Terceira idade no mercado de trabalho: veja 4 vantagens


9 minutos de leitura

Apesar de o mercado estar cada vez mais voltado para a atração e retenção dos jovens talentos, o cenário de contratação de profissionais da terceira idade pode apresentar vantagens e diferenciais para o sucesso de uma empresa.

Seja por ainda acreditarem que têm muito a contribuir ou para complementar a renda de uma aposentadoria insatisfatória, o fato é que os profissionais mais maduros estão voltando às empresas para oferecer uma mão de obra ricamente qualificada.

Neste artigo, você vai saber como anda a presença do profissional da terceira idade no mercado de trabalho, quais são as vantagens de contratar esses profissionais e como fazer a inclusão e reintegração dentro da empresa!

Terceira idade no mercado de trabalho: a experiência como diferencial competitivo

Os dados do IBGE, mostram que os idosos são presença significativa no mercado de trabalho, saltando de 5,9% em 2012 para 7,2% em 2018.

Isso mostra que pessoas com idade acima de 60 anos acreditam não precisarem se retirar do mercado, quando se sentem aptas a desempenhar um bom trabalho — um ganho para as empresas ao aproveitar a experiência desses profissionais.

Por que então apostar na reintegração da terceira idade no ambiente corporativo?

Apesar do avanço da tecnologia, da transformação digital e da virtualização de uma infinidade de processos, alguns hábitos e práticas antigas são ainda imprescindíveis para o sucesso de uma empresa.

As gerações Millennials e Z - que vivenciam o início e a proliferação da inovação tecnológica- formadas por pessoas e profissionais inquietos e com dificuldades de se manterem por muito tempo em um mesmo lugar, são beneficiadas pela ponderação e sabedoria da terceira idade.

Profissionais maduros são o contraponto dessas gerações que exibem talentos e disposição para a realização, mas que não têm paciência para esperar o melhor momento. Enquanto isso, as pessoas que já passaram por muitas experiências sabem que é preciso equilíbrio para alcançar resultados efetivos.

Há no profissional maduro que volta ao mercado de trabalho um desejo genuíno de acertar - o que pode ser um ganho, pois a dedicação e empenho costumam estar junto a uma qualidade de trabalho exemplar.

O desejo de se manter ativo e agregar valor às empresas com sua experiência possibilita que um profissional da terceira idade compense a falta de vigor físico com um trabalho pautado no conhecimento e na maturidade, o que não quer dizer que não tenha energia.

Independente do motivo da reinserção no mercado de trabalho (inquietude, desejo de uma rotina mais agitada, complemento de renda, plena satisfação que o trabalho produz em quem se dedicou a vida inteira a produzir algo), os profissionais com idade superior podem ter grandes vantagens.

Vantagens de contar com profissionais da terceira idade na empresa

Eles podem ajudar no crescimento de um negócio, contribuindo com a bagagem adquirida ao longo da carreira (o que, dependendo do segmento, é essencial para que a empresa alcance bons resultados).

Muitas empresas já perceberam que essa é uma aquisição inteligente, já que a terceira idade tende a ser mais receptiva e afetiva, interna e externamente. A tendência é que ela, com vida já consolidada, tenha um perfil mais centrado e menos afobado.

Porém, há uma resistência ainda muito evidente no Brasil, país onde é cultural segregar esta geração por justamente acreditar que ela não seja capaz de ser produtiva.

Muitos justificam a falta de criatividade, a dificuldade de lidar com a tecnologia e a lentidão para locomover-se, com empecilhos de contratação da terceira idade.

Mas as empresas que estão dispostas a adaptar o ambiente para receber de volta profissionais que passaram dos 60 anos só têm a ganhar e estão um passo à frente na corrida pelo destaque em defesa da diversidade.

Aprenda mais sobre recrutamento e diversidade com especialistas da Gupy!

Banner do infográfico "Recrutamento e diversidade nas empresas", com um botão escrito "baixar agora"

Ter funcionários da terceira idade trabalhando na empresa traz grandes benefícios para o negócio. Confira:

Experiência profissional somada à experiência de vida

Considerar a contratação de um profissional maduro é valorizar uma extensa bagagem pessoal e profissional e absorver uma mão de obra bastante qualificada. E se este alguém ainda trabalhou durante muitos anos no mesmo ramo, a empresa só tem a ganhar com a sua experiência.

Por outro lado, não apenas o contexto profissional será um ganho para a empresa. A experiência de vida faz com que os profissionais da terceira idade, mais prudentes e responsáveis, saibam lidar com situações de tensão, sem se abalar por qualquer motivo.

As relações interpessoais também tendem a ser mais fáceis e afetivas, amenizando as situações mais controversas da rotina diária.

Por isso, o equilíbrio entre a experiência dos mais velhos e a sede de conhecimento dos mais novos forma um time forte que pode ser benéfico. Para tanto, será necessário um trabalho de diversidade, inclusão e adaptação- algo que cabe ao RH e liderança.

Responsabilidade Social

A responsabilidade social é um tema amplamente discutido nos últimos anos e muitas empresas começaram a se preocupar com as práticas humanizadas, não apenas com as vendas e o lucro.

Além disso, as organizações que abraçaram a causa e passaram exercitar a responsabilidade social abriram possibilidades reais de trabalho para profissionais competentes que vão além de um número previsto pelo INSS. Tudo isso sem estarem condicionadas ao cumprimento da lei e das cotas de inclusão.

Comprometimento

Contrate alguém da terceira idade para trabalhar na sua empresa e, certamente, você contará com um funcionário dedicado e comprometido com o trabalho. Pessoas mais velhas adquirem ao longo do tempo, características como persistência e perseverança.

São pessoas que não desistem fácil ou se desestimulam diante de algo que não deu certo. Pelo contrário: não aceitam um não como resposta, mas de uma forma otimista, com a certeza de que deve existir outro caminho.

Disponibilidade de horário

Quem chegou à terceira idade e conquistou a aposentadoria geralmente está livre das obrigações de quando tinham menos de 40 anos.

Por isso, podem disponibilizar maior tempo para o novo trabalho. Aqueles que gozam de boa saúde não vão se ausentar por qualquer motivo, pois geralmente gostam de comprovar que estão em ótimas condições de trabalho.

Inclusão e reintegração de funcionários da terceira idade na empresa: como fazer

A decisão de contratar alguém da terceira idade traz junto a responsabilidade de incluir e reintegrar a pessoa adequadamente. Isto porque pode ser que ela esteja fora do mercado há muito tempo e precise se adequar novamente ao universo corporativo.

Mesmo que seja alguém que permaneceu ativo no mercado, a empresa deve cuidar para que a aceitação dos funcionários mais jovens seja pautada em uma visão de soma e aprendizado no convívio com os mais velhos.

Em corporações onde a tecnologia tem uma presença acentuada, talvez sejam necessários treinamentos específicos para familiarizar o colaborador com as ferramentas de trabalho.

Portanto, é essencial cuidar para o bem-estar desse profissional, considerando:

  • a carga horária;
  • as funções e atividades que ele exercerá;
  • o acesso e movimentação dentro da empresa, respeitando a limitação física que a idade impõe.

Outro fator importante, é cuidar para que o funcionário da terceira idade não seja sobrecarregado de tarefas, pois ao longo do tempo, a mente vai perdendo a eficiência e o excesso pode causar fadiga mental, o que não é favorável nem para a empresa, nem para profissional.

O importante é que o funcionário recém-contratado não sinta dificuldades ou barreiras para voltar à ativa.

Por isso, alguns procedimentos podem ser adotados para tornar esse vínculo o mais saudável possível.

Criar programas de inclusão

Criar um programa com políticas de inclusão para profissionais maduros é uma ótima iniciativa, com a descrição de todas as particularidades que envolvem a contratação dos mesmos.

Com isso, a ideia de preconceito, rejeição e resistência logo é quebrada com a educação dos colaboradores para receber os profissionais com carinho, senso colaborativo e sem distinção, o que promove de imediato uma adaptação respeitosa e inclusiva.

Implementar um processo de onboarding

O processo de onboarding é importante para que um novo colaborador conheça a empresa, as dependências, os departamentos e os colegas- o que não é diferente com um recém-contratado da terceira idade.

E assim como qualquer outro funcionário, ele deverá cumprir os mesmos passos antes de começar em suas funções efetivamente. Isso ajuda a fazê-lo se sentir parte da empresa e acolhido por processos e colegas, de forma padronizada.

Para finalizar, vale a reflexão sobre os conceitos e preconceitos sobre a (de) eficiência de alguém que ultrapassou a idade antes definida como improdutiva no mercado.

Os números estão aí para mostrar que a presença do profissional da terceira idade no mercado de trabalho é bem-vinda e necessária — feliz da empresa que perceber essa vantagem competitiva.

Gostou do artigo e pretende aderir a essa tendência? entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar sua empresa a recrutar e selecionar os melhores perfis de profissionais da terceira idade!

New call-to-action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →