Pesquisa de clima organizacional: o que é e como aplicar


6 minutos de leitura
Quatro pessoas com um notebook executando uma pesquisa de clima organizacional

Um bom ambiente de trabalho é fundamental para que exista engajamento entre os colaboradores, além de índices satisfatórios de produtividade. Contudo, isso só se torna possível se o departamento de Recursos Humanos souber como realizar uma pesquisa de clima organizacional adequadamente.

Essa avaliação tem como finalidade mensurar o nível de satisfação da equipe de funcionários e a qualidade da relação corporativa. Além disso, ela permite que os gestores descubram pontos de melhoria, reduzam o índice de rotatividade e, é claro, otimizem os resultados.

Por isso, preparamos este conteúdo para que você entenda o que é uma pesquisa de clima organizacional, qual a importância dessa estratégia e como aplicá-la na empresa. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

Neste conteúdo você verá:

  • O que é pesquisa de clima organizacional?
  • Qual a importância da pesquisa de clima organizacional?
  • Como realizar uma pesquisa de clima organizacional?
  • Como mensurar os resultados de uma pesquisa organizacional?

O que é pesquisa de clima organizacional?

É um recurso utilizado pelas empresas — especificamente pelo RH — para identificar o índice de satisfação dos colaboradores em relação ao ambiente de trabalho, além de mapear os pontos positivos e negativos a partir da perspectiva dos funcionários.

Na maioria dos casos, a pesquisa de clima organizacional é feita por meio de um questionário, no entanto não há uma regra quanto a isso, já que as organizações modernas têm usado softwares e soluções tecnológicas para gestão de pessoas que, por sua vez, oferecem esse tipo de funcionalidade.

Por meio de uma pesquisa de clima organizacional é possível diagnosticar como os empregados se sentem, não somente sobre o relacionamento entre o colaborador e a companhia, mas também como andam as relações entre os próprios colegas de equipe.

Qual a importância da pesquisa de clima organizacional?

O objetivo principal de elaborar uma pesquisa de clima organizacional é identificar o nível de satisfação dos empregados em relação à empresa, como você pôde entender até aqui. Porém, existem diversos motivos pelos quais esse diagnóstico é indispensável para as organizações modernas..

Identificar pontos de melhoria

Existem diversas razões que levam uma empresa a ter baixa produtividade e diminuição no índice de vendas, sendo o clima do ambiente de trabalho um dos principais fatores que impactam nessas questões.

Não é preciso ser especialista para saber que um local de trabalho no qual os funcionários não se sintam bem afeta diretamente na produtividade da equipe como um todo. Um ambiente laboral tóxico é sinal de que existem muitos pontos que a empresa está falhando.

Por isso, um dos principais benefícios de pesquisa de clima organizacional é que essa ferramenta ajuda a identificar quais são esses aspectos, permitindo que o RH tome as medidas necessárias para reverter a situação.

Otimizar a comunicação

Uma equipe de colaboradores que se comunica bem pode fazer toda a diferença nos resultados da empresa. Afinal, os ativos humanos são a maior riqueza que uma companhia pode ter e, portanto, fazer com que eles saibam trabalhar como um time é fundamental para o sucesso dos negócios.

Na era da transformação digital, podemos contar com soluções tecnológicas que facilitam essa comunicação entre os colaboradores, mas não se trata apenas de disponibilizar os recursos para que o diálogo ocorra. É preciso incentivar o engajamento.

Elevar a motivação dos colaboradores

A atual geração de profissionais é muito mais exigente em relação às relações trabalhistas, pois sabe que tem voz ativa e opções no mercado, caso não sinta que a empresa atende às suas expectativas. Por isso, elevar a motivação dos colaboradores é uma das razões mais importantes para se analisar a satisfação do time de empregados.

Sendo assim, a partir dos pontos de melhoria levantados pelos funcionários em uma pesquisa de clima organizacional é possível transformar o ambiente de trabalho em um local muito mais saudável e motivador.

Reduzir a rotatividade de funcionários e absenteísmo

Em tempos de informação digitalizada e forte presença da tecnologia no mundo corporativo, o mercado é mais competitivo do que jamais foi e, por isso, é muito importante manter profissionais altamente qualificados na empresa.

Um bom salário nem sempre é o que pode fazer com que um colaborador permaneça na empresa. A transformação digital tem mostrado às pessoas que é possível almejar mais, e a atual geração de profissionais prioriza muitas outras questões além de dinheiro, como um ambiente de trabalho respeitoso, um plano de carreira e a experiência adquirida ao trabalhar na organização, por exemplo.

Dito isso, uma das razões pelas quais a pesquisa de clima organizacional é uma ferramenta indispensável é que ela ajuda a reduzir a rotatividade de funcionários e o absenteísmo, pois permite ao RH identificar os motivos que geram estresse e afetam a saúde e a qualidade de vida dos empregados, levando-os a procurar uma corporação mais humanizada.

Nova call to action

Como realizar uma pesquisa de clima organizacional?

Agora que você já sabe o que é pesquisa de clima organizacional e qual a sua importância, mostraremos algumas ações para colocar essa estratégia em prática na empresa. Veja a seguir.

Planeje

Planejamento é a base do sucesso de qualquer estratégia ou objetivo no mundo corporativo e, certamente, o primeiro passo para elaborar uma pesquisa que aponte todos os aspectos que a organização precisa melhorar para que possa proporcionar um ambiente de trabalho saudável.

Elabore um questionário com perguntas relevantes e coerentes

As perguntas que devem constar na pesquisa de clima organizacional devem ser diretas e alinhadas aos objetivos da empresa. Se a finalidade da estratégia é melhorar o engajamento da equipe, por exemplo, faça perguntas que tenham ligação com o tema, como:

  • se existem questões que incomodam os colaboradores em relação à equipe;
  • como anda o relacionamento com os colegas de trabalho;
  • quais pontos podem ser melhorados para que o ambiente de trabalho seja mais saudável.

É importante que o questionário tenha uma boa estrutura, já que a ideia é analisar o que os colaboradores pensam sobre a maneira como a empresa conduz as coisas. Por exemplo, se existem procedimentos e regras que limitam a execução do trabalho.

Outro ponto crucial a ser descoberto por meio da pesquisa de clima organizacional é se os funcionários sentem que têm liberdade e autonomia para realizar as suas funções, ou se sentem muito dependentes dos líderes.

Permita que as respostas sejam anônimas

Essa é uma questão não somente ética e humana, mas também lógica. Os funcionários jamais serão sinceros em relação às suas opiniões a respeito do ambiente de trabalho se elas não forem anônimas. Afinal, ninguém irá expor os pontos negativos da empresa se sentir que corre o risco de perder o emprego, concorda?

É fundamental que as respostas realmente sejam anônimas, até porque isso evita interpretações errôneas por parte dos gestores, isto é, que o departamento administrativo acabe permitindo que as suas atitudes sejam influenciadas por questões pessoais.

Como mensurar os resultados de uma pesquisa organizacional?

Como você pôde conferir até esse ponto do conteúdo, a pesquisa de clima organizacional tem a mesma função de um mapa. É a partir das informações levantadas por ela que o RH enxergará o que é preciso fazer para que os colaboradores se sintam mais acolhidos pela empresa e gerem melhores resultados.

Para isso, é fundamental saber mensurar os resultados obtidos. O primeiro passo, então, é compreender os dados gerados nos relatórios, pois são os indicadores necessários para melhorar a tomada de decisões.

Além disso, é preciso definir as prioridades. Ou seja, entre todos os pontos negativos levantados pela equipe, quais têm mais urgência em serem resolvidos para que surtam efeitos a curto prazo. Feito isso, o próximo passo é discutir os gargalos com os líderes e com o RH. Toda opinião sobre as causas de problemas é válida e deve levar a um resultado.

É crucial que um plano de ação seja elaborado com base em tudo que foi levantado até aqui. A responsabilidade deve ser delegada a um profissional específico, assim como os recursos alocados para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Caso contrário, de nada adiantou todos os esforços e recursos investidos na pesquisa de clima organizacional. Se preciso for, monte um time multidisciplinar para que o projeto seja tocado de forma produtiva e eficiente.

Por fim, aplique uma boa métrica para mensurar os resultados, como o ciclo PDCA, que pode ser executado a partir das seguintes etapas:

  • planejamento — crie um plano com objetivos e estratégias pertinentes às metas da empresa; 
  • execução — coloque em prática tudo o que foi previsto; 
  • checagem — verifique se o processo levou aos resultados esperados; 
  • ação — levante todos os gargalos e pontos de possíveis melhorias, além das questões que podem ser padronizadas e para que as expectativas do plano sejam alinhadas ao ambiente de trabalho.

Como você pôde contemplar neste conteúdo, a pesquisa de clima organizacional é uma das métricas mais importantes que o departamento de Recursos Humanos deve aplicar periodicamente, pois contribui com a redução do turnover na empresa, ajuda a reter os melhores talentos do mercado e ajuda a melhorar o engajamento entre a equipe. Assim, o aumento da produtividade será uma consequência natural, gerando mais resultados positivos para o negócio.

Webinar cultura organizacional na crise
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →