O que é turnover e o que ele significa para sua empresa?

Para entender o que é turnover, é preciso pensar no termo “renovação”, que é justamente o significado da métrica. Ela indica a porcentagem de substituições de antigos funcionários por novos, em um determinado período de tempo. Isso revela a capacidade da empresa em reter os colaboradores e em ser atrativa para eles e para os consumidores.

Sendo assim, você deve saber que é mais barato reter funcionários do que contratar novos, certo? E que as pessoas não tendem a querer usufruir de uma empresa que não consegue nem manter funcionários por muito tempo. Nisso está a importância de entender o que é turnover.

Para assimilar melhor o que estamos falando sobre a métrica e conhecer dicas de como reduzi-la, preparamos este artigo para você. Acompanhe!

Importância do turnover

Geralmente, as altas taxas de turnover indicam má administração, falta de infraestrutura e má remuneração. Seja o que for, uma empresa eficiente precisa ficar atenta e aplicar mecanismos que avaliem os impactos de determinadas ações no negócio para identificar o que funciona ou não no trabalho, uma vez que:

  • seus impactos são diretamente sentidos na produtividade, na satisfação dos colaboradores e no lucro do estabelecimento;
  • investir na retenção de profissionais talentosos é ainda mais barato do que o processo de contratação de novos;
  • os empregados que permanecem podem ficar sobrecarregados com as tarefas;
  • essas mudanças constantes geram um desassossego no clima organizacional, o que pode gerar conflitos;
  • um turnover reduzido preserva a imagem da empresa e o capital financeiro e intelectual.

Cálculo do turnover

Para esse cálculo, é preciso que você tenha os dados de entrada e saída de empregados do negócio. Esses números serão somados e divididos por 2. Por fim, o resultado deve ser dividido pela quantidade de trabalhadores do estabelecimento.

Se quiser conhecer qual o custo do turnover na sua empresa e ter ideia do tamanho que é esse problema para você, baixe nossa planilha!

Descubra o custo do seu Turnover

Dicas de como reduzir o turnover

1. Contrate as pessoas certas desde o início

Para fazer isso, deixe claro quais funções o funcionário deverá exercer e invista no employer branding ― conjunto de técnicas para gerar uma percepção positiva de um negócio ―, o que aumentará as chances de os candidatos já conhecerem a cultura organizacional do lugar e só tentarem a vaga caso se identifiquem com ela.

Quando ocorre a identificação, eles submetem seu CV sem receio e diminuem as chances de um pedido de demissão. Afinal, o profissional deve ter um estilo de trabalho parecido com o da marca e da futura equipe.

Além disso, é importante que o processo de seleção seja bem aplicado. Para isso, examine os candidatos com cuidado e não considere apenas os aspectos técnicos, mas também os comportamentais. Há também alguns softwares que ajudam na assertividade das contratações.

2. Crie uma política de benefícios

Mesmo que os melhores e mais engajados com a cultura da empresa sejam contratados, eles precisam se manter motivados para permanecerem lá. Para isso, analise a média do quanto está sendo oferecido de salário no mercado. Afinal, ele é muito competitivo e valores financeiros podem ser um diferencial para a retenção de funcionários.

A concorrência é ainda maior com os mais talentosos, que passam a ser observados e desejados. Invista para não os perder.

Quando preciso, forneça benefícios, como horários de trabalho flexíveis, vale-cultura e algumas espécies de bônus.

3. Proporcione um ambiente agradável

Compensações financeiras são boas, ainda mais em tempos de crise. Porém, também é preciso considerar que a maioria das pessoas já tem uma rotina estressante, devido ao trânsito agitado e à violência das ruas. Não vai ser prioridade de ninguém se manter em um emprego que tenha uma rotina fatigante.

Vale a pena investir em ginástica laboral, por exemplo. É uma forma de melhorar a imagem corporativa e mostrar que a empresa se importa com a qualidade de vida dos seus funcionários.

Na empresa Walmart, por exemplo, é possível ver salas de jogos e livrarias. Isso torna o ambiente de trabalho mais prazeroso e estimula a retenção dos funcionários. A Google também não fica longe como empresa que investe no bem-estar dos funcionários ― talvez isso explique os milhões de candidatos anuais que querem trabalhar para ela.

4. Elogie trabalhos bem-feitos

Mostrar aos funcionários sua contribuição para o crescimento do negócio é também uma forma de tornar o ambiente de trabalho mais aconchegante e, assim, dar mais motivos para eles permanecerem.

Envie e-mails para a equipe parabenizando todos pelos trabalhos concluídos, e ainda pelos bons resultados de cada um. Isso cria uma cultura de reconhecimento e de proatividade e faz os funcionários serem estimulados a trabalhar cada vez melhor para serem reconhecidos.

Entretanto, não esqueça de criar posições desafiadoras como forma de incentivá-los a progredir.

5. Mantenha os funcionários motivados

Reforçar a importância dos colaboradores para a empresa e proporcionar um ambienta agradável são formas de mantê-los motivados, mas ainda é preciso mais. O bom relacionamento entre a equipe também é uma forma de mantê-los motivados no trabalho e com vontade de continuar na empresa.

Para isso, é importante diminuir as hierarquias entre patrão e empregado, aumentar os encontros extras entre eles ― como um churrasco no final de semana ― e, assim, incentivar a união de todos. Isso também evita a falta de comunicação e as fofocas, que podem atrapalhar os profissionais.

Também é válido incentivar a comunicação por meio de murais de recado e/ou redes sociais corporativas.

As ferramentas de tecnologia que mensuram o grau de satisfação dos funcionários, como a eNPS (Employee Net Promoter Score), também facilitam a comunicação dos funcionários.

6. Monte um plano de carreira

Ter um ambiente de trabalho agradável e ser reconhecido pelo empenho é muito importante. Tendo isso fica mais fácil começar a montar um plano de carreira dentro daquele negócio.

Como os funcionários vão querer saber até onde podem chegar e como, as reuniões semestrais são ideais para esse planejamento. Também é recomendado ouvir o que eles pretendem para o futuro e, assim, definir metas de performance no trabalho.

Sempre enfatize que um funcionário acomodado não está dando todo o seu potencial, e isso não beneficia ele nem a empresa.

7. Incentive a liderança

Por último, é importante que a empresa estimule a liderança para trazer mais comprometimento, produtividade, respeito a seus superiores e atenção com os subordinados.

Como a maioria dos colaboradores se espelha em seus líderes, quando estes conseguem ser bons exemplos, toda a equipe fica motivada a ser melhor e a continuar no trabalho para melhorar seus resultados até o momento.

Portanto, entender o que é turnover é muito importante para uma maior produtividade da empresa e uma melhoria da sua imagem. Com as sugestões deste artigo, como o investimento em tecnologia, você aprende a reduzir essa porcentagem e traz mais benefícios para o seu negócio.

Você gostou das nossas dicas sobre o que é turnover? Então, aproveite a visita no blog e leia o artigo “Como convencer o gestor a adotar um software de RH” e se torne especialista no assunto!

New call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

HR4results: Participe do maior evento de inovação no RH
New call-to-action
Diagnóstico de recrutamento e seleção: Descubra e melhores a maturidade dos seus processos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Mariana Dias | GUPY

Mariana Dias | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela USP e com especialização em Empreendedorismo e Inovação, Mariana é CEO & Co-founder da GUPY. Descobriu sua paixão por RH logo no início de sua carreira e foi Business Partner da área para toda a América Latina em uma multinacional do setor de bebidas. É apaixonada desafios e por tudo relacionado a gestão de pessoas e inovação.