Treinamento NR: o que é qual a importância das normas regulamentadoras

O treinamento NR ou treinamentos normativos obrigatórios são capacitações corporativas exigidas por lei que variam conforme o segmento da empresa. NR significa Normas Regulamentadoras - padronizadas pelo Ministério do Trabalho para auxiliar no exercício de funções ou atividades em segurança.

O treinamento NR é obrigatório para todas as organizações, e depende do nicho de mercado que a empresa está inserida. No entanto, como engajar os colaboradores nesse tipo de capacitação? Descubra neste conteúdo!

O treinamento de normas regulamentadoras está presente na rotina de todas as organizações e, sendo determinado pela legislação nacional, tais capacitações são imprescindíveis para o funcionamento adequado.

Uma vez que se investe nesta aprendizagem, torna-se possível desenvolver os colaboradores e prepará-los para agirem da maneira correta frente às situações de risco no ambiente de trabalho.

Assim, uma empresa que realiza esse tipo de treinamento não apenas garante sua eficiência no mercado, como também preserva seus talentos e a integridade de cada um.

Treinamento NR: o que é?

Os treinamentos normativos obrigatórios, também conhecidos como treinamento NR, são capacitações corporativas exigidas por lei e dependem do nicho de mercado que cada organização está inserida.

Eles servem para preparar os colaboradores a reconhecerem, avaliarem e controlarem os riscos presentes no ambiente de trabalho que atuam, evitando quaisquer acidentes que possam ocorrer nas dependências da empresa.

Para garantir que as organizações estejam proporcionando essas capacitações para os talentos, há fiscais responsáveis por realizar visitas periódicas aos estabelecimentos e assegurar o cumprimento da lei.

Por outro lado, caso a organização não proporcione estes treinamentos para as equipes, há punições que são aplicadas para o negócio e, em casos mais graves, é solicitado o encerramento das atividades empresariais da companhia.

Ojetivo, importância e exemplos de normas regulamentadoras

O objetivo das normas regulamentadoras é conscientizar os colaboradores e ensiná-los a prevenir possíveis doenças, acidentes ou mortes em seu local de trabalho, ensinando os riscos e como contorná-los da maneira devida.

Atualmente, existem 37 normas regulamentadoras circulando no mercado, mas apenas 3 delas são obrigatórias para todas as organizações:

  • NR 1 - Disposições Gerais: mostra aos talentos todos os riscos que existem no ambiente em que trabalham, assim como torna clara as medidas de prevenção de acidentes e doenças nesse ambiente;
  • NR 5 - CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes): salienta a constituição de CIPA, sendo essencial para organizações com mais de 20 colaboradores;
  • NR 7 - PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional): ressalta a necessidade de haver treinamento de primeiros socorros anualmente para os talentos da empresa.

Um bom exemplo de treinamento de NR são aqueles voltados para a segurança do trabalho, as quais também são relacionadas à Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT).

As demais normas dependem do nicho de mercado que sua organização ocupa. Sendo assim, é necessário reconhecer quais são as normas que se enquadram na modalidade da sua empresa, e cumprir de acordo com a lei.

[CTA MEIO DE BLOG] Material - Infográfico Tipos de Treinamento Corporativo

Treinamentos obrigatórios: 4 contribuições da gamificação para engajar colaboradores

Os treinamentos obrigatórios, segundo a norma regulamentadora, devem acontecer em todas as empresas. No entanto, ainda há dificuldades em relação ao engajamento dos colaboradores durante as capacitações corporativas.

Pensando nisso, a gamificação surge como uma solução eficiente porque aplica diversas técnicas que otimizam a experiência do talento na aprendizagem, agregando diversos resultados positivos nos resultados empresariais.

Acompanhe alguns exemplos de contribuições que a gamificação nas empresas entrega para motivar e despertar o interesse dos talentos em participar dessa ação tão relevante para a segurança no ambiente de trabalho.

1. Metas claras 

Assim como os jogos comuns, a gamificação ressalta metas claras para que os colaboradores alcancem os resultados esperados. Por exemplo, no xadrez é necessário encurralar o rei oponente e no dominó é preciso descartar todas as peças. 

Então, quando há uma meta bem definida, é mais simples direcionar os talentos na aprendizagem porque reconhecem quais são os caminhos que devem percorrer para atingir os resultados esperados, inclusive em treinamentos obrigatórios. 

2. Feedback instantâneo 

Outra contribuição bastante relevante da gamificação é a possibilidade do feedback instantâneo aos participantes, tanto na questão de coletar dados de cada colaborador quanto em questão de repassar informações para eles. 

Por exemplo, com a plataforma certa para treinamentos corporativos, os gestores e a liderança corporativa conseguem acompanhar o desenvolvimento dos talentos à medida em que avançam nos conteúdos. 

Com isso, analisam as competências dos participantes de maneira individual através da plataforma e realizam observações para cada um, seja para ajustar suas ações, reforçar os acertos ou corrigir equívocos. 

Inclusive, por meio do acompanhamento constante do desenvolvimento dos colaboradores, também é possível determinar se há lacunas de conhecimento que devem ser preenchidas por novas capacitações.

3. Sistema de recompensas 

Nova call to action

Apesar de metas claras e feedbacks instantâneos serem capazes de estimular os participantes de treinamento NR, a gamificação agrega outra contribuição relevante para o engajamento: o sistema de recompensas.

Por meio desse sistema, os colaboradores se sentem mais motivados em realizar as capacitações obrigatórias e conquistarem as premiações propostas pela empresa.

No entanto, é válido ressaltarmos que determinar uma recompensa única para todos pode não ser tão conveniente. O mais indicado é conhecer quem são os seus colaboradores e quais são seus perfis comportamentais.

É possível realizar essa análise por meio dos arquétipos de Bartles ou através de um teste de perfil, por exemplo. Então é descoberto quais são as melhores recompensas para cada um. Acesse nosso e-book e facilite a identificação.

4. Plataforma gamificada 

O último apontamento em relação às contribuições da gamificação é a essencialidade de contratar uma plataforma gamificada eficiente para proporcionar os treinamentos obrigatórios da sua empresa, principalmente se há uma equipe extensa.

A melhor opção de plataforma é aquela que carrega os elementos de gamificação e entrega a chance dos talentos se capacitarem à distância, conseguindo combinar a rotina de trabalho com a aprendizagem remota.

Para isso, a Niduu by Gupy é a solução em plataforma de treinamento mais indicada para a sua organização e que atende todas as contribuições citadas anteriormente.

Ela é uma especialista em treinamentos corporativos gamificados com microlearning e mobile learing, sabendo gerar engajamento simultâneo à aprendizagem, e permitindo que se capacitem em qualquer hora e local que estiverem.

Inclusive, ela também estrutura o treinamento respeitando as necessidades da sua empresa, entregando conteúdos e materiais em diversos formatos e altamente engajantes e atrativos para os participantes.

Assim como também permite que novos módulos de conhecimento sejam inseridos em prol do desenvolvimento da sua equipe. Então se você busca uma plataforma de Educação Corporativa, conheça nossas soluções completas e solicite uma demonstração gratuita aqui.

Imagem com o texto: "Niduu by Gupy/Educação corporativa: Transforme seus treinamentos em resultados"

Compartilhe

Receba conteúdos de RH e DP

Compartilhe

Link Copiado! :)