Conheça 4 testes psicológicos para seleção de novos talentos

Com a concorrência acirrada no mercado de trabalho, encontrar o talento ideal para preencher uma vaga está cada vez mais difícil para os profissionais de Recursos Humanos.

Para driblar esse cenário, as empresas estão investindo em processos seletivos mais estratégicos, voltados para a seleção de profissionais mais aderentes à cultura organizacional e com resultados satisfatórios nos testes psicológicos para seleção.

Dessa forma, a organização contrata perfis comportamentais adequados e oferece treinamentos de acordo com a função de cada profissional. Esse método favorece a motivação, o engajamento e a retenção dos colaboradores, ocasionando redução de custos com a rotatividade e maior produtividade corporativa.

Se você se interessou pelo assunto e deseja implantar testes psicológicos para seleção dos novos talentos da companhia, neste post vamos apresentar os mais utilizados e ajudá-lo a escolher o adequado à sua empresa. Confira!

 

1. Teste AC (atenção concentrada)

Como o próprio nome diz, esse teste serve para medir a capacidade de concentração e foco dos profissionais.

Indicada para cargos que exigem maior concentração na organização, a avaliação pode ser aplicada individualmente ou em grupo, em que o candidato recebe uma folha com modelos de triângulos que devem ser encontrados na folha de resposta.

2. Wartegg

Conhecido como teste de investigação de personalidade, são 8 quadrados com traços que devem ser completados de acordo com o que vier na cabeça do candidato.

A análise dos desenhos é capaz de identificar os seguintes pontos em um indivíduo: autoestima, afetividade, objetivos, angústia, energia, criatividade, sensibilidade e sociabilidade.

3. Teste G36

Chamado de avaliação não verbal, esse método analisa as competências intelectuais pertencentes ao ser humano, podendo ser aplicado para cargos de todos os níveis.

Composto por 36 questões de múltipla escolha, respeitando uma sequência em ordem crescente de dificuldade, deverão ser respondidas em 30 minutos, em que serão descobertas as múltiplas inteligências do candidato.

O interessante nesse teste é que ele pode fazer parte do cronograma do RH e ser utilizado para avaliar todos os funcionários da empresa, pois essa avaliação se altera de acordo com o momento de vida da pessoa. É um ótimo documento para complementar a avaliação de desempenho dos talentos.

4. Teste de administração do tempo (ADT)

Essa avaliação é uma análise de como o profissional administra seu tempo, inclusive sob pressão. Formado por um conjunto de 96 perguntas, divididas em 16 áreas, esse teste também pode ser aplicado por meio de dinâmicas de grupo, sendo possível avaliar a interação do profissional com os demais concorrentes à vaga. Muito utilizado para recrutamentos de trainees e estagiários.

Esses são alguns dos testes mais aplicados em processos de recrutamento e seleção, mas cada empresa tem sua particularidade. Cabe ao profissional de Recursos Humanos avaliar os que mais se encaixam de acordo com o perfil da vaga e cultura organizacional.

Vale lembrar que os testes psicológicos para seleção devem ser administrados em local adequado, proporcionando um clima favorável à tranquilidade dos candidatos. Eles precisam se sentir confortáveis, mesmo com toda a ansiedade que um processo avaliativo pode causar, para que o ambiente externo não impacte nos resultados e altere a percepção do avaliador.

Se este artigo ajudou você a escolher a melhor avaliação psicológica para a seleção de novos colaboradores da empresa, siga nosso Facebook e LinkedIn e acompanhe muitas outras dicas disponíveis!

New Call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

HR4results: Participe do maior evento de inovação no RH
New call-to-action
Diagnóstico de recrutamento e seleção: Descubra e melhores a maturidade dos seus processos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Gabrielle Armbrust | GUPY

Gabrielle Armbrust | GUPY

Formada em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda pela ESPM, é Especialista de Marketing Digital da Gupy, onde se tornou apaixonada por RH. Tendo morado nos EUA, Argentina e Inglaterra, Gabrielle tem experiência com diversidade e pessoas, por isso busca com a Gupy ajudar a colocar gente certa, no lugar certo.