Aprenda a como fazer uma gestão estratégica de pessoas eficiente

A gestão estratégica de pessoas pode parecer mais um jargão nos Recursos Humanos

No entanto, se você dedicar um tempo para aprender sobre o tema, vai perceber rapidamente que ele é muito mais do que isso, já que impacta diretamente no crescimento da empresa, promove vantagem competitiva e acaba desenvolvendo o propósito da cultura organizacional.

E tem mais! Neste artigo, você vai aprender sobre:

  • O que é a gestão estratégica de pessoas;
  • Componentes da gestão estratégica;
  • Como fazer uma gestão muito mais eficiente;
  • Exemplos de gestão que valem o benchmark;

No final, você vai com certeza perceber o quanto pode aplicá-la à sua realidade e colher benefícios incríveis! Vamos lá?

Imagem da mascote gaia com uma frase de gestao de pessoas de rockefeller: A boa gestao consiste em mostrar as pessoas medianas como fazer o trabalho de pessoas superiores.

O que é a gestão estratégica de pessoas?

Existem muitos componentes que podem ser incluídos em uma estratégia geral de negócios. Porém, não podemos esquecer o ativo fundamental de qualquer empresa (e que sempre reforçamos): as pessoas. Por isso mesmo, a gestão de pessoas também deve ser um elemento-chave no planejamento a longo prazo.

Assim, a gestão estratégica é a união entre o RH estratégico e o desenvolvimento e treinamento de funcionários, visando um capital humano muito mais evoluído e alinhado aos objetivos organizacionais. Ela também tem como objetivo analisar os colaboradores e determinar as ações necessárias para realizar a melhoria dos mesmos e aumentar seu valor à empresa.

É nela que você vai conseguir responder perguntas como "Como identificar, usar e desenvolver o capital intelectual dos colaboradores? Quais são as oportunidades e ameaças desses profissionais competentes? Como eles ajudarão você a atingir as metas de sua organização? Todos estão atendendo às expectativas? Como está a performance deles? Como podem causar o maior impacto em sua organização?"

De forma que a estratégia na gestão de pessoas passa por todo um ciclo do colaborador dentro da empresa, envolvendo ações tanto no recrutamento e seleção, quanto em saúde ocupacional, departamento pessoal, a própria comunicação interna e até mesmo a demissão e desligamento do funcionário.

Quando aplicada, alguns de seus benefícios são:

  • Maior satisfação no trabalho.
  • Melhores taxas de satisfação do colaborador.
  • Gerenciamento eficiente de recursos.
  • Uma abordagem proativa no gerenciamento de funcionários.
  • Aumento da produtividade com a execução de metas e estratégias bem estabelecidas.
  • Vantagem competitiva (que não representa só o desempenho financeiro ou investimentos realizados, mas também em entender e coordenar os talentos que compõem a organização)

Confira outros artigos sobre o tema, produzidos por especialistas da Gupy:

Imagem da mascote da gaia representando a gestão de pessoas estratégica


Pilares da gestão estratégica

Os componentes mais importantes da gestão estratégica são:

Engajamento e retenção

Uma das principais âncoras da gestão estratégica. Você não deve apenas ser levado a encontrar funcionários experientes, mas também mantê-los na empresa.

Assim, o engajamento e retenção permite que a empresa construa uma estrutura eficaz de relacionamentos sustentáveis que reflitam as ambições e os valores da empresa.

Aquisição e desenvolvimento de Competências

Como parte de qualquer processo de integração de empresas, independentemente de quão qualificados sejam os funcionários, eles precisarão de algum tipo de treinamento. Isso ocorre porque toda empresa funciona de maneira diferente; Assim, os colaboradores devem adaptar-se e fornecer suas habilidades de forma a apoiar a cultura e os objetivos da empresa atual.

Gestão de Desempenho

Avaliar os recursos e as habilidades dos colaboradores ajuda a esclarecer como eles estão contribuindo para as metas e ambições da empresa, permitindo oportunidades de melhorias e também a análise de eventuais problemas.

Comunicação efetiva

Necessária em qualquer gestão, a comunicação precisa ser clara, transparente e bilateral para que todos os setores estejam em comum acordo e em sintonia com as ações e processos. Também deve ser um pilar que estimule a troca de feedbacks e demandas tanto de colaboradores quanto gestores.

Processo de liderança

A liderança é mais um pilar fundamental na gestão de pessoas e sua estratégia- O papel de motivar, engajar e desenvolver parte dela, que deve orientar do começo ao fim etapas, fluxos e pessoas.

Trabalho em equipe

Aqui na Gupy, um de nosso valores é o "Juntos somos mais fortes". E não é para menos: Quando estamos em sintonia, nossa capacidade de entrega de resultados e cumprimento de metas gera um desempenho muito maior. 

Assim, quanto mais bem estabelecido for esse pilar, mais chances de sucesso sua estratégia terá!

Gestão de cargos e salários

Este pilar serve tanto para estabelecer um programa de remuneração variável bem estruturado, quanto também programas de recompensas e estímulo às equipes, com bônus e outros benefícios que fazem a diferença! 

Passo a passo para a construção da gestão de pessoas estratégica

1. Desenvolver uma compreensão completa dos objetivos da empresa

Como o sucesso da gestão estratégica depende de quão bem ela está vinculado aos objetivos organizacionais, você precisa ter um entendimento completo da visão, valores e missão.

É preciso, portanto, que os responsáveis pela gestão estratégica sejam capazes de articular os planos de crescimento de curto e longo prazo, garantindo uma comunicação clara das metas da companhia.

2. Avaliar os recursos atuais do RH

Essa etapa vai permitir que você entenda os colaboradores atuais e como eles contribuem para o cumprimento de metas e objetivos. Quais são as habilidades e competências técnicas e comportamentais deles? Entenda e descubra quais funcionários são especialistas em áreas específicas. Um ótimo momento para avaliar habilidades é durante uma análise de avaliação de desempenho

Outro ponto necessário é reconhecer quais são as barreiras e oportunidades, e qual plano de ação será implementado para aproveitar os pontos fortes e fracos no setor de RH. 

3. Estimar os futuros requisitos da empresa

Após uma análise dos funcionários e das habilidades, é hora de prever suas necessidades organizacionais. A previsão deve ser feita em relação a:

  • Demanda - Uma previsão em relação ao número de funcionários com as habilidades que serão essenciais para que as necessidades futuras da empresa sejam atendidas.
  • Oferta - Ter em mente os colaboradores que estão atualmente disponíveis para ajudar a empresa a atingir seus objetivos estratégicos.

A previsão dos futuros requisitos também ajuda a determinar:

  • A longo prazo, quais cargos deverão ser abertos e quais funções serão necessárias; 
  • Competências exigidas pelos funcionários atuais para assumir as responsabilidades futuras;
  • Se a experiência de seus funcionários está sendo bem utilizada.

4. Determinar as ferramentas necessárias para automatizar e auxiliar na gestão estratégica

Realizar auditorias de ferramentas utilizadas é importante para identificar lacunas que podem dificultar uma força de trabalho mais organizada. Assim, identifique quais são elas para garantir um fluxo de trabalho melhor. 

Outro ponto é entender quais delas podem ajudar na automatização e economia de tempo em etapas mais burocráticas, como os softwares de recrutamento e seleção

5. Realizar avaliações e ações corretivas

Crie um cronograma para realizar uma revisão estratégica da gestão de pessoas. Ela vai acompanhar o progresso feito e também identificar áreas de melhoria.

Como fazer uma gestão muito mais eficiente

Mantenha sua equipe sempre treinada

O treinamento é apresentado como o fator de sucesso mais importante, porque permite atualizar e melhorar as habilidades profissionais de sua equipe, aumentar o desempenho e incentivar cada indivíduo e a equipe como um todo a fazer um trabalho melhor.

A empresa e o gerente precisam ter em mente que o treinamento não é um luxo, mas um investimento. Com isso, você demonstra aos funcionários que a empresa valoriza e acredita no potencial de cada um. Este investimento pode vir na forma de cursos, workshops ou ferramentas de gestão.

Assim, manter os funcionários alinhados e capazes de pensar sistematicamente sobre o futuro, não apenas as ações deste, é fator essencial. A maioria das pessoas tem certas capacidades que nunca foram exploradas. Então aproveite o tempo para incentivá-los!

Envolva os gestores

É muito importante que os gerentes estejam envolvidos e comprometidos com essa estratégia. Quando isso não acontece, a administração está nas mãos daqueles que não conseguem, sozinhos, obter a motivação necessária.

A implementação bem-sucedida de investimentos nas equipes depende deste envolvimento. 

Tenha uma comunicação clara

Outro fator crítico para o sucesso da gestão estratégica de pessoas é a comunicação do plano estratégico para toda a organização.

É muito importante que todos conheçam  e se comprometam com ela. E isso só acontece quando toda a empresa está envolvida e as pessoas podem se ver nessa estratégia. Todos os funcionários devem estar alinhados com os objetivos e metas.

Exemplos de gestão estratégica de pessoas

FedEx

A FedEx tem uma filosofia de "Pessoas-serviço-produtividade", que demonstra sua crença nisso. A companhia acredita que, se os funcionários forem atendidos de acordo com um padrão excepcional, os funcionários prestarão atendimento excepcional ao cliente.

Alguns de seus procedimentos incluem uma pesquisa anual com funcionários, um programa de ação de feedback, onde eles fornecem suas opiniões sobre os diferentes aspectos da organização. Reuniões de gerenciamento seguem para colocar as respostas em bom uso e resolver quaisquer problemas que possam surgir.

Como parte do cumprimento deste slogan, a FedEx realiza uma pesquisa anual e um programa de feedback . Os resultados são analisados e, quando possível, ações são tomadas para melhorar as condições do empregado.

Nissan

A Nissan usa uma filosofia chamada kaizen para ajudar seus funcionários a sempre se esforçarem para melhorar sua maneira de trabalhar. Esta abordagem começa durante a fase de recrutamento e os novos contratados são encorajados a continuar melhorando para que possam se destacar.

Outras práticas estratégicas de gestão de pessoas na empresa incluem líderes terem a independência para contratar e construir suas equipes.

Alliance Boots 

A empresa farmacêutica tem uma filosofia de que os funcionários  são parte de uma família. Ela incentiva um ambiente de trabalho sem estresse e auxilia os gerentes a apoiar suas equipes, valorizando a educação profissional. 

Então, o que podemos tirar de lição sobre a gestão estratégica de pessoas? ela se tornou essencial, porque reflete positivamente no resultado financeiro de uma empresa, mas não só: pode tornar a empresa um ótimo lugar para trabalhar e fortalecer sua marca empregadora, além de desempenhar um papel importante na retenção e no avanço dos funcionários.

Gostou do artigo? Então se inscreva em nossa newsletter para receber outros conteúdos transformadores!

Banner do ebook  gratuito "Enciclopédia do RH estratégico: recrutamento e seleção", com um botão escrito "baixe agora"

Inscreva-se na nossa Newsletter

Banner do ebook "Manual de criação do 'trabalhe conosco': a receita para a página de carreiras épica", com um botão escrito "baixe nosso e-book"
Banner do ebook "Curso intensivo de recrutamento e seleção para alta performance 2.0 | Agora com certificado", com um botão escrito "inscreva-se"
Banner do ebook "Diagnóstico de recrutamento e seleção: descubra e melhore a maturidade dos seus processos", com um botão escrito "conferir agora"
Mariana Dias | GUPY

Mariana Dias | GUPY

Formada em Administração de Empresas pela USP e com especialização em Empreendedorismo e Inovação, Mariana é CEO & Co-founder da GUPY. Descobriu sua paixão por RH logo no início de sua carreira e foi Business Partner da área para toda a América Latina em uma multinacional do setor de bebidas. É apaixonada desafios e por tudo relacionado a gestão de pessoas e inovação.