5 tendências de RH para implementar em 2018

Você está por dentro de quais serão as tendências de RH em 2018? A posição do gestor de recursos humanos é desafiadora. O segredo de um departamento bem-sucedido é unir tecnologia, eficiência e criatividade nos processos, desde a seleção de funcionários até as ações para fidelizar os colaboradores à empresa.

E se você está em busca de ideias para um 2018 de sucesso no seu setor, veio ao lugar certo! Neste post, vamos apresentar as tendências de RH para este ano.

Confira abaixo 5 estratégias para se tornar referência na gestão de pessoas e caminhe para ser a empresa dos sonhos dos profissionais mais qualificados. Acompanhe!

1. Employee Experience

O termo refere-se a experiência do funcionário e é uma das tendências de RH em amplo crescimento para o próximo ano. O conceito de Customer Experience ganhou espaço nas empresas nos últimos anos por representar como a qualidade de um serviço incrível pode ser um diferencial de mercado para qualquer tipo de organização. Todas as pesquisas apontam que cada vez mais esta ideia vai expandir para outras áreas, como internamente nas próprias empresas.  Trata-se basicamente da valorização do colaborador por meio de ações que promovam o reconhecimento, autonomia, confiança e aprendizagem. 

Não se resume a uma boa sala de descanso, mesa de sinuca ou jogos interativos, por exemplo. É preciso despertar o desejo de realmente fazer parte da companhia. Trabalhadores motivados atuam em prol do crescimento e fortalecimento da empresa. Para isso, as organizações precisam construir verdadeiras jornadas de experiências incríveis, agora para seus funcionários. Em um mundo onde cada vez mais a tecnologia se torna um bem de fácil acesso, são as pessoas certas que irão construir as empresas vencedoras em mercados altamente competitivos. Para isso, reter os melhores é uma missão fundamental.

Desta forma, investir em Employee Experience promove uma redução significativa no turnover — alta rotatividade de funcionários em uma empresa — e cria-se uma atmosfera de satisfação pessoal e profissional.

2. Treinamentos digitais

As novas tecnologia também chegaram ao departamento de RH. Atualmente, já é possível mensurar resultados por meio de recursos como a inteligência artificial (IA). O mesmo vale para o processo de recrutamento, que pode utilizar sistemas de seleção para otimizar o processo.

Contudo, informatizar o RH não significa utilizar ferramentas que facilitam apenas as rotinas do setor. Já é possível utilizar, por exemplo, o método de ensino a distância (EAD) nos treinamentos da empresa — e a tendência é que essa prática se fortaleça em 2018.

Os benefícios dos treinamentos digitais vão além da capacitação dos colaboradores. Podemos citar:

  • a economia de recursos, já que não é necessário o deslocamento do treinador ou dos funcionários até o local das palestras;
  • interação com tecnologias e pessoas de diferentes locais do Brasil e do mundo;
  • diminuição do tempo de ausência do colaborador no seu posto de trabalho;
  • agilidade na distribuição das informações.

3. Ambiente de trabalho mais informal

A cada ano, mais profissionais competentes e bem qualificados ficam disponíveis para trabalhar. Consequentemente, as contratações ficam mais complexas e cria-se um ar de competição entre as empresas, que desejam absorver o que mercado oferece de melhor.

É necessário fazer com que a corporação se torne uma referência para esses novos talentos. É por esse motivo que grandes empresas — inspiradas em importantes organizações como o Google — estão apostando em ambientes de trabalho mais informais a fim de atrair essa nova geração de candidatos.

Portanto, no próximo ano, veremos companhias com espaços mais receptivos, ambientes mais joviais e descontraídos, com maior interatividade entre os colaboradores durante os intervalos.

4. Benefícios diferenciados

Para transformar uma empresa em um referencial para os candidatos, não basta oferecer apenas um plano de carreira, vale-refeição e plano de saúde. É necessário utilizar a criatividade na oferta de benefícios exclusivos, de acordo com o seu orçamento e com a imagem da marca para qual você trabalha.

Assinatura da Netflix, uma conta no Spotify, ingressos para o cinema ou, até mesmo, facilidades para os pets, como plano de saúde e creche para animais, são exemplos de ações que trazem uma visibilidade positiva para o contratante.

5. Recrutamento inteligente

Assim como outras áreas já se atualizaram de tecnologias para automatizar e otimizar seus processos, muito tem se falado recentemente deste impacto no RH. O recrutamento e seleção, em especial por ser um processo que envolve alta carga operacional e custos, além de impactar na performance da cia como um todo, possui muito potencial de se tornar mais inteligente. Por isso surgiu o conceito de recrutamento inteligente que, utilizando Inteligência Artificial, empondera a área de Recursos Humanos com as informações necessárias para encontrar os melhores candidatos. Através de People Analytics e Machine Learning cruzam-se informações, competências e resultados dos testes dos candidatos e aprende-se, através de seus algoritmos, quais são as características dos candidatos aprovados e de maior performance para indicar perfis cada vez mais alinhados com cada empresa.

Softwares de recrutamento e seleção como o da Gupy, que já utilizam I.A. há anos, auxiliam na escolha do candidato ideal pra sua empresa, tornando o RH mais data driven e mais assertivo nas contratações de talentos.

Gostou do nosso post e quer saber mais sobre as tendências no RH? Então assine a nossa newsletter e siga nossas redes sociais – Facebook e LinkedIn – pra receber mais conteúdos exclusivos. Até a próxima!

New Call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Guilherme Dias | GUPY

Guilherme Dias | GUPY

Atua com Marketing e Growth sendo CMO & Co-founder na Gupy. Através de uma consultoria de business em que foi sócio, descobriu que adora otimizar processos, redesenhar soluções de gestão e trazer resultados mais agressivos para negócios. É curioso e apaixonado por Recursos Humanos, séries e gastronomia.