EVP (Employee Value Proposition): o que é e como criar um


3 minutos de leitura
Employee-value-proposition-1

O que faz da sua empresa um lugar especial para trabalhar? O que ela oferece aos colaboradores que a diferencia das demais? E o que ela espera dos profissionais? 

Responder essas perguntas com clareza aproxima você da proposta de valor da sua empresa e, portanto, do seu Employee Value Proposition, garantindo cada vez mais a atração de novos colaboradores e a fixação dos que já fazem parte da organização.

Para que você possa saber tudo sobre o assunto, desde o que é até como criar o Employee Value Proposition da sua empresa, continue a leitura!

 

O que é Employee Value Proposition?

Employee Value Proposition, ou EVP,  é um pacote exclusivo de ofertas e valores que tornam a sua companhia única no mercado e permite atrair os e reter os melhores talentos

Essa proposta de valor, que está na essência de qualquer estratégia de employer branding, envolve vários aspectos, como:

  • benefícios como férias, plano de saúde, flexibilidade de horário; salários e promoções;
  • Salários e políticas de promoções;
  • Oportunidades de desenvolvimento, plano de carreira, práticas de avaliação e feedback
  • O ambiente de trabalho: se permite, por exemplo, autonomia e equilíbrio entre vida pessoas e carreira
  • A cultura da organização: o propósito, os planos e o objetivos dela e como é a relação entre os times.

Além disso, o Employee Value Proposition é mutável e precisa acompanhar o crescimento e amadurecimento da organização. Você e a sua equipe de liderança devem avaliá-lo regularmente e, se necessário, adaptá-lo. 

Mais do que atender às expectativas atuais dos funcionários, é preciso continuar inovando para manter o ambiente de trabalho o melhor possível, retroalimentando a sua proposta de valor. 

New call-to-action

Como definir o seu EVP ?

O EVP funciona como um RG: cada empresa tem um e é ele que faz a sua empresa ser única entre tantas outras. 

Essa proposta está diretamente relacionada às estratégia e à cultura da organização, por isso a equipe de RH, os colaboradores, os líderes e executivos devem estar envolvidos no projeto.

Para construir o EVP, a primeira pergunta a ser feita é: quais argumentos minha empresa tem para convencer um potencial candidato a se aplicar a uma vaga? O que motiva os atuais colaboradores a levantarem e irem trabalhar todos os dias? 

Esse não é um exercício de adivinhação ou suposição. Para descobrir as forças e fraquezas da sua empresa, você pode fazer um mix de ações com o público interno e externo, como:

  • Entrevista com colaboradores atuais e ex-funcionários sobre o ambiente de trabalho. Garanta que os melhores colaboradores e também os mais críticos sejam ouvidos. Dê oportunidade para que digam os motivos que os fazem permanecer na empresa e quais fatores tornam a concorrência ser tentadora. Pergunte aos ex-funcionários o que mais gostavam e o que nem tanto apreciavam na empresa. O que os fez irem para outra organização?
  • Focus group para saber a percepção sobre sua marca. Quais associações as pessoas fazem com a sua empresa? Do que elas lembram ao ouvirem falar sobre a organização? Qual imagem têm dela?
  • Pesquisa com candidatos que rejeitaram sua oferta de emprego. Eles podem dar insights valiosos de melhorias para a sua empresa. 
  • Monitoramento da organização em sites de avaliação de empregador. Os comentários são bons indicadores da reputação, fortalezas e fraquezas do negócio.

Ao coletar um bom número de respostas, você terá uma noção mais próxima do que é o EVP da companhia. 

Em seguida, defina a proposta de valor alinhando o que motiva os seus colaboradores com a missão e o propósito da organização. Quem é a empresa hoje e quem ela quer ser no futuro? 

Uma última dica: envolva seus funcionários nesse projeto, tanto para engajar quanto para tornar a proposta autêntica. 

Se vale como um caminho, uma pesquisa publicada na Harvard Business Review identificou que os três principais fatores que contribuem para a má reputação de uma empresa são: liderança ineficiente, times desorganizados e falta de segurança no trabalho. 

Por outro lado, oportunidade de crescimento na carreira, possibilidade de trabalhar numa equipe top performance e estabilidade são fatores que ajudam na boa reputação.  

Uma vez que o EVP da sua empresa está definido, a etapa seguinte é comunicá-lo para os seus atuais colaboradores via canais internos e potenciais candidatos por meio da sua página de carreiras e site. Gostou das dicas?

Se você chegou até aqui, vale a pena ir além e ler o Manual de criação do “Trabalhe Conosco”: como ter a melhor página de carreiras.

Banner do ebook "manual de criação do 'trabalhe conosco': a receita para a página de carreiras épica", com um botão escrito "baixe nosso e-book"

Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →