O que é ética profissional e qual sua importância? Entenda!

Ética profissional é o conceito moral e de cultura social que são considerados aceitáveis dentro do universo corporativo. Cada empresa ou ramo possui códigos de ética diferentes, mas com o mesmo intuito de fazer prevalecer o respeito e integridade.


8 minutos de leitura

Os valores praticados dentro do ambiente de trabalho de uma empresa devem prezar pela bem-estar e desenvolvimento coletivo, freando determinados impulsos humanos que se salientam perante situações conflitantes. Estamos nos referindo à ética profissional.

Esse abrangente conceito envolve uma série de posturas, ações e comportamentos que devem reger a maneira como os colaboradores se relacionam entre si e com seus líderes, estabelecendo harmonia, engajamento, produtividade e, é claro, um ambiente organizacional muito mais saudável.

Por isso, preparamos este conteúdo para que você entenda o que é ética profissional, quais características a integram, qual a sua importância, entre outras informações cruciais sobre o assunto. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

Neste conteúdo você verá as seguintes informações:

  • O que é ética profissional?
  • Quais as diferenças entre ética e moral no ambiente de trabalho?
  • Quais são as características da ética profissional?
  • Qual a importância da ética profissional?
  • Como construir um ambiente de trabalho ético e profissional?

O que é ética profissional?

De forma simplificada, ética profissional nada mais é do que todo o conceito moral e cultura social que foram considerados aceitáveis dentro do universo corporativo. No ambiente colaborativo a cultura organizacional envolve o respeito às normas de conduta, à área de trabalho e às demais pessoas que o integram.

Pela perspectiva jurídica, cada organização tem o seu próprio código de condutas éticas, isto é, um documento que determina as atitudes e posturas que se esperam tanto dos funcionários quanto da administração, determinando os padrões de comportamento que devem ser praticados no cotidiano.

Existe, ainda, um outro ponto de vista sobre a ética profissional. Estamos falando sobre as posturas individuais que definem como cada empregado lida com as relações de trabalho e com sua própria profissão, agindo conforme seus princípios, o que pode dar ou não ênfase às características de uma conduta ética.

Já no que se diz respeito aos ramos de atuação, a ética profissional rege uma série de comportamentos que conferem homogeneidade entre os colegas de equipe, líderes e demais pessoas envolvidas no ambiente organizacional. Com isso, é proporcionada uma ascensão de valores como honestidade, justiça e respeito.

Consequentemente, a ética profissional protege os colaboradores de situações desconfortáveis, pressões e outras posturas inadequadas onde existem conflitos de interesse, impedindo que alguém possa tirar proveito de informações privilegiadas ou cargos dentro da companhia.

Quais as diferenças entre ética e moral no ambiente de trabalho?

O conceito de ética profissional permite que associemos a ideia à formação do caráter do indivíduo. Ou seja, um colaborador humano e, por isso, empático. Porém, essas qualidades não estão necessariamente relacionadas à moralidade.

Embora os conceitos de ética e moral no ambiente de trabalho pareçam similares, a realidade é que ambos têm significados diferentes. Enquanto moral é pautada e regida pela legislação trabalhista, além de normas, regras padrões, a ética, por sua vez, envolve comportamentos que vem de dentro para fora.

Uma conduta antiética pode contrariar a moral almejada dentro do ambiente organizacional. Por exemplo, se um trabalhador furta de seu colega de trabalho, a atitude fere os dois conceitos.

Nova call to action

Quais são as características da ética profissional?

Como você pôde entender até esta parte do conteúdo, a ética profissional abrange uma série de comportamentos e condutas que regem não apenas as relações humanas no ambiente de trabalho, como também as rotinas operacionais.

Veja agora quais são as características que integram a ética profissional.

Honestidade

A honestidade não deve ser considerada um diferencial, mas sim uma postura básica que deve fazer parte da formação e do caráter de todo ser humano. Um profissional honesto mantém a verdade independentemente da complexidade da situação. Portanto, essa característica deve ser incentivada sempre que possível.

Altruísmo

A preocupação com os interesses alheios de forma positiva e espontânea, isto é, o altruísmo, gera valores imensurável para a organização como um todo e faz parte de toda uma cultura baseada em ética profissional.

Respeito

Qualquer relação saudável entre dois ou mais indivíduos é totalmente fundamentada no respeito. Basicamente, o respeito traduz um sentimento de apreço e preocupação com o bem-estar do próximo. Dentro do contexto da ética profissional, essa característica assume duas variantes: o respeito à legislação e o respeito ao próximo.

Valores

Os valores de um indivíduo podem ser definidos como ações e atitudes que uma pessoa realiza em seu dia a dia. Sendo assim, a ética profissional preza por colaboradores que tenham bons valores pessoais, como respeito, devoção, empatia e dedicação.

Esses atos tornam o profissional muito mais valioso para a organização, pois dizem muito sobre as possibilidades de comportamentos que uma pessoa pode ter diante de diferentes cenários, assim como as qualidades responsivas que ela pode demonstrar durante o cotidiano no ambiente de trabalho.

Integridade

Um indivíduo íntegro é aquele que age em prol do que é certo, independentemente de ocorrem coações para que ele faça o contrário. Além disso, ele não se omitirá diante de uma causa moral.

Quando um colaborador mostra que tem integridade em um ambiente organizacional, significa que ele tem potencial para ser uma pessoa de confiança, da mesma maneira como pode ser alguém honesto. Afinal, honestidade e integridade são diferentes lados de um mesmo conceito, sendo ambos indispensáveis para a empresa.

Justiça

A justiça é a pedra angular que deve sustentar as políticas internas, relações trabalhistas e demais questões que integrem os padrões de comportamentos almejados dentro de uma empresa. Colaboradores que se tratam com igualdade e aceitam a diversidade são compromissados com a ética profissional.

Lealdade

Esse conceito abrange fidelidade e compromisso com uma determinada causa. No contexto da ética profissional, a lealdade pode desencadear grandes efeitos positivos para a companhia. Afinal, contar com uma equipe de profissionais leais não apenas reduz o índice de absenteísmo como também diminui o turnover, visto que os melhores talentos do mercado são mantidos dentro da companhia por acreditarem em suas causas.

Virtude

Virtude é um termo que pode ser descrito como a essência da excelência do ser humano ou o que o torna autêntico e pleno. Essa característica está ligada à conformidade com o ato de fazer sempre o que é certo diante de qualquer situação, mantendo a moralidade.

Solidariedade

Por fim, indivíduos solidários contribuem para que o todo seja beneficiado por meio da empatia. A solidariedade integra os princípios que orientam a convivência harmônica entre as pessoas que, no contexto profissional, impacta diretamente na realização do trabalho em equipe. Dessa forma, valores como gentileza e compaixão se mostram indispensáveis para a ética profissional, além de colaborar para o desenvolvimento da humildade.

Nova call to action

Qual a importância da ética profissional?

Agora que você já entende de uma maneira muito mais ampla o que é ética profissional, mostraremos os principais motivos pelos quais é tão importante que esse conceito seja muito bem estabelecido nas políticas internas da empresa.

Melhora o clima organizacional

Quando a empresa conta com políticas eficientes de ética profissional, todo o ambiente de trabalho é beneficiado, visto que os profissionais aprendem a conviver em harmonia, compartilhando suas responsabilidades e objetivos diariamente.

Pense no caso de um boato que começa a se espalhar pelos corredores da organização, por exemplo. Colaboradores íntegros não apenas impedem que as fofocas se perpetuem, como também têm a tendência de orientar os colegas de trabalho a não incentivarem esse tipo de prática.

Melhora a reputação da empresa

Em tempos de transformação digital, a imagem de uma marca diante da sociedade tem muita importância, visto que basta uma opinião negativa — vinda de dentro da empresa e publicada na internet — pode fazer com que informações negativas se espalhem em proporções inimagináveis em questão de minutos.

Sendo assim, uma das grandes vantagens da ética profissional bem estabelecida nos regulamentos da organização é o fato de seu conceito impedir que a empresa corra riscos de ter sua imagem prejudicada.

Afinal, uma companhia ética tem menores chances de que ocorram posturas abusivas por parte da liderança, metas irrealistas, práticas tóxicas dentro do ambiente de trabalho e quaisquer outras situações que abram margem para escândalos que se tornem públicos.

Aumento da produtividade

Não são raros os casos de empresas que adotam políticas operacionais rígidas para tentar "forçar" seu time de colaboradores a aumentar o desempenho e gerar mais resultados em menos tempo. No entanto, um ambiente de trabalho tóxico pode causar justamente o efeito contrário, o que consequentemente aumenta o índice de insatisfação dos profissionais, abrindo margem para:

Isso também significa que a ética profissional, quando bem estabelecida por meio de uma gestão de equipe eficiente, pode elevar os resultados da organização, visto que colaboradores que se sintam respeitados e acolhidos pela empresa tendem a se dedicar muito mais a bater suas metas individuais e, é claro, trazer melhores resultados para a companhia.

Maior clareza nos processos

Você sabia que a ética profissional também implica as questões relacionadas à comunicação no ambiente de trabalho? Pois bem, uma equipe gerenciada por líderes éticos sabe que tem liberdade para dar e receber feedbacks, pois não temem represálias por parte da hierarquia administrativa.

Sendo assim, uma das consequências naturais da ética profissional é a melhoria da comunicação entre colaboradores e gestores, o que gera uma clareza muito maior nos processos operacionais. E, com isso, a companhia é beneficiada como um todo.

Aumenta o engajamento da equipe

Por fim, um dos motivos pelos quais a ética profissional é indispensável para as empresas está no fato dela contribuir para que o engajamento da equipe melhore. Isto é, os colaboradores sentem-se parte da organização e se envolvem voluntariamente em suas causas. Além disso, profissionais engajados contribuem para que todos os benefícios que citamos anteriormente sejam intensificados dentro do ambiente de trabalho.

Como construir um ambiente de trabalho ético e profissional?

Não basta compreender a importância da ética profissional. É preciso também saber quais são as melhores práticas para construir um ambiente de trabalho ético, harmonioso e saudável para todos os envolvidos. Veja a seguir!

Ofereça e aceite feedforwards

Feedforwards são tão importantes quanto os feedbacks. É fundamental que haja liberdade para que exista uma troca de pontos de vista, resoluções e críticas construtivas sobre situações corriqueiras do cotidiano da empresa. Por mais que possa gerar um incômodo inicial, a comunicação aberta é a chave para o engajamento e o desenvolvimento de um clima organizacional saudável.

Reforce o código de conduta da organização

O código de condutas éticas e morais esperadas dentro da empresa deve ser apresentado aos profissionais já nas etapas iniciais de contratação (divulgação da vaga e processo seletivo), isto é, desde o momento em que eles ainda são apenas candidatos aos cargos da empresa.

O padrão de comportamento desejado dentro da companhia deve ser reforçado sempre que possível, por meio de palestras, cursos e até mesmo nas posturas adotadas pela liderança da organização.

Desenvolva soft skills dos colaboradores

Existem determinadas habilidades que não podem ser medidas por meio das mesmas métricas usadas para determinar o índice de desempenho técnico e profissional da equipe. Estamos nos referindo às soft skills.

Resumidamente, são características internas como inteligência emocional, empatia e capacidade de ouvir e compreender. O mercado de trabalho procura cada vez por colaboradores que tenham soft skills bem desenvolvidas, visto que elas estão ligadas de forma direta à ética profissional.

É claro que também é possível trabalhá-las por meio de cursos, palestras, treinamentos corporativos e no dia a dia, ao enfrentar os pequenos desafios do cotidiano organizacional por meio de uma liderança firme e íntegra.

Como você pôde contemplar neste artigo, a ética profissional é um abrangente conceito que determina todas as práticas e condutas que devem fazer parte do ambiente de trabalho, assim como também estabelece os comportamentos que não devem ser aceitos. Uma empresa que preza por um clima organizacional ético e respeitoso usufrui de uma infinidade de benefícios que impactam interna e externamente em seus resultados.

Quer acompanhar todas as dicas e conteúdos informativos que a Gupy posta sobre RH? Então siga todas as nossas redes sociais! Estamos no Instagram, no Facebook, no YouTube e no LinkedIn!

Banner divulgação material "template: Avaliação de fit cultural: modelo com 20 perguntas"
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →