Como criar um programa de trainee eficiente? Entenda aqui!


5 minutos de leitura

Para as empresas, programas de trainee são um bom investimento. Como as características dos profissionais incluem ter concluído o ensino superior há pouco tempo, o conhecimento dessas pessoas tende a ser atualizado.

Além disso, os recém-formados estão motivados a colocar os ensinamentos em prática. E a empresa ainda tem o plus de contar com uma joia a ser lapidada, sem vícios de trabalho.

Neste material, você vai descobrir como criar um programa de trainee eficiente. Para isso, vamos abordar:

  • como deve funcionar um programa de trainee;
  • como o programa deve ser criado;
  • quais são os benefícios do trainee para as empresas.

Acompanhe a leitura até o final para saber mais sobre o assunto!

Como deve funcionar um programa de trainee?

A criação de um programa de trainee eficiente deve ter como principais objetivos:

Todo o planejamento do cargo deve ser voltado para esses objetivos. Como a remuneração é relativamente alta para um profissional inexperiente, a seleção é feita com bastante cuidado, e o nível de exigência para a vaga também é superior ao habitual.

Domínio em, pelo menos, uma língua estrangeira, estágios, formação sólida e cursos extras são acrescidos de um processo seletivo com etapas eliminatórias bem construídas.

Empresas que optam por criar um programa de trainee eficiente devem ter em mente que estão lapidando um profissional para construir uma carreira dentro do negócio. Isso aumenta ainda mais a importância de fazer uma seleção consciente.

Nesse caso, a tecnologia pode ser uma aliada. O processo de recrutamento e seleção para qualquer vaga pode ser mais assertivo quando a empresa utiliza softwares inteligentes para gestão de vagas, triagem de currículos e aplicação de testes comportamentais.

Quais são os benefícios do trainee para as empresas?

Os benefícios do trainee para as empresas são indiscutíveis, com alguns destaques. A aquisição de talentos profissionais com rendimento acima da média é um deles.

Programas de trainee geram expectativas sólidas para esses profissionais. Como há um período bem definido, com planos de cargos e salários e uma expectativa de construção de carreira, a tendência é que os jovens talentos dediquem-se para avançar dentro da organização.

Como normalmente há um limite de idade, a interação entre profissionais jovens e mais experientes pode refletir-se em estratégias inovadoras, aumentando ainda mais a vantagem competitiva da empresa perante ao mercado.

O crescimento ordenado da organização também deve entrar nessa conta. Basicamente, o preenchimento das futuras vagas já tem nome certo, e esses profissionais são treinados ao longo do tempo.

Além de a empresa planejar-se melhor, também consegue equilibrar custos e investimentos em relação aos programas de treinamento e desenvolvimento

Como o programa deve ser criado?

Agora que você entendeu a real importância do programa de trainee para as empresas e o impacto positivo que esses profissionais podem trazer para a organização como um todo, chegou a hora de descobrir como estruturar um processo eficiente. Conheça os principais passos!

Defina os responsáveis pelo programa

Embora os softwares de recrutamento sejam grandes aliados na hora de selecionar os candidatos ideais, eles não substituem os profissionais envolvidos nesse processo.

Na realidade, eles são uma ajuda para que a empresa consiga lidar com o volume de candidatos, escolhendo os perfis mais adequados à vaga com precisão.

Contudo, todas as etapas do programa devem ter pessoas responsáveis por entrevistar, avaliar, conceder feedbacks, identificar a satisfação e os pontos de melhoria em cada profissional.

Na hora de escolher essas pessoas, é fundamental considerar as que trabalhem na mesma área do trainee. Afinal, são os mais indicados para avaliar se o jovem colaborador está apresentando a performance esperada.

Assim, a empresa também garante que a evolução do plano de carreira ocorra de maneira justa e transparente. 

Considere todos os gastos

As seletivas para os cargos de trainee podem não ser tão baratas quanto os processos de recrutamento habituais.

Como o processo é mais detalhado, é preciso planejar gastos com materiais, infraestrutura e tempo dos colaboradores envolvidos nas fases de avaliação.

Além disso, programas de trainee recebem candidatos do país inteiro. Por isso, o mais indicado é que as etapas presenciais sejam realizadas em feriados prolongados, períodos de férias coletivas e, o mais comum, aos finais de semana. Tudo isso gera custos extras.

Empresas preocupadas com sua imagem no mercado também podem investir em comodidades que deixem os candidatos satisfeitos durante o processo — ainda que não sejam escolhidos.

Brindes, almoços e coffee-break entram nessa conta. O que as organizações não podem esquecer-se é de que todo esse investimento traz retorno em produtividade, retenção de talentos e redução do turnover.

As redes sociais também devem ser aproveitadas durante o processo. A divulgação atrai candidatos para as próximas seleções. Consequentemente, a empresa aumenta ainda mais as chances de reter os melhores profissionais do mercado.

Faça uma boa divulgação da vaga

Não há segredos para essa etapa: as vagas para um programa de trainee podem ser divulgadas nos mesmos portais onde a empresa disponibiliza as oportunidades habituais.

Mais importante que os canais escolhidos, é ficar atento a uma boa descrição. Os candidatos devem saber exatamente o que a empresa busca. Por isso, todas as competências técnicas e comportamentais para a vaga devem ser bem detalhadas. 

Escolha o perfil ideal dos participantes

No geral, os programas de trainee devem focar em profissionais já formados, com, no máximo, 3 anos de conclusão de curso. Algumas empresas permitem que candidatos no último ano da graduação sejam candidatos.

Independentemente da escolha da sua empresa, é importante ter a consciência de que o futuro colaborador deve ter um perfil mais maduro em relação ao estagiário — afinal, ele está entrando em um programa de preparação para cargos gerenciais.

Por esse motivo, na hora de avaliar as competências técnicas e comportamentais dessas pessoas, é preciso priorizar as seguintes habilidades:

  • comunicação;
  • criatividade;
  • empreendedorismo;
  • flexibilidade;
  • liderança;
  • pensamento analítico;
  • proatividade;
  • solução de problemas;
  • trabalho em equipe;
  • visão estratégica.

Saber como criar um programa de trainee eficiente é uma questão de realizar um bom planejamento de todas as etapas do processo. Dessa forma, a empresa realmente pode conquistar os benefícios de inserir as vagas de trainee em suas políticas de contratação.

Qual a sua experiência com o recrutamento de trainees? Conte para a gente aqui nos comentários!

Checklist - 6 passos para reduzir o tempo de contratação
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →