A importância do Employer Branding para PMEs

PMEs é a sigla para Pequenas e Médias Empresas. Elas são denominadas assim a partir dos seus rendimentos anuais e número de pessoas colaboradoras.


4 minutos de leitura

De acordo com a Deloitte, três quartos das pequenas e médias empresas que mais crescem no Brasil afirmaram que o investimento em talentos será uma prioridade nos próximos três anos.

É neste cenário que o Employer Branding está atraindo os RHs das PMEs.

As estratégias para fortalecimento da marca empregadora aparecem como uma opção de custo relativamente baixo e com resultado poderoso — a atração e retenção de talentos.

Se você quiser entender mais sobre a importância do Employer Branding para superar os desafios do RH nas Pequenas e Médias empresas, continue lendo!

New call-to-action

Os desafios do RH nas Pequenas e Médias Empresas

PMEs é a sigla para Pequenas e Médias Empresas. Esse termo denomina empresas consideradas pequenas ou médias a partir dos seus rendimentos anuais e número de pessoas colaboradoras.

Para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, as pequenas empresas são as que têm até 99 colaboradores, enquanto as médias empresas possuem entre 100 a 499 funcionários.

Por conta do porte de empreendimento menor, as áreas de Recursos Humanos de PMEs enfrentam a centralização de processos em uma única pessoa. Na maior parte das vezes, é a pessoa proprietária da organização.

Em decorrência disso, não há uma comunicação clara entre as equipes já que a centralização da liderança torna a tomada de decisão ainda mais complexa.

O RH das PMEs também costuma enfrentar maior dificuldade na retenção de talentos, visto que os colaboradores se sentem atraídos por empresas de maior porte por acreditarem que terão mais estabilidade e melhores oportunidades de carreira.

O que é Employer Branding

Employer Branding, em português "marca empregadora", é o conjunto de ações realizadas para impactar positivamente a percepção do mercado a respeito da empresa ser um bom lugar para se trabalhar.

Ao contrário do que se pensa, a área de Recursos Humanos não é a única responsável pela marca empregadora.

As equipes de Marketing e Comunicação também possuem um papel fundamental na construção dessa estratégia.

Alguns exemplos de ações para fortalecimento de Employer Branding são:

  • Criação do Employment Value Proposition — EVP;
  • Comunicação clara sobre missão, visão e valores da empresa;
  • Plano de cargo e salário bem estruturados;
  • Página de carreiras com depoimentos das pessoas colaboradoras;
  • Investimento em cursos de aprendizagem profissional;
  • Comitês de cultura organizacional e minorias sociais.

A importância do Employer Branding para PMEs

O Employer Branding apresenta-se como uma solução eficaz para tornar as PMEs mais atrativas para os melhores talentos do mercado.

A seguir, elencamos cinco benefícios do Employer Branding para Pequenas e Médias empresas. Acompanhe!

5 benefícios do Employer Branding para PMEs

Atração de talentos

Como você viu, o objetivo da estratégia de Employer Branding é reforçar a imagem positiva da empresa como um bom lugar para se trabalhar.

Diante disso, profissionais que estão disponíveis no mercado de trabalho passam a enxergar a sua organização como uma opção favorável ao se inscrever para uma vaga.

Redução dos custos 

Conforme pontua o levantamento de Cenzo Bazzola (Bazz Consultoria em RH), uma contratação errada pode custar 15 vezes o valor do salário da pessoa colaboradora.

Esse é o custo de todo o processo de demissão e também do planejamento de um novo processo seletivo e admissão.

Assim, quando bem estruturadas, as ações de Employer Branding trazem candidatos muito mais engajados, motivados e com maior aderência à cultura, diminuindo o custo por turnover.

Planilha custo de turnover

Fortalecimento da cultura organizacional

PMEs que investem em Employer Branding conseguem filtrar com muito mais excelência o perfil ideal de colaboradores.

Isso significa que desde o processo de recrutamento, a cultura é fortalecida porque somente as pessoas candidatas que estão de acordo com os valores da empresa ingressam no quadro de funcionários.

Retenção de talentos

Pela mesma razão que as pessoas candidatas desejam trabalhar em um local que tem uma marca empregadora forte, quem já é colaborador também deseja permanecer.

Esse benefício demonstra a importância que as pequenas e médias empresas tenham profissionais motivados e engajados por um longo período.

Competitividade de mercado

A pesquisa "Tendências de benefícios de funcionários dos EUA 2019" declara que para os empregados dos EUA o plano de saúde, plano odontológico, plano de aposentadoria e licença remunerada são "benefícios obrigatórios".

Isso significa que existem fatores considerados essenciais para alguns profissionais ao optar por uma empresa.

Ao investir em Employer Branding, o seu RH pode conquistar novos colaboradores por tudo o que é oferecido além do salário.

A sua PME pode estar perdendo os melhores talentos por não compreender o impacto que a marca empregadora na retenção e atração de talentos.

Saiba mais sobre isso no curso gratuito da Gupy Academy sobre Employer Branding.

Nova call to action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →