Título Provisório

Na última semana a Gupy foi destaque em uma matéria do Olhar Digital, grande portal digital sobre tecnologia, que passou também nos canais AXN e TV Sony. O tema abordado era o uso de Inteligência Artificial para recrutamento e como está sendo essa transformação no RH das empresas. Para completar, a Fundação Lemann deu um relato sobre a eficiência que a Gupy entregou para o processo de recrutamento deles. Confira os principais trechos da matéria:

Inteligência Artificial para recrutamento

O processo seletivo tradicional é duplamente trabalhoso e na maioria das vezes bastante lento também. Para os dois lados, tanto para quem procura uma nova colocação no mercado de trabalho quanto para o pessoal de RH que vive à caça dos melhores profissionais para preencher as vagas disponíveis.

A parte mais complexa de um processo de seleção é a triagem manual de currículos. Com o mercado de trabalho extremamente competitivo em todas as áreas, o número de candidatos para cada vaga costuma ser cada vez mais alto. Essa análise de perfil responde por aproximadamente 70% do processo e pode levar de horas a semanas para ser concluída. Já com o uso de soluções que usam Inteligência Artificial para recrutamento, uma plataforma digital se responsabiliza completamente por esse primeiro passo.

"O que aqueles candidatos que vão mais pro final do funil tem em comum? A gente analisa não só perfil, mas também tempo de experiência, mercados anteriores que ele passou, muitos dados demográficos... Será que quilômetros de distância em relação à empresa tem correlação, não tem? Número de filhos, estado civil... Então analisando tudo isso naquele funil de contratação, a gente começa a fazer essas correlações.", diz Mariana Dias, CEO e Co-fundadora da Gupy. Ela continua: "O que a gente quer não é substituir a conversa frente a frente, pois isso eu acredito que nenhuma máquina no mundo vai fazer. Mas se você abre uma vaga e recebe mil currículos, eu consigo reduzir muito esse tempo de triagem para que você escolha os três melhores ranqueados e faça uma entrevista. Assim você gasta o seu tempo muito melhor".

Encontrar melhores talentos

Muitas empresas, principalmente as de tecnologia e negócios, já aderiram à tecnologia para aprimorar o seu processo de seleção. Interessante é que em alguns casos, mais do que preencher uma vaga com rapidez, o time de RH ainda pode garantir que verdadeiros talentos não sejam desperdiçados.

Stephanie Ferracciu, coordenadora de gente da Fundação Lemann, uma das primeiras clientes da Gupy, conta: "No processo seletivo que a gente fez em 2015, que era de um terceiro, na época fizemos um processo seletivo de trainee e a gente acabou aprovando apenas um candidato para esse processo. Com a plataforma da Gupy, a gente tinha mais uma vaga e contratamos três, ou seja, acabamos contratando mais do que as vagas disponíveis na época. Então eu acho que pra mim isso mostra o quanto a ferramenta é assertiva e consegue trazer de fato os melhores candidatos".

Otimização do processo

Quem se candidata conhece o processo tradicional, que muitas vezes se repete em diferentes ocasiões: testes, dinâmicas de grupo, avaliações, entrevistas... O uso da Inteligência Artificial para recrutamento pelas empresas também promete mudar essa realidade, ou pelo menos reduzi-la a oportunidades que realmente se encaixem ao perfil do profissional. Agora tudo se resume a um único cadastro preenchido pelo próprio candidato, simples assim.

"Numa entrevista pessoal você analisa muitos dados, a energia, a empatia... Então assim, aqui eu reforço, isso não vai acabar. Mas imagina um gestor que às vezes tem que entrevistar 10, 20, 30 candidatos para fechar uma vaga e não fecha. Então é isso que a gente está tentando mudar. Para o candidato vai ficar mais automatizado e também para as empresas, como elas podem otimizar esse tempo." diz Mariana.

A tecnologia dificilmente vai chegar ao ponto de algum dia substituir o trabalho do recrutador e a importância da entrevista. Aliás, essa não é a ideia, mas sim agilizar o processo e torná-lo mais assertivo. Mas em recursos humanos nada vai tomar o lugar de quem identifica empatia e enxerga brilho no olhar.

 

Gostou dessa matéria? Aproveite então para nos seguir no Facebook e Linkedin, além de assinar nossa newsletter ao lado.

 

Imagem da Gupy com a frase 'A plataforma completa de Inteligência Artificial para seu RH: estruturar o processo de recrutamento, engajar gestores e candidatos e acertar nas contratações.' com botão de 'Saiba mais'
Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Guilherme Dias | GUPY

Guilherme Dias | GUPY

Atua com Marketing e Growth sendo CMO & Co-founder na Gupy. Através de uma consultoria de business em que foi sócio, descobriu que adora otimizar processos, redesenhar soluções de gestão e trazer resultados mais agressivos para negócios. É curioso e apaixonado por Recursos Humanos, séries e gastronomia.