5 maneiras para identificar a ética de candidatos no recrutamento

Realizar contratações assertivas é uma das mais importantes e difíceis tarefas de um recrutador. Além das exigências técnicas e habilidades interpessoais, é fundamental durante o recrutamento que o candidato apresente uma ética adequada e valores compatíveis com a empresa.

Tratar da gestão da ética nas organizações é fundamental nos processos de recrutamento. “Não há organização ética ou antiética, ou ainda, classificação de que uma determinada sociedade é moral ou amoral”, afirma Renato Santos, Gerente Executivo da  ICTS Protiviti, empresa global de consultoria e serviços especializada em Gestão de Riscos, Auditoria Interna, Ética, Compliance e Segurança.

Mas, como um recrutador pode se certificar que o candidato é realmente honesto? Separamos neste artigo 5 maneiras para reconhecer a ética de um candidato durante o processo seletivo. Confira!

1. Verifique referências

Uma maneira eficiente de conhecer melhor o entrevistado é conversar com pessoas que já trabalharam com ele. É importante que sejam ouvidos ex-colegas de trabalho de diferentes hierarquias, não restringindo-se somente aos seus antigos superiores.

Para uma análise mais imparcial, é aconselhável conversar com pessoas da empresa anterior do candidato que não foram citadas no currículo ou na entrevista. Assim, é possível saber a opinião de pessoas que não são referências para o entrevistado ou mesmo seus amigos.

2. Confira documentos

Por mais inconcebível que possa parecer, existem pessoas que mentem no currículo sobre suas experiências passadas, tempo em que ocupou cargos anteriores e até mesmo sobre a formação profissional.

Portanto, é essencial que mesmo diante de um candidato aparentemente honesto e capaz, sejam conferidos os documentos possíveis que comprovem as informações descritas no currículo e ditas durante a entrevista.

3. Aplique testes comportamentais

Diversos testes psicológicos conseguem mapear como um candidato reage a determinadas situações, seus princípios e perfil profissional.

Esses testes podem ser usados para garantir a sinceridade das respostas dadas durante o processo seletivo e até mesmo revelar traços que o próprio entrevistado desconhece em si ou deseja ocultar ao recrutador.

Uma ferramenta interessante para gestão da ética é a Análise de Aderência à Ética Empresarial (AAEE), que tem como objetivo identificar o nível de compliance individual dos participantes com a cultura da empresa.  Essa ferramenta consiste em um conjunto de 3 etapas que identificam o comportamento do entrevistado em diferentes situações de trabalho através de questionários eletrônicos, formulários e entrevistas pessoais. Para isso, são avaliados aspectos morais, pressões situacionais e a transparência nas respostas do candidato.

Aprenda a identificar a ética dos seus candidatos com avaliação de competências? Confira nosso e-book!

New Call-to-action

4. Seja detalhista no recrutamento

Pedir descrições detalhadas sobre informações apresentadas no currículo é uma excelente maneira de perceber se um candidato está mentindo. Informações como data, a forma como ocorreram eventos e como foi para o candidato lidar com situações apresentadas podem revelar ausência de consistência na fala do entrevistado.

Notar se o candidato gagueja ou tem dificuldade de responder questões simples pode ser imprescindível para detectar uma pessoa mentirosa. Entretanto, se um entrevistado tem dificuldade de se expressar e demonstra nervosismo mas transmite informações corretas e precisas, é bem provável que se trate de uma pessoa apenas tímida ou ansiosa.

5. Observe a linguagem corporal

Muitas coisas podem ser ditas de forma não-verbal e expressas de maneiras sutis. Por isso, é desejável que o recrutador preste bastante atenção na maneira como o candidato se comporta durante a entrevista.

Se um entrevistado muda frequentemente de posição, olha para baixo ou para o lado na hora de responder perguntas e apresenta uma postura fechada e defensiva, pode ser que o candidato esteja ocultando informações ou tentando enganar o recrutador.

Uma técnica básica para identificar a verdadeira percepção do candidato, é buscar emoções em sua fala. Para isso, é importante que o recrutador elabore as perguntas de forma que o candidato possa construir respostas elaboradas, resgatando suas memórias e emoções positivas ou negativas. Por exemplo, ao invés de perguntar ao candidato "Você teve problemas para deixar seu último emprego?", diga "Relate sua última semana na empresa que trabalhava". Dessa forma, a linguagem verbal e não verbal tem maior possibilidade de ser expressada de forma profunda visto a complexidade da resposta necessária, ajudando o recrutando a entender o real perfil do candidato.

Um recrutamento bem realizado depende de diversos fatores que vão além de informações técnicas. A Gupy acredita que ganhar eficiência e contar com a tecnologia para automatizar parte do recrutamento significa oferecer mais tempo para que o RH se preocupe em tirar o melhor de um contato presencial com o candidato, detectando essas nuances sobre personalidade e outras características.

Acha que o artigo ajudou a esclarecer como reconhecer candidatos antiéticos? Quer continuar lendo artigos desse tipo para se aprimorar? Assine nossa newsletter e siga-nos no Facebook e LinkedIn para se manter atualizado!

New Call-to-action
Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Tendencias GLobais de Recrutamento e Seleção Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Guilherme Dias | GUPY

Guilherme Dias | GUPY

Atua com Marketing e Growth sendo CMO & Co-founder na Gupy. Através de uma consultoria de business em que foi sócio, descobriu que adora otimizar processos, redesenhar soluções de gestão e trazer resultados mais agressivos para negócios. É curioso e apaixonado por Recursos Humanos, séries e gastronomia.