Headhunter: o que é, o que faz e como contratar um?

Headhunter significa “caçador de cabeças” em tradução livre. Ele é o responsável por buscar os melhores profissionais do mercado para a empresa, geralmente para vagas estratégicas dentro da organização. O headhunter faz o papel de mediador entre a empresa e o profissional.


8 minutos de leitura
232799-o-que-e-um-headhunter-e-veja-quando-e-necessario-contratar-um (1)-1

Uma das principais funções do departamento de RH é o recrutamento e seleção de profissionais. Contudo, escolher o perfil adequado em alguns casos não é uma tarefa  fácil e necessita de ajuda especializada. Então, contar com o headhunter pode ser uma boa alternativa.

O headhunter busca por talentos e está focado em encontrar a pessoa ideal para certa função, auxiliando na garantia da competitividade, melhora do ambiente laboral e na saúde financeira do negócio. Porém, é muito importante identificar o momento certo de contratá-lo.

Pensando nisso, elaboramos este texto para que você entenda quando contratar esse especialista e suas vantagens para a instituição. Confira!

O que é um headhunter?

O Headhunter, que em tradução livre seria algo como “caçador de cabeças”, é um profissional que desempenha um papel extremamