Gestão de pessoas segundo Chiavenato: o que é e aplicação


5 minutos de leitura

Por muitos anos, as empresas acharam que a base que sustentava o seu crescimento era o capital financeiro, essencial para o potencial sucesso. Aquelas que apresentassem maior capital financeiro alcançariam maior êxito na organização. Atualmente, a força de trabalho está concentrada nas pessoas. O sucesso da organização está diretamente relacionado ao talento, às competências, habilidades e ao capital intelectual.

Afinal, segundo Chiavenato, um dos teóricos mais importantes na área de recursos humanos, a qualidade de vida e a motivação constante do colaborador fazem toda a diferença nos resultados da empresa.

Se o seu objetivo é aprimorar suas habilidades em gestão de pessoas e administração de Recursos Humanos (RH), uma ótima alternativa é conhecer a fundo o trabalho de desse autor. Pensando nisso, mostramos, neste artigo, o conceito de gestão de pessoas segundo Chiavenato. Boa leitura!

Quem é Idalberto Chiavenato?

Nascido no interior de São Paulo, em 1936, Idalberto Chiavenato é um famoso autor com amplo conhecimento em administração de empresas e recursos humanos. Em seus livros, ele transmite os ensinamentos práticos diários do setor administrativo das organizações e orienta os líderes em direção ao sucesso.

Primeiramente, Chiavenato se graduou em Filosofia/Pedagogia e fez especialização em Psicologia pela USP (Universidade de São Paulo). Em seguida, graduou-se também em Direito pela Universidade Mackenzie, com especialização em Administração de Empresas. Por fim, conquistou os títulos de Mestre e Doutor em Administração pela City University of Los Angeles, na Califórnia.

Além disso, é fundador e presidente do Instituto Chiavenato, que tem o compromisso de desenvolver estudos e pesquisas sobre a administração geral e suas áreas de atuação, com a finalidade de proporcionar conhecimento e informação para serem aplicados na área acadêmica e também na educação corporativa. 

A gestão de pessoas segundo Chiavenato

Chiavenato declara que as pessoas são membros fundamentais para as corporações no que se refere ao cumprimento dos serviços e ao alcance dos objetivos apresentados. Por outro lado, a empresa é o mecanismo como essas pessoas podem conseguir seus propósitos.

Ainda segundo o autor, a gestão de pessoas provoca eventuais transformações na administração do setor de RH, porque inclui o funcionário, que antes não tinha o valor merecido, como parceiro da companhia. Isso significa que a gestão de pessoas apresenta um ponto de vista sobre ocupação e funcionário que antecede e, simultaneamente, orienta seus atos. Uma gestão adequada consiste em criar um vínculo forte e decisivo entre as pessoas e as técnicas.

Cabe salientar que os conceitos de gestão de pessoas e gestão de recursos humanos não estão correlacionados. Enquanto, o RH lida com política, recrutamento, plano de carreira, banco de talentos, avaliação de desempenho, entre outros. A gestão de pessoas possibilita a evolução do colaborador e de suas competências e habilidades em geral.

Além disso, a gestão de pessoas depende de diversos fatores, como a cultura organizacional, a estrutura adotada, as características do cenário, a tecnologia usada, os processos estabelecidos internamente.

Banner do ebook "Indicadores de desempenho para o RH de sucesso", com um botão escrito "baixe o e-book"

Quais são as principais lições da gestão de pessoas segundo Chiavenato?

Conheça, a seguir, os principais ensinamentos de Chiavenato sobre a gestão de pessoas!

Depender da empresa em que trabalha

Na percepção do autor, qualquer organização depende das pessoas que a integram para conquistar seus objetivos e cumprir suas funções. Para essas pessoas, a empresa constitui o meio como elas podem alcançar diversos objetivos pessoais. Por isso, faça com que seus colaboradores encontrem na empresa uma forma para realizar seus desejos pessoais e profissionais.

Para isso, as estratégias organizacionais precisam ser objetivas, transparentes e simples para que façam sentido para as pessoas. Princípios supostamente estratégicos podem perder sua riqueza de conteúdo e definição, se forem muito amplos.

Desenvolver e manter políticas sociais

As pessoas devem ser respeitadas e ter seus direitos civis garantidos dentro de qualquer empresa. Por isso, ela precisa ser clara, segura e confiável. A ética e a responsabilidade social são fatores primários para a estrutura de qualquer organização.

De acordo com Chiavenato, quando todos os profissionais conhecem os princípios e os valores que orientam seu trabalho, além de reconhecerem as políticas sociais, tudo se torna mais simples de entender, até mesmo saber o seu papel e as formas de ajudar de modo eficaz para o crescimento da organização.

Manter a qualidade de vida no trabalho

Consiste em satisfazer grande parte das necessidades individuais do colaborador e tornar a empresa um ambiente apropriado e desejável. Para que isso seja possível, é necessário aprimorar as experiências de trabalho em todas as suas esferas: liderança, autonomia para tomar decisões, ambiente tranquilo, segurança, horas trabalhadas e atividades importantes.

Motivar e integrar os colaboradores

Como dito, Chiavenato defende que as pessoas são os bens mais importantes da organização. Nenhum investimento pode ser maior e mais bem concentrado do que os que são dirigidos a elas. Motivar, treinar e integrar os colaboradores vai além de ensinar uma prática e remunerar. Quando os envolvidos reconhecem que são parte integrante da organização, eles se sentem parceiros do negócio, e não simplesmente funcionários contratados.

Segundo o autor, integrar colaboradores proporciona algumas vantagens, como:

  • reduz a ansiedade da equipe;
  • diminui a rotatividade – o turnover;
  • otimiza o tempo, evitando as pausas no trabalho para tirar dúvidas que poderiam ter sido sanadas;
  • aumenta a produtividade;
  • desenvolve expectativas mais próximas do real, evitando grandes surpresas ou frustrações.

Como a empresa pode colocar essas lições em prática?

Primeiramente, baseado na premissa de Chiavenato, as empresas devem investir fortemente no seu público interno, isto é, nos seus funcionários. Afinal, os colaboradores são a peça-chave para o sucesso ou o fracasso de uma organização.

Para isso, deve-se utilizar ferramentas de recrutamento e seleção para conhecer bem os candidatos e suas competências. Além disso, as organizações precisam elaborar um planejamento estratégico focado em conquistar o bem-estar e a felicidade de seus colaboradores no ambiente de trabalho. 

É importante que a empresa tenha uma cultura organizacional muito bem definida, com missão, visão, valores, crenças, metas e objetivos claros. Dessa forma, o ideal é criar métodos para que todos os envolvidos tenham conhecimento sobre o modo de pensar da organização em que estão inseridos, além de integrar toda a equipe interna, para fortalecer os laços entre eles.

Os programas de incentivo são uma excelente alternativa para aumentar a motivação dos colaboradores para realizarem as suas atividades. Por isso, invista na criação de programas que ofereçam benefícios reais e vantajosos. Mas não se esqueça de avaliar o desempenho de seus colaboradores nas atividades em que eles atuam. Assim, você pode ter uma ideia melhor de como distribuir os benefícios. 

Por fim, é evidente a importância da gestão de pessoas segundo Chiavenato. Tal modalidade da administração permite a colaboração eficiente dos profissionais e, quando colocada em prática, dispõe de um local de trabalho, no qual não só a empresa é favorecida, como também os colaboradores.

Gostou do nosso conteúdo? Então, aproveite e siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar todas as atualizações: estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn!

Banner do ebook  gratuito "Enciclopédia do RH estratégico: recrutamento e seleção", com um botão escrito "baixe agora"
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →