O que são power skills e como desenvolvê-las? Veja aqui!

Gupy

Por Gupy


6 minutos de leitura

Dentro do abrangente universo da gestão de pessoas, muito se fala sobre os conceitos de hard skills e soft skills, visto que são traços comportamentais e habilidades técnicas que, juntas, integram a personalidade do profissional ideal. Isto é, o colaborador almejado pelas empresas. Porém, pouco se sabe ainda a respeito de um novo conceito: power skills.

Preparamos este post para que você entenda o que são power skills, quais são as principais características que integram o conjunto habilidades potenciais e como desenvolvê-las. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura do artigo!

Neste conteúdo, você verá as seguintes informações:

  • Hard skills VS soft skills
  • O que são power skills?
  • Quais são as principais power skills?
  • Como é possível desenvolver as power skills?

Hard skills VS soft skills

Para entender o o que são power skills, é necessário que voltemos, primeiro, às hard skills e soft skills, dois conceitos tradicionais que já se fazem presentes na realidade de RHs de empresas dos mais diversos setores.

Hard skills

Em suma, todo conhecimento técnico ou científico que tenha sido obtido por meio de métodos práticos de aprendizagem, como memória ou treinamento, é considerado uma hard skill. Em outras palavras, hard skills são habilidades tangíveis, isto é, que podem ser validadas a partir de um teste ou prova.

Na prática, hard skill é como fazer uma cirurgia cardíaca: ou você sabe ou não. É o tipo de competência que é atestada por meio de uma certificação, ou seja, um selo que garante que suas habilidades para exercer uma determinada função foram verificadas.

Há uma grande variedade de profissionais que só podem exercer suas atividades se forem devidamente certificados, como os Engenheiros, com o CREA, os Médicos, com o CRM, e, os advogados, com a OAB.

Esse princípio se aplica a qualquer campo de estudos. Desde cursos profissionalizantes e técnicos até as graduações, mestrados e doutorados, todos são focados no desenvolvimento das hard skills.

Soft skills

As soft skills, ou como muitos profissionais do vasto universo de gestão de pessoas têm preferido chamar, power skills, nada mais são do que as competências interpessoais ou habilidades comportamentais que não podem ser facialmente avaliadas ou mensuradas.

Em outras palavras, soft skills são as aptidões não tangíveis de um profissional. Isso significa que elas podem mudar com o tempo e variar de uma pessoa para outra. Por serem difíceis de mensurar, não há como determinar, ao certo, se um indivíduo precisa de uma, duas, ou até mesmo cinco soft skills desenvolvidas ao mesmo tempo.

Outro ponto interessante, que vale ser mencionado a respeito das soft skills, é o fato de que essas habilidades não podem ser aprendidas de uma maneira formal, como um curso de certificação. Não há como ensinar um colaborador a desenvolver inteligência emocional, por exemplo, se ele não entende o que significa esse abrangente conceito. Tampouco ensiná-lo a desenvolver empatia ou a ser proativo na hora de liderar pessoas.

Esse tipo de ensinamento, geralmente, ocorre com o decorrer da vida, à medida que vivemos experiências, lidamos com as pessoas e aprendemos a conviver em sociedade. O problema é que, em grande parte dos casos, as pessoas acabam ficando com defasagem nesse tipo de habilidade, pois não imaginam que em um certo ponto de suas carreiras elas serão requisitadas.

Felizmente, existem formas de fomentar as soft skills e transformar a equipe de colaboradores em profissionais maduros e preparados para lidar com qualquer tipo de desafio que o cotidiano organizacional oferece. Falaremos mais sobre isso mais adiante neste conteúdo.

test

O que são power skills?

Como você pôde entender até aqui, enquanto hard skills são conhecimentos técnicos que exigem uma verificação aprofundada para comprovar a competência de um profissional em relação a uma determinada habilidade, soft skills são aptidões mais abstratas e voltadas para as relações humanas.

No mercado de trabalho atual, situado na era da transformação digital e das demandas de consumidores cada vez mais exigentes, o profissional que as empresas procuram é aquele que soma as hard skills às soft skills. Ou seja, ele deve ser tecnicamente competente em sua profissão e, ainda, saber se comunicar bem e se relacionar com os membros da equipe, clientes e demais pessoas envolvidas no ambiente organizacional.

Espera-se que o profissional dos tempos atuais saiba interpretar cenários críticos e use a criatividade para chegar em soluções inovadoras. Ele deve ser capaz de lidar com momentos de dificuldades e pressão, nos quais deverá ter inteligência emocional bem desenvolvida para enfrentar todos os desafios.

Dado o contexto, podemos afirmar que as power skills são justamente quando ocorre essa soma de habilidades técnicas — hard skills — com as aptidões comportamentais — soft skills. Em outras palavras, é quando o colaborador tem seus conhecimentos técnicos potencializados e, ainda, é capaz de elevar sua capacidade profissional para lidar com o cotidiano corporativo a um outro patamar.

Power skills são as habilidades poderosas que uma empresa moderna busca no mercado de trabalho. Elas se referem ao conjunto de habilidades que vão diferenciar um grande talento de um profissional comum. Ao desenvolver as power skills, é possível ter um repertório muito mais amplo para lidar com qualquer situação do cotidiano de trabalho.

Quais são as principais power skills?

As power skills são compostas pode sete diferentes habilidades, que se complementam entre si. A seguir, mostraremos quais são essas competências nas quais o RH pode investir para transformar sua equipe de colaboradores nos melhores talentos do mercado.

Habilidade de energia: saber solucionar problemas

É o famoso conceito de proatividade, isto é, quando o profissional vê um problema como oportunidade para aprender algo novo enquanto o resolve, não se esquivando por meio de desculpas.

Habilidade de poder: tomar decisões inteligentes

É a habilidade do profissional em projetar cenários futuros com base em análises e antecipar, tomando decisões sábias sobre como reduzir impactos ou evitar problemas. Quando solicitado pelos gestores, esse colaborador é ágil na hora de chegar a uma conclusão, já que seu "instinto" sempre o leva na direção certa.

Habilidade de poder: saber julgar com base nos critérios corretos

É um complemento da habilidade anterior. O profissional com essa qualidade bem desenvolvida, na maioria das vezes, toma a decisão certa.

Habilidade de poder: saber se comunicar

Geralmente, profissionais com a capacidade de comunicação bem desenvolvida têm a tendência a se tornarem líderes, pois não são poucas as vezes que são procurados por outros colaboradores não apenas por seus conselhos, mas também por sua versatilidade em lidar com pessoas de diferentes perfis comportamentais.

Habilidade de energia: fazer autogestão

É um traço forte em pessoas com a inteligência emocional bem desenvolvida. Trata-se de saber lidar com situações adversas da melhor maneira possível, ainda quando se é pego de surpresa. Colaboradores que têm essa capacidade, geralmente, chegam sozinhos a conclusões sobre pontos positivos de seu trabalho e em questões que devem ser melhoradas.

Habilidade de poder: saber colaborar

Saber trabalhar em equipe vai muito além do simplesmente ter uma boa relação com os colegas e gestores. É preciso ser um importante membro do time, colaborando com o crescimento e desenvolvimento coletivo e identificando pontos fortes de cada colaborador para fomentar o engajamento.

Habilidade de poder: ter visão abrangente

Por fim, mas não menos importante, a power skill que está no topo da lista é a capacidade de enxergar além do que é mostrado. Ela está mais voltada para uma soft skill, porém pode ser desenvolvida com o auxílio de treinamentos e bons mentores.

Uma perspectiva ampla não se resume a ver tudo o que está acontecendo na organização apenas. Ela se estende além das dependências da empresa, alcançando todo o contexto no qual a marca está inserida. Ou seja, mudanças no cenário econômico, fatores externos e demais questões que impactem nas demandas do negócio, na relação com clientes e colegas de equipe, entre outros aspectos.

Como é possível desenvolver as power skills?

Embora seja uma responsabilidade do próprio profissional buscar seu desenvolvimento pessoal, tanto em termos de competências técnicas quanto de habilidades mais abstratas, por assim dizem, também é de interesse do departamento de Recursos Humanos ter uma equipe de alto desempenho à frente das demandas da organização.

Isso significa que o RH pode investir em algumas medidas práticas para desenvolver as power skills de seus colaboradores, tais como a aplicação de cursos e treinamentos corporativos focados no desenvolvimento pessoal.

É importante que os gestores tomem iniciativas para fomentar uma cultura organizacional focada em constante busca por conhecimento, inovação e crescimento profissional. Além de garantir que o clima do ambiente de trabalho seja favorável ao aprendizado e à troca de conhecimentos.

Como você pôde conferir, as power skills são uma espécie de união de hard skills e soft skills potencializadas em um único profissional. Com a evolução do mercado de trabalho, diante de demandas cada vez mais complexas, a tendência é que nos próximos anos apenas profissionais de alta performance garantam seus lugares nas empresas.

Gostou deste conteúdo sobre o que são as power skills e como desenvolvê-las? Então, aproveite para compartilhar este artigo nas redes sociais para que seus amigos e familiares também tenham acesso ao conhecimento!

Gupy e Niduu
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →