Endomarketing: o que é, ações, exemplos e 8 estratégias

Endomarketing é uma estratégia de marketing institucional focada aos colaboradores de uma empresa. O endomarketing, ou Marketing Interno, busca melhorar o employer branding, reduzir o turnover e aumentar a satisfação por meio de ações internas.


11 minutos de leitura
Endomarketing: o que é, ações e exemplos para sua empresa

Quando uma empresa quer conquistar e fidelizar clientes externos, ela investe em marketing. Quando ela entende a importância de fazer o mesmo com os clientes internos – ou seja, os colaboradores –, ela passa a investir em endomarketing.

O capital humano é um dos ativos mais importantes na corrida pela competitividade. Um time engajado e comprometido é capaz de gerar resultados além do esperado. Muitas pessoas pensam que comemorar o aniversariante do mês e colocar recados na cozinha é o suficiente para uma estratégia de endomarketing bem-feita.

Sentimos por avisar que esse é um engano. O endomarketing é muito mais que isso! Para que você fique por dentro do assunto, este artigo revela:

  • o que é endomarketing;
  • exemplos de endomarketing;
  • ações de endomarketing nas empresas;
  • comunicação interna e endomarketing;
  • como elaborar um plano de endomarketing;
  • 8 estratégias de endomarketing para a sua empresa;
  • benefícios de sua aplicação.

Preparado para saber mais sobre o assunto ? Então, vamos lá!

O que é endomarketing?

O endomarketing, também chamado de marketing interno, é uma estratégia de marketing focada no capital humano de uma empresa. A base do endomarketing é o relacionamento. Quando uma organização decide estabelecer uma relação saudável com seus colaboradores, ela está melhorando sua imagem e facilitando a fidelização desse público com o negócio.

Quando o público interno foi fidelizado, significa que a companhia estabeleceu uma forte marca empregadora e alcançou a retenção de talentos, elementos cruciais para o sucesso em um mercado tão competitivo.

Exemplos de endomarketing

Partindo do princípio de que um dos objetivos do endomarketing é fazer com que os colaboradores se sintam parte da empresa, são exemplos de ações:

  • treinamentos e capacitações;
  • incentivos ao diálogo e à troca de experiências;
  • eventos corporativos voltados aos colaboradores;
  • valorização do desempenho individual e coletivo;
  • melhorias nos processos de comunicação interna.

Ações de endomarketing nas empresas 

As ações de endomarketing nas empresas tem como objetivo aumentar a satisfação e engajamento dos colaboradores com a organização. Essas ações ajudam a melhorar a cultura organizacional, reduzir o turnover e otimizar os resultados da empresa. 

Grandes empresas nos ensinam muito sobre criatividade e inovação na hora de planejar as estratégias de endomarketing.

1. Coca-Cola

Em 2016, a Coca-Cola elaborou uma série de estratégias de endomarketing para envolver o time de 66 mil pessoas que trabalham nas sedes brasileiras com as Olimpíadas, porque a empresa seria uma das patrocinadoras do evento.

Algumas das iniciativas foram:

O andar olímpico, que  consistia em um espaço temático e lúdico, que além de lembrar os Jogos Olímpicos e aproximar os colaboradores de um evento tão importante para a marca, também trazia os valores da cultura da empresa. Então, além de ser um espaço de descontração para ajudar a unir o time, também aproximou os colaboradores desse evento tão importante e reforçou a ideia de que todos faziam parte disso.   

coca1

Fotos com a tocha olímpica. Um cenário foi montado com a réplica da tocha olímpica e os funcionários puderam tirar fotos como se estivessem participando de uma prova de revezamento. 

Papos com atletas profissionais. O projeto trouxe atletas para contarem um pouco de sua trajetória, em um papo interativo, onde os participantes podiam fazer perguntas e interagir com o convidado, além disso, também foram oferecidos brindes e sessão de fotos. 

2. Toyota

As iniciativas de endomarketing da Toyota consistem em sempre dar voz aos funcionários e construir uma cultura forte a cada novo colaborador contratado pela empresa. 

Quando um novo funcionário é contratado são feitos diversos treinamentos que vão desde os valores e a cultura da Toyota até o funcionamento do processo de produção da empresa, para que o colaborador conheça a organização a fundo e construa um senso de pertencimento. 

Além disso, os colaboradores são livres para trazer novas ideias e dar sugestões e, em muitos casos, elas são colocadas em prática. Também são oferecidas palestras, workshops, incentivos e diversos treinamentos todos os anos.   

3. Fiat 

A FIAT é um outro exemplo disso. Você sabia que a empresa permite que os colaboradores sejam os primeiros a fazer um test drive nos modelos que ainda serão lançados no mercado? Essa iniciativa está relacionada a um valor defendido pela empresa que consiste em tratar os clientes internos, ou seja, os funcionários, da mesma forma e dando a mesma importância que seria dada a um cliente externo. 

Outro fator que chama a atenção é a praticidade e estruturação da comunicação interna. A empresa possui uma ferramenta específica que centraliza informações relevantes para todos os funcionários e também oferece um canal aberto de comunicação entre os empregados e a liderança, onde os funcionários podem falar diretamente com a diretoria. 

4. Golden Cross

Outro exemplo é a operadora de planos de saúde Golden Cross, que também foi além e já destinou mais de 750 mil reais para o marketing interno.

As propostas de premiação incluem compra e reforma da casa própria, eletrodomésticos e outros artigos para casa – tudo para bonificar os melhores vendedores da empresa. A empresa garante que teve uma melhora expressiva nos resultados com a ação.

Comunicação interna e endomarketing

Antes de diferenciar os termos “endomarketing” e “comunicação interna”, é importante refletirmos sobre suas origens. O primeiro está relacionado ao marketing, enquanto o segundo refere-se à comunicação, e os dois termos não são sinônimos. Portanto, comunicação interna e endomarketing são áreas diferentes. 

Marketing, de modo geral, está relacionado a uma série de estratégias que visam atender às demandas do mercado e estabelecer uma relação benéfica entre empresa e cliente. Ou seja, está relacionado a uma visão macro e estratégica dos negócios. 

Já a comunicação, resumidamente, é a troca de informações entre duas ou mais partes onde, na maioria das vezes, há a tentativa de propagar uma mensagem. Ou seja, o termo advém de uma área que pode ser utilizada pelo marketing como uma ferramenta que auxilia na estratégia, mas ela é mais específica e voltada para uma relação direta com o cliente. 

Então, o endomarketing é uma estratégia que visa entender como a relação entre a empresa e os colaboradores pode ser melhorada, tanto para o funcionário se beneficiar quanto a empresa. Por outro lado, a comunicação interna é responsável por elaborar quais são as melhores formas de apresentar para os colaboradores as iniciativas advindas do endomarketing.

Como elaborar um plano de endomarketing?

Geralmente, quem trabalha com gestão de pessoas costuma ser bastante criativo quando o assunto é ações voltadas para o público interno. Contudo, a criatividade não é garantia de que as ações serão um sucesso. É necessário respeitar o perfil do público interno e a cultura organizacional.

Para que você acerte no programa de endomarketing, separamos 7 dicas que prometem trazer mais eficiência na aplicação. Confira!

1. Atenda às expectativas da equipe

Uma vez que o endomarketing baseia-se no relacionamento entre a empresa e o capital humano, é importante que haja confiança. A confiança é um dos elementos principais em qualquer relação de sucesso. Por isso, tome cuidado para que a empresa prometa apenas o que pode cumprir.

Se os programas de marketing interno vão envolver recompensas e bônus, tenha cuidado para atingir as expectativas. Por exemplo, se a empresa vai fazer um sorteio na festa de final de ano, não estimule a imaginação das equipes com anúncios grandiosos. Deixe nítido o que será sorteado.

2. Entenda seu público-alvo

Outro fator que deve ser considerado antes da elaboração de um plano de endomarketing é entender quem é o seu público-alvo, ou seja, conhecer a fundo quem são os funcionários da organização. É importante levantar a quantidade de colaboradores na empresa, quais são suas características profissionais e outros atributos que podem ajudar a entender melhor esse público. Quanto mais informações levantadas a respeito dos colaboradores, mais interessante para uma análise completa.

3. Avalie a cultura organizacional

Em síntese, a cultura organizacional de uma empresa significa o conjunto de valores, crenças, posicionamentos, objetivos e regras de conduta adotadas por essa organização. É de extrema importância que os colaboradores sejam envolvidos nessa atmosfera, e que as estratégias de endomarketing respeitem essa cultura.

Além disso, uma ótima forma de entender quais são os pontos de melhoria para tornar o ambiente interno mais agradável para os funcionários é entender a percepção em relação à cultura organizacional.

Essa avaliação ajuda a analisar onde a empresa pode melhorar, como é a relação entre os funcionários, se há colaboração entre equipes, entre diversos outros fatores que podem ser levantados para entender como estão funcionando as dinâmicas corporativas.

As ações de marketing interno também servem para manter os profissionais integrados a esses princípios e contribuem para que se identifiquem com os propósitos da empresa. Despertar esse senso de pertencimento é fundamental para que o público interno compre essa proposta e coloque tudo isso em prática.

4. Descubra o que os colaboradores esperam da empresa

Se as estratégias de endomarketing são voltadas ao público interno, deixe que os próprios colaboradores revelem o que os mantêm motivados e engajados ao negócio. Pergunte, pesquise, converse, escute o que é declarado abertamente e saiba ouvir nas entrelinhas.

Você pode descobrir que as motivações do seu time são muito mais simples do que parece e, assim, acertar em cheio nas escolhas para um marketing interno de sucesso.

5. Trace objetivos

Depois de entender as características do público e como está a cultura organizacional é importante saber qual é o objetivo do seu plano de endomarketing. 

A partir das primeiras avaliações, é provável que você já tenha levantado alguns problemas a serem resolvidos para melhorar o engajamento dos funcionários com a empresa. A partir dessas problemáticas, é possível pensar em alguns objetivos que visem resolver essas questões. 

Os objetivos devem ser definidos juntamente com metas, porque além do que você quer alcançar com aquele planejamento de marketing interno, também é essencial planejar de que forma esses objetivos serão mensurados. Ou seja, quais serão os indicadores utilizados para verificar se as ações planejadas foram bem-sucedidas?

6. Execute 

Depois de pensar no que você busca com essa estratégia e como alcançar esses objetivos, é a hora de colocar tudo em prática!

Quais canais serão utilizados? Qual a melhor forma de comunicar essa mensagem para os funcionários? Como será feita a distribuição da ação?

Essas e outras perguntas podem aparecer nesse momento, mas as respostas serão diversas, e essa é a hora para testar e avaliar o que funciona melhor para o seu negócio. Diante disso, a comunicação interna aparece como principal aliada do endomarketing, pois irá ajudar a pensar na melhor forma de comunicar as ações para os funcionários.

7. Meça os resultados

Como qualquer estratégia, os resultados promovidos pelo endomarketing também devem ser medidos. Só assim a empresa pode saber se está acertando nas escolhas e garantindo seus benefícios.

A avaliação também dá oportunidade para modificar o que não está dando certo antes de levar prejuízo. Ou seja, você pode achar que mandou bem organizando eventos periódicos para os colaboradores, mas, quando calcula os índices de turnover dos últimos 6 meses, vê que nada mudou.

Por isso, é muito importante aderir aos indicadores de desempenho na rotina da empresa. Em relação às estratégias voltadas para gestão de gente, as principais são:

8 estratégias de endomarketing para a sua empresa

1. Benefícios para os funcionários 

Os benefícios são o ponto de partida para a satisfação dos colaboradores, pois, muitas vezes, podem ser os responsáveis por chamar a atenção dos melhores profissionais do mercado, ajudando na atração de talentos e sendo a base para o bem-estar e reconhecimento do profissional.

Os benefícios podem ir além do básico vale-transporte, vale refeição e plano de saúde. Existem diversas outras possibilidades que podem ajudar a aumentar o bem-estar dos empregados e fortalecer ainda mais o seu employer branding. Benefícios como auxílio academia, horário flexível e home office são apenas alguns exemplos que podem ser oferecidos e que fazem parte de uma estrutura forte de endomarketing.

2. Comunicação interna

Uma comunicação eficiente é de grande relevância para o sucesso do negócio, pois sem ela podem haver conflitos e desentendimentos entre os times, confusão em relação a processos e entregas, atrasos no recebimento de informações importantes, entre vários outros problemas que podem surgir de uma comunicação interna ineficaz. 

