A sua empresa precisa de um banco de talentos?

Os profissionais de RH buscam por novas soluções que possam otimizar o processo seletivo e garantir maior qualidade nas contratações. Para isso, existem várias ferramentas e estratégias aplicadas, entre elas o uso de um banco de talentos.

Mas como isso funciona e que vantagens pode trazer para a sua empresa? Confira a seguir.

O que é um banco de talentos?

Trata-se de um conjunto de informações sobre candidatos para a empresa, que reúne desde informações pessoais como idade, telefone e endereço, até características técnicas, como formação, experiência e especializações.

O banco de talentos não precisa ser composto necessariamente de profissionais externos. É possível incluir dados das pessoas já contratadas e levá-los em consideração para promoções internas ou reestruturação de equipes, por exemplo. Também é interessante manter as informações de candidatos que participaram de seleções anteriores e que não foram contratados.

Como o banco de talentos funciona?

Para um bom aproveitamento das informações ali armazenadas, é essencial que o banco de talentos seja digitalizado e bem organizado. Sem isso, você terá apenas várias pastas acumuladas, das quais você não tem nem ideia do conteúdo.

Para isso, prefira o uso de um banco virtual do que impresso. Se houver o recebimento de currículos em papel, digitalize-os o quanto antes para evitar o acúmulo e a perda de dados que podem ajudar a empresa futuramente.

Com o banco em mãos, consulte-o sempre que uma vaga for aberta. Você certamente vai encontrar candidatos que estão disponíveis e ainda têm interesse em entrar para a organização.

Para que o banco de talentos seja útil, procure mantê-lo atualizado sempre que possível e use soluções de RH para ajudar tanto na formação, quanto na atualização desse acervo. Currículos muito antigos devem ser descartados.

Que benefícios o banco de talentos oferece?

São vários os benefícios que um banco de talentos pode trazer para a sua empresa, dos quais, podemos citar:

Seleção correta de habilidades

Um banco de talentos digitalizado e bem organizado permite a filtragem de currículos por habilidades específicas, o que facilita muito o trabalho do recrutador durante um processo seletivo.

Assim, fica mais fácil localizar os candidatos que possuem uma formação específica, inglês fluente ou experiência no uso de determinada ferramenta.

Otimização dos processos seletivos

Uma das etapas mais longas e trabalhosas do processo seletivo é o anúncio, recebimento e triagem de currículos. Esses documentos devem ser analisados um a um, organizados e classificados.

Com a formação de um banco de talentos, essa etapa é feita de maneira proativa. Assim, quando há o surgimento de uma vaga, os recrutadores já têm diversos perfis em mãos, devidamente setorizados. Basta fazer uma busca para encontrar o tipo de profissional desejado, o que torna a seleção muito mais rápida, prática e barata.

Redução de custos

Um banco de talentos pode ser formado com a ajuda de um software, das mídias sociais ou de formulários no site da empresa. Ao fazer esse trabalho, a empresa poupa o dinheiro que seria empregado para a divulgação de vagas.

Montar um banco de talentos e aproveitar essas informações pode otimizar e melhorar consideravelmente o processo seletivo da sua empresa. É um trabalho que elimina etapas dispendiosas e que muitas vezes são concluídas às pressas quando surge a necessidade de contratação.

Entendeu a importância da formação de um banco de talentos para o seu negócio? Aproveite e faça o download da nossa planilha com os principais indicadores para gerenciar o recrutamento e seleção da sua empresa.

New Call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

Ebook: Como escolher as melhores perguntas para entrevistas de Candidatos
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Bruna Guimarães | GUPY

Bruna Guimarães | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela UFRRJ e com MBA executivo pela Coppead UFRJ, é COO & Co-founder da GUPY. Bruna é especialista em recrutamento e seleção e entende com profundidade as dores dessa área. Construiu sua carreira em uma grande multinacional onde era responsável pelo recrutamento de toda a organização através da sua paixão por RH, pessoas e foco em resultado.