e não pelos resultados que promove.

Dessa forma, o ROI se torna bastante relevante para um RH que pretenda conquistar maior protagonismo, pois se trata de uma ferramenta que mostra em números o quanto cada ação trouxe ou não de retorno.

Assim, além de fornecer números, o ROI revela também quais são as ações que precisam de ajustes e quais são as que estão atingindo as expectativas.

Como fazer o cálculo do ROI?

Há diversas maneiras de aplicar esse cálculo. Contudo, de forma resumida, ele funciona com uma fórmula simples:

ROI = Receita - Custo/Custo

Então, para que você entenda na prática, imagine que a sua empresa tenha investido R$ 10 mil e tenha tido um ganho de R$ 100 mil. Utilizando a fórmula, temos o seguinte:

ROI = (100.000 – 10.000)/10.000

ROI = 9

Ou seja, o retorno sobre o investimento foi de 9 vezes o investimento inicial. A fim de saber isso em termos percentuais, você só vai precisar multiplicar por 100 — nesse caso, 900% de retorno.

Quais as vantagens do cálculo do ROI no RH da empresa?

Oferece embasamento para a tomada de decisões

A análise de retorno de investimento vai muito além de apenas oferecer segurança no momento de tomar as decisões importantes dentro de uma empresa.

O efeito dessa avaliação é o que realmente importa: por mostrar quais são os investimentos que podem ser mantidos, automaticamente, se mostram também as táticas que devem ser abandonadas imediatamente.

Dessa forma, todos os gastos desnecessários — investimentos que não produzem lucros — serão eliminados aos poucos.

Ajuda a mensurar os ganhos

A partir do cálculo do ROI, é possível verificar se o que foi investido realmente gerou lucros suficientes. Por isso, é interessante reforçar a importância de fazer o ROI para todas as ações da empresa. Com o resultado, você vai saber exatamente o que está funcionando e o que não.

Com essa identificação, a empresa vai poder modificar tudo o que está causando desperdícios de recurso. O melhor é que, ao fazer essa mudança, os lucros aumentarão automaticamente.

Mira em metas e objetivos reais

A organização que introduz o ROI de forma correta no cotidiano de suas ações passa a conhecer melhor a sua realidade atual. Diante disso, as metas e os objetivos se tornam mais realistas e coerentes.

As metas certamente passam a ser mais palpáveis a partir do momento em que se tem um objetivo maior envolvido em cada ação — neste caso, o valor do ROI. Vale lembrar que, quando se usa o ROI, compreende-se que o seu valor vai variar dependendo da época do ano. Sendo assim, todos entenderão melhor quais números serão ideais para cada período, certo?

Quando o ROI é bem empregado no RH da empresa, ele propicia uma direção melhor para os profissionais e menos números no arquivo. É fato que não há possibilidade de acertar a mira se os profissionais não souberem ao certo onde mirar. É por esse motivo que o ROI tem sido um dos melhores indicativos para ser usado em qualquer negócio.

Garante resultados duradouros

Não há sentido em ver um ótimo crescimento na empresa por alguns meses e voltar para um padrão de investimentos malfeitos e de desperdícios, não é mesmo? Dessa maneira, é necessário ressaltar que o acompanhamento do retorno sobre investimento é um processo incessante, ou seja, ele nunca pode ser deixado de lado.

Considerando que o objetivo final é ser lucrativo constantemente, não importa o tempo que passe, uma vez que o hábito de fazer o cálculo foi estabelecido, o empreendedor pode esperar resultados duradouros. A única regra é realmente manter o ciclo de acompanhamento, a fim de corrigir os problemas encontrados.

Aumenta a moral da equipe

Quais profissionais que não gostariam de trabalhar em uma organização que sempre tem bom desempenho, cujos objetivos traçados são sempre atingidos e projetos criados funcionam perfeitamente?

Ao trabalhar com o ROI sempre em mente, é exatamente esse o tipo de ambiente corporativo que você estará ajudando a criar. É fácil imaginar a diferença de ter uma equipe motivada e uma que tem dúvidas com relação ao próprio sucesso, concorda?

Fortalece a cultura organizacional

Não é nenhum exagero afirmar que trabalhar com o ROI no RH da empresa pode ter efeito até mesmo na formação da sua cultura. Mas como? Avaliar de maneira correta esse indicador e trabalhar todas as ações baseadas nele ajuda todos a:

  • entender melhor o que realmente funciona para a organização;
  • manter o foco nos resultados, e não apenas em realizações pessoais;
  • ter um olhar analítico sobre o trabalho;
  • ser imparciais nas tomadas de decisões.

Com certeza, esses são os valores que valem muito a pena ter como parte da cultura de uma empresa.

Para promover um RH mais estratégico, é fundamental ter uma visão aprofundada do negócio. Mais do que colocar em prática planos, tecnologias e inovações, é preciso também avaliar os resultados. É por isso que o ROI é uma ferramenta muito poderosa, que, quando bem utilizada, oferece inúmeros benefícios para toda a empresa.

Diante disso, é fácil perceber que essa ferramenta tem um profundo impacto sobre a saúde da organização, tanto nas vendas, quanto na capacidade de se manter importante no mercado. Então, utilize essas informações como ponto de partida para lucrar mais e tomar decisões melhores.

Tenha sempre em mente que a sua empresa precisa entender o que o cálculo do ROI significa para ela e como a métrica influencia nas metas e nos objetivos. Portanto, trace métricas condizentes com a realidade e monitore-as constantemente.

E aí, o que achou deste post? Gostou? Então aproveite para baixar agora mesmo o e-book “Quanto sua empresa gasta com Recrutamento e Seleção?” e aprimore o seu conhecimento!

Imagem da Gupy com a frase "A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu RH: estruturar o processo de recrutamento, engajar gestores e candidatos e acertar nas contratações." com botão de "Saiba mais" Imagem da Gupy com a frase "A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu recrutamento e seleção" com botão de "Saiba mais"

Imagem da Gupy com a frase 'A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu RH: estruturar o processo de recrutamento, engajar gestores e candidatos e acertar nas contratações.' com botão de 'Saiba mais'
Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Mauricio Carneiro | GUPY

Mauricio Carneiro | GUPY

Atua como Especialista de Marketing e Growth na Gupy. Depois de ter passado pelas áreas de computação e negócios, está se formando em Publicidade e Propaganda pela ECA USP. Se apaixonou pelo RH, enquanto atuava na área dentro da universidade, e pelo empreendedorismo, quando participou e liderou o Núcleo de Empreendedorismo da USP, por isso sabia que a Gupy era o lugar para ele.