Tudo o que você deve saber sobre perfil do candidato

O mapeamento de perfil do candidato é mais uma das ferramentas que o RH vem utilizando a fim de garantir a formação mais acertada de equipes, que sejam capazes de atender as necessidades técnicas e comportamentais da empresa.

Por meio desse mapeamento, é possível entender quais são as habilidades do grupo de funcionários e melhorar a gestão de pessoas, direcionando essas competências da maneira mais proveitosa.

Neste post, vamos explicar melhor o conceito, suas vantagens e como aplicá-lo. Se você tem interesse pelo assunto, continue a leitura!

O que é mapeamento de perfil?

O mapeamento de perfil possibilita a compreensão das habilidades emocionais dos profissionais, incluindo as motivações, preferências e limitações de cada um.

Trata-se de uma avaliação, geralmente feita por meio de um questionário, que pretende identificar as competências dos colaboradores ou candidatos a uma vaga, agrupando essas pessoas da maneira que a empresa julgar mais favorável para os seus objetivos.

O mapeamento melhora os processos de recrutamento e seleção, tornando a contratação mais alinhada com as necessidades da empresa.

Qual a sua importância?

Com o mapeamento, a empresa consegue ter uma visão muito mais clara de todos os talentos que estão à disposição. De posse desses dados, é possível montar equipes de alta performance, com membros que se interliguem e consigam desenvolver as características necessárias para a realização de um bom trabalho.

Dentre os efeitos que o mapeamento traz, podemos destacar:

  • Comparação do perfil do candidato ao desejado para a vaga;
  • Melhora da gestão de equipes;
  • Possibilidade de encaminhar o profissional a um cargo que se encaixe melhor com o seu perfil;
  • Queda do índice de turnover.

Como fazer o mapeamento de perfil?

O mapeamento é realizado a partir de testes com questionários que permitem a identificação dos perfis profissional e comportamental do candidato.

É necessário que o mapeamento seja capaz de identificar algumas características importantes que influenciem no desempenho do colaborador.

A aplicação do mapeamento é feita em três fases: observação, aplicação de questionários e mensuração de resultados. Algumas empresas usam softwares de recrutamento e seleção para ajudar na aplicação e mensuração desses testes.

Um dos métodos mais eficientes para aplicação no recrutamento e seleção é o Big Five, que identifica características ligadas à extroversão, prestatividade, organização, originalidade, entre outros.

Algumas empresas também aproveitam a inteligência artificial, fazendo um ranqueamento dos candidatos, o que permite um mapeamento mais direcionado e acertado.

Estudos de caso e apresentações também são excelentes ferramentas para a avaliação dos colaboradores e dos candidatos a uma vaga.

No entanto, para que funcionem, é necessária a presença de pessoas especializadas, capazes de observar e analisar os participantes de maneira objetiva, baseando-se em um profundo conhecimento teórico e experiência no assunto.

Além disso, a avaliação feita apenas por gestores ou RH interno pode ficar contaminada, afinal, quando se trata de funcionários já contratados essas pessoas são conhecidas e podem influenciar, mesmo que de maneira não intencional, os resultados da análise.

Quando a empresa pode aplicar o mapeamento de perfil?

Os mapeamentos podem ser feitos com diversos objetivos, atuando como ferramenta essencial para a melhoria de processos e ajudando a realizar uma melhor avaliação, seja de funcionários já contratados ou de pessoas que querem trabalhar na empresa.

Podemos destacar as seguintes aplicações:

Recrutamento

Entender os perfis dos candidatos vai ajudar a selecionar os profissionais mais adequados para a organização, resultando em um recrutamento mais direcionado e preciso.

Durante o recrutamento e seleção, a organização aproveita todos os testes aplicados para fazer um mapeamento de perfil muito mais preciso, identificando se o funcionário vai conseguir se adequar à empresa e tem as competências necessárias para realizar o trabalho com excelência.

Planejamento

Ao entender melhor qual o capital humano disponível na empresa, é possível planejar melhor as equipes, estruturar planos de carreira e pensar em como esses times podem atuar para que a empresa alcance suas metas.

Integração do grupo

O mapeamento pode ser aplicado para identificar os perfis dos colaboradores e promover uma melhor integração, ajudando a construir um clima organizacional positivo e a tornar as equipes mais coesas e produtivas.

Autorreflexão

Ao responder o questionário de mapeamento, os funcionários conseguem pensar melhor a respeito do seu comportamento como profissionais e ter insights sobre como oferecer uma performance mais interessante e que vá ao encontro das expectativas da corporação.

Quais são as vantagens dessa prática?

A empresa que decide incorporar o mapeamento de perfis na sua rotina de recrutamento e de gestão de pessoas consegue melhorar diversos aspectos internos. São eles:

Redução da rotatividade

As altas taxas de rotatividade impactam diretamente as finanças, a produtividade e o employer branding da organização. Ao identificar o perfil dos candidatos a uma vaga, é possível fazer contratações melhores e diminuir consideravelmente esse problema.

Melhorar a integração

A integração dos funcionários é outro processo custoso e que pode ser decisivo para a permanência do colaborador na empresa. É importante entender se o novo colaborador tem o perfil adequado para conseguir estabelecer um bom relacionamento com os colegas e ter as habilidades necessárias para trabalhar na sua empresa, como proatividade, cooperação, senso de equipe etc.

Favorecer os treinamentos

Um treinamento eficiente parte dos pontos mais fracos dos colaboradores. Em outras palavras, é preciso compreender quais habilidades devem ser desenvolvidas para que elas possam ser trabalhadas em prol dos objetivos da organização.

O mapeamento de perfil vai dar uma visão muito mais clara dos talentos à disposição, permitindo que os treinamentos sejam muito mais focados e tragam resultados melhores.

Construção do employer branding

Todas as iniciativas voltadas para melhorar as contratações e as condições de trabalho contribuem para um employer branding cada vez mais positivo. Com menor índice de rotatividade e clima organizacional favorável, a imagem da empresa como marca empregadora é favorecida, o que ajuda a atrair talentos mais bem preparados.

Conhecendo o que é o mapeamento de perfil, sabendo para o que serve e como implantá-lo na sua empresa, você vai alcançar excelentes resultados e pavimentar o crescimento organizacional lado a lado com o desenvolvimento de cada colaborador.

Gostou do artigo e quer melhorar o recrutamento e seleção na sua empresa? Baixe agora a planilha que preparamos para a triagem de candidatos e veja como ela pode te ajudar!

Banner do Software de Recrutamento e Seleção da Gupy, com a chamada: "Competências, etapas, testes, vídeo: todas as ferramentas de avaliação em um único lugar!" e o botão "Saiba mais!"

Inscreva-se na nossa Newsletter

HR4results: Participe do maior evento de inovação no RH
New call-to-action
Diagnóstico de recrutamento e seleção: Descubra e melhores a maturidade dos seus processos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Bruna Guimarães | GUPY

Bruna Guimarães | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela UFRRJ e com MBA executivo pela Coppead UFRJ, é COO & Co-founder da GUPY. Bruna é especialista em recrutamento e seleção e entende com profundidade as dores dessa área. Construiu sua carreira em uma grande multinacional onde era responsável pelo recrutamento de toda a organização através da sua paixão por RH, pessoas e foco em resultado.