Dessa forma, a comunicação interna serve como um canal para manter o alinhamento dentro de toda a empresa, para que todos os funcionários entendam o que está acontecendo em níveis macro e micro, assegurar a harmonia dentro das equipes, facilitar o acesso a informações, comunicar campanhas e ações relevantes, entre outros benefícios. 

Quanto mais a empresa aumenta a quantidade de funcionários, maior a complexidade de manter uma boa comunicação interna e alinhamento entre todos os colaboradores. Portanto, os desafios desse canal são crescentes e cada vez mais estratégicos conforme o crescimento da empresa. 

3. Treinamento e desenvolvimento 

Os desafios apresentados pelas empresas são cada vez maiores de acordo com o crescimento da organização. Sendo assim, os funcionários também precisam acompanhar essas mudanças ou até mesmo, serem os precursores de tais mudanças. 

Os treinamentos permitem que os empregados se mantenham atualizados e aprendam novas habilidades para que possam melhorar processos de trabalho, tenham mais criatividade, complexifiquem suas funções, entre diversos outros benefícios que a atualização profissional pode trazer. 

Já o desenvolvimento está relacionado ao preparo desses profissionais para o futuro da organização e também ajuda a manter o profissional e a empresa alinhados. Esses processos de capacitação auxiliam no engajamento do colaborador em sua função, ao mesmo tempo que auxilia em seu crescimento pessoal e profissional.     

4. Plano de carreira 

Ter um plano de carreira estruturado ajuda a dar transparência e segurança para os funcionários em relação ao futuro profissional de cada um. Além disso, também proporciona uma perspectiva de crescimento que pode auxiliar no engajamento com a companhia, pois a empresa se mostra preocupada com o crescimento profissional e valorização de seus funcionários.

5. Clima organizacional 

Se o ambiente corporativo é nocivo à saúde mental do colaborador, a imagem do empregador pode ser altamente prejudicada, independentemente de outras vantagens de trabalhar na empresa. 

Portanto, o clima organizacional deve ser constantemente analisada e reavaliada para que haja harmonia entre as equipes, porque um ambiente de trabalho agradável desempenha um papel fundamental no bem-estar dos funcionários.

6. Eventos de integração  

Os eventos de integração podem ajudar a aumentar o senso de pertencimento entre os funcionários, além de colaborar também com a cultura organizacional, pois quando os indivíduos se sentem mais pertencentes, o ambiente de trabalho acaba se tornando mais agradável.  

Happy hours, dias temáticos, festas de fim de ano, são apenas alguns exemplos de eventos que podem ajudar a integrar os funcionários e gerar um senso de pertencimento e colaboração.

7. Pesquisa de satisfação 

A pesquisa de satisfação serve tanto para acompanhar os efeitos das ações de endomarketing quanto para encontrar os problemas e pontos de melhoria, portanto ela é indispensável para ajudar a traçar planos e estratégias de endomarketing. 

8. Reconhecimento ao colaborador

Além dos itens citados anteriormente, o reconhecimento ao colaborador ajuda ainda mais em sua satisfação, porque ele se sente valorizado diretamente ao ser reconhecido. 

O reconhecimento pode vir através de elogios durante as reuniões de times ou durante reuniões one-on-one, pode ser por meio de uma promoção, as formas podem variar, mas é de extrema relevância para a valorização dos funcionários.

Benefícios de sua aplicação

Quando a empresa investe em estratégias de endomarketing bem-elaboradas, ela solidifica seu negócio até mesmo nos cenários mais competitivos. Isso porque sua aplicação traz diversos benefícios. Merecem destaque:

  • a satisfação dos colaboradores com a empresa;
  • a redução da rotatividade;
  • a otimização da motivação;
  • as melhorias na qualidade de vida no trabalho e no clima organizacional.

Quando você cria estratégias de marketing, está vendendo o produto e os serviços da empresa. Quando investe em endomarketing, está vendendo as metas, os objetivos e a cultura organizacional para a equipe.

E aí, sua empresa já faz esse investimento? Então, conta para gente, aqui nos comentários, quais são as ações de endomarketing adotadas pela sua empresa!

New Call-to-action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →