Clima organizacional: como construir um saudável para sua empresa


6 minutos de leitura
Grupo de 6 pessoas conversando

A motivação dos colaboradores é um dos fatores mais importantes quando o assunto é o desempenho das equipes e os resultados do negócio, sendo diretamente influenciada pelo clima organizacional.

O clima organizacional pode ser comparado à personalidade das pessoas. Nossa personalidade é o que nos torna únicos, fazendo com que aqueles que convivem conosco tenham opiniões diferentes a nosso respeito.

Algumas pessoas gostam de nós, outras, nem tanto. Assim é com o clima organizacional: o conjunto de características de uma empresa faz com que seus colaboradores se mantenham engajados com o negócio.

Uma vez que o capital humano é o bem mais valioso para que as empresas possam conquistar seus objetivos, felicidade e satisfação são chaves para a produtividade e os bons resultados.

Pensando nisso, este material ajudará você a desenvolver um clima organizacional positivo na empresa.

Este conteúdo busca responder às seguintes perguntas.

  • O que é clima organizacional?
  • Quais os pilares do clima organizacional?
  • O que considerar antes de melhorar o clima organizacional?
  • Qual a diferença entre clima e cultura organizacional?
  • Como melhorar o clima organizacional?
  • Como elaborar uma pesquisa de clima organizacional?

O que é clima organizacional?

O conceito de clima organizacional é bastante simples: se define como a combinação de atitudes praticadas por uma empresa, que influencia a percepção dos colaboradores a respeito do empregador.

Ou seja, todas as decisões tomadas pela empresa afetam a forma como os profissionais percebem seu local de trabalho. Esse reflexo pode ser positivo ou negativo.

Quais os pilares do clima organizacional?

Uma vez que o clima organizacional é diretamente afetado pelas atitudes da empresa, existem vários elementos envolvidos nesse processo.

Dito isso, podemos considerar como pilares do clima organização:

  • a capacidade de a empresa reconhecer os serviços prestados;
  • a coerência entre o ambiente e a estrutura oferecida em relação às tarefas executadas por cada profissional separadamente;
  • a confiança entre colaboradores e seus líderes;
  • a estrutura da empresa como um todo;
  • a relação das pessoas e a organização como um todo.

Sendo assim, quando a empresa entende que essas questões impactam diretamente — no sentido positivo ou negativo — na motivação dos colaboradores e em sua produtividade, conseguem avaliar esses elementos e identificar pontos que necessitam ser mais bem desenvolvidos.

O objetivo final é compor uma equipe mais focada e produtiva.

O que considerar antes de melhorar o clima organizacional?

Antes de pensar em estratégias para melhorar o clima organizacional da empresa, é importante descobrir como a empresa é vista pelos profissionais no presente momento.

Uma maneira simples, rápida e eficiente de fazer isso é por meio das pesquisas de clima organizacional.

Um simples questionário ou uma política de feedback — considerada uma das práticas fundamentais de gestão de pessoas — deve, entre outros aspectos, avaliar:

  • como os profissionais enxergam a relação com o empregador;
  • se a política de benefícios e incentivos realmente atende as demandas dos profissionais;
  • se as metas estabelecidas são realistas e quais as reais dificuldades em alcançá-las;
  • se há entendimento sobre regras, procedimentos e políticas;
  • se os profissionais estão satisfeitos com a empresa como um todo;
  • se todos os colaboradores realmente entendem o que a empresa espera deles.

Qual a diferença entre clima e cultura organizacional?

À primeira vista, clima organizacional e cultura organizacional parecem sinônimos. No entanto, são conceitos distintos — embora tenham o mesmo nível de importância. 

Geralmente, a cultura organizacional deve ser compartilhada por todo o quadro de colaboradores e é passada por meio das gerações.

Ou seja, os profissionais com mais tempo de casa passam para os mais jovens, moldando comportamentos e percepções.

A cultura organizacional é estável e está atrelada a visão, missão e valores da empresa, que não mudam, por mais que o negócio evolua e se modernize.

É aí que mora a principal diferença entre os dois conceitos: o clima organizacional pode ser monitorado, avaliado e modificado.

Os elementos utilizados para a melhoria do clima organizacional podem se aprimorar com o tempo, mas serão baseados na cultura do negócio.

Por exemplo, empresas que tem como base a valorização do conhecimento podem oferecer boas oportunidades em educação corporativa.

Entretanto, os formatos vão se modernizando. O que antes era um treinamento que durava semanas, hoje pode ser feito por meio da gamificação.

Com o esquema de classificação e recompensas, a tendência é que os colaboradores se sintam motivados e valorizados pelo negócio.

A percepção sobre a empresa muda e, consequentemente, o clima organizacional também. 

Como melhorar o clima organizacional?

Até aqui, você viu de forma detalhada aspectos importantes sobre o clima organizacional, como o conceito e o que considerar na hora de mantê-lo em desenvolvimento no negócio.

Agora, chegou a hora de conferir algumas dicas práticas para melhorar o clima organizacional da empresa. Vamos lá!

O bom trabalho deve ser reconhecido

O reconhecimento de um bom trabalho por meio de um sistema de recompensas — especialmente ao superar expectativas.

Essa é uma ação que não precisa de grandes investimentos. No entanto, quanto mais surpreendente for o sistema de reconhecimento e recompensas, maior será o empenho dos colaboradores para conquistá-los.

Junto a esse sentimento, a empresa eleva outros níveis, como de retenção de talentos. Afinal, todos vão querer fazer parte de uma cultura que beneficia boas ideias e bons resultados.

A sensação de dever cumprido, somado a satisfação promovida pelo reconhecimento melhoram o ambiente de trabalho e consequentemente, o clima organizacional.

Vida pessoal e profissional deve estar em equilíbrio

É preciso ter cuidado para que a satisfação com o ambiente de trabalho não crie workaholics — pessoas viciadas em trabalho.

Quem trabalha além da conta e ultrapassa os limites entre a vida pessoal e profissional podem sofrer ter problemas com a sobrecarga de trabalho, prejudicando a saúde mental e física.

Horários flexíveis, jornada remota, licença maternidade e paternidade estendida, e programas de bem-estar no trabalho são exemplos de ações que contribuem para que os colaboradores deem uma respirada em meio a rotina e evitem a síndrome de burnout.

Com o corpo e mente descansados, a tendência é que o ambiente de trabalho seja leve. 

Os conflitos devem ser gerenciados

Em todos os espaços de convivência humana existem conflitos — e não seria diferente no ambiente de trabalho.

Dentro de uma empresa, reúnem-se várias pessoas diferentes: histórias, crenças, estilos de vidas e opiniões divergentes se encontram dia após dia, seja em assuntos relacionados ao trabalho, seja em conversas sobre amenidades.

Organizações que buscam desenvolver um ambiente de trabalho tranquilo, onde os profissionais sintam-se em casa e a motivação, e o engajamento sejam os principais sentimentos buscados por meio das melhorias no clima organizacional, devem ter uma gestão de conflitos eficiente.

Faz parte desse processo:

  • comunicação transparente;
  • empatia e imparcialidade;
  • política de feedback;
  • regimento interno bem-construído, com regras claras.

Como fazer uma pesquisa de clima organizacional?

Considerando que a realização da pesquisa de clima organizacional é o ponto de partida para promover melhorias significativas no ambiente de trabalho, veja como estruturar uma boa pesquisa:

  • defina os principais objetivos com a pesquisa — o que a empresa busca com os questionamentos? Descobrir se os colaboradores estão felizes com a política de benefícios? Encontrar os principais incômodos com o ambiente de trabalho?
  • Escolha em que momentos a pesquisa será aplicada — as pesquisas podem ter vários objetivos e, por isso, pode ser necessário fazer várias aplicações, dividindo os assuntos e deixando um intervalo entre um questionário e outro;
  • defina o formato utilizado — papel e caneta, softwares especializados ou empresas terceirizadas são algumas das alternativas que podem ser adotadas para a realização de uma boa pesquisa;
  • certifique-se de que a análise de dados é eficiente — de nada adianta realizar uma pesquisa se o avaliador não vai saber interpretar os dados corretamente, o ideal é contar com especialistas no assunto para alcançar um resultado fiel;
  • envolva os colaboradores — seja transparente quanto aos objetivos da pesquisa e promova mudanças no dia a dia em relação ao clima organizacional, isso é importante para que os colaboradores saibam que suas percepções realmente são valorizadas pela empresa;
  • adote indicadores de desempenho — meça constantemente o resultado das ações relacionadas a gestão de gente, buscando não só avaliar a satisfação como também o desempenho das equipes após a mudança no cenário;
  • apresente os resultados — a transparência faz parte do clima organizacional positivo, portanto, deixe que os colaboradores estejam a par das opiniões dos colegas divulgando os resultados da pesquisa e expondo os planos da empresa para mudar os pontos críticos.

O clima organizacional é o reflexo da motivação dos colaboradores e reflete o quão saudável é a relação da empresa com os profissionais.

Quanto mais qualidade tiver o ambiente de trabalho e as estratégias de gestão de pessoas, quanto maior o apoio concedido aos times, melhor será o desempenho das equipes.

No final, tudo se reflete em ótimos resultados. Afinal, colaboradores felizes desejam ver a empresa crescer e em uma cultura saudável, crescem junto com ela.

Tudo faz parte de um ambiente de trabalho positivo e harmônico. Invista no clima organizacional se deseja ver o negócio decolar!

O conteúdo agregou valor para a sua vida profissional? Assine a nossa newsletter e receba novos materiais.

Webinar cultura organizacional na crise
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →