Nutrição de candidatos: o que é, como fazer e 4 dicas essenciais


4 minutos de leitura

Existem diversas táticas em uma estratégia de aquisição de talentos. Mas, uma vez que você possui uma base grande de candidatos, qual é a melhor maneira de mantê-los engajados na vaga e interessados na empresa?

Em um mercado com alta demanda e com talentos disputados, você precisa destacar sua empresa e sair na frente das demais. Dessa forma, a nutrição de candidatos surge como tática de aproximação entre talento e organização, os educando sobre a empresa e gerando interesse e engajamento.

Conheça neste artigo como a nutrição de candidatos funciona e 4 dicas de como fazer no seu RH.

Como funciona a nutrição de candidatos

Um processo seletivo pode levar semanas e, dependendo da complexidade, até meses. Durante esse período, os candidatos aplicam-se para outras vagas, perdem o interesse ou até mesmo esquecem do processo. Para reduzir essa dispersão e aumentar o engajamento, é preciso ter uma comunicação direta e relevante com os candidatos.

Nesse sentido, nutrição de candidatos é uma tática avançada de aquisição de talentos que tem o objetivo de educar os candidatos (geralmente por e-mail) com informações pertinentes sobre a empresa. Essa comunicação permite que a aproximação aumente, ao mesmo tempo que mantém os candidatos engajados.

Principalmente para vagas com muita demanda e com profissionais disputados no mercado, nutri-los abre espaço para a empresa falar da sua cultura e mostrar o que oferece, seus valores, diferenciais e benefícios. Essa é uma ótima maneira de estabelecer sua marca empregadora e destacar-se entre concorrentes.

4 dicas de como nutrir e engajar talentos

Nutrição é uma tática avançada de aquisição de talentos, que demanda de muito planejamento estratégico e ações bem pensadas. Para te ajudar nessa tarefa, confira a seguir 4 dicas para começar a nutrir seus candidatos.

1. Tenha uma ferramenta de gestão de talentos

O primeiro passo é garantir que você possui a ferramenta ideal para que consiga gerir e, no mesmo lugar, comunicar-se com os candidatos (como um software de ATS). Assim, você centraliza em uma única ferramenta o processo de recrutamento e seleção e também o de nutrição.

Caso contrário, você usará de muito esforço manual para selecionar e-mails com base em perfil, vaga e etapa no processo. Então, como primeira tarefa, invista em uma ferramenta que auxilie a sua nutrição de candidatos, mas também otimize todo o seu processo de aquisição de talentos.

A partir desse ponto, você terá inúmeras oportunidades em suas mãos, já que a ferramenta fornecerá informações relevantes sobre cada candidato. Com elas, você poderá personalizar ainda mais a sua nutrição, direcionando a mensagem ideal para os candidatos ideais.

Um exemplo de nutrição personalizada é a maneira como nossos clientes comunicam-se com seus candidatos utilizando o software da Gupy, por meio do qual enviam mensagens segmentadas e customizadas com o primeiro nome do candidato:

personalize-a-comunicacao-min

2. Monte um calendário de nutrição

Para planejar suas ações de nutrição, crie um calendário e defina datas, temas e público de cada lançamento. Assim, você conseguirá organizar com antecedência cada conteúdo publicado, podendo até definir uma temática diferente para cada semana de nutrição.

Essa é uma boa maneira de garantir que você não bombardeará os candidatos com inúmeros e-mails, podendo assim gerar o efeito contrário e desengajar toda sua base. Portanto, pense de forma estratégica e use todas as informações disponíveis a seu favor.

3. Use de transparência, sinceridade e empatia

Salário não é mais o único fator de decisão. Cada vez mais candidatos buscam por empresas que consigam se identificar, que possuem crenças e culturas parecidas com as suas. Portanto, é importante sempre utilizar de uma comunicação transparente e sincera, para criar uma percepção mais genuína possível sobre a empresa.

Nessa mesma ideia, preze pela empatia toda vez que lançar um conteúdo de nutrição. Se for possível, responda todos (ou ao menos a maioria) das respostas de candidatos que chegarem em sua caixa de entrada. Essa é uma boa maneira de mostrar que a empresa preza pela experiência do candidato.

4. Envie conteúdos estratégicos e criativos

É necessário, antes de qualquer ação, entender o porquê e para quem o conteúdo será enviado. O intuito é falar sobre a empresa para todos no processo seletivo ou abordar sobre cultura organizacional para candidatos que já estão nas últimas etapas? Essa definição permitirá que você direcione mais estrategicamente cada envio de conteúdo.

Com esse direcionamento feito, você poderá explorar toda a criatividade. Envie e-mail de depoimentos de atuais colaboradores para gerar aproximação, fale sobre cultura, ações que a empresa vem fazendo e prêmios conquistados nos últimos anos. Lembre-se: enviar o conteúdo ideal para os candidatos ideais aumentam suas chances de engajá-los.

E agora para te dar uma força, o time de Gente e Gestão aqui da Gupy separou algumas ideias de conteúdo que utilizamos internamente e que pode funcionar também para sua empresa. Confira:

Conteúdos sobre o propósito da empresa 

Envie conteúdos para os candidatos explicando o porquê a empresa existe, qual problema busca resolver e o seu propósito. Alguns conteúdos que você pode enviar são:

  • Casos de sucesso da empresa;
  • Depoimentos dos próprios colaboradores;
  • Citações e artigos dos fundadores;
  • Crescimento da empresa e próximos passos.

Conteúdos sobre a cultura organizacional

Fale sobre a cultura da empresa e como ela é vivenciada no dia a dia, quais valores possui e as ações e rituais existentes. Dessa forma, você consegue se relacionar mais facilmente com os candidatos que se identificam com a empresa. Algumas ideias de conteúdos são:

  • Fotos de ações e rituais que representam a cultura;
  • Benefícios oferecidos pela empresa;
  • Processo de onboarding (e o como é o primeiro dia na empresa);
  • Eventos que reforçam a cultura.

Conteúdos sobre questões técnicas

Para áreas e funções técnicas, você provavelmente terá que se aprofundar em alguns assuntos. Portanto, é interessante você compartilhar conteúdos que solucionam dúvidas específicas. Alguns exemplos são:

  • Técnicas de vendas usadas;
  • Como é ser da Liderança Técnica;
  • Estrutura de squads técnicos;
  • Como se preparar para o processo seletivo.

Conteúdos sobre ações, marcos e conquistas da empresa

Esse é o momento de brilhar os olhos dos candidatos. Fale sobre as conquistas, ações realizadas, projetos específicos e qualquer tópico que você ache pertinente e que destaca sua empresa das demais.

  • Histórias de superação (tanto da empresa quanto dos colaboradores);
  • Como sua empresa desenvolve profissionais;
  • Ações beneficentes e de diversidade;
  • Vezes que sua empresa saiu na mídia.

Nutrição é apenas uma parte da aquisição de talentos. Para tornar sua estratégia ainda mais eficiente, baixe nossa ferramenta gratuita de inbound recruiting na prática e comece a elevar sua atração e gestão de talentos.

New call-to-action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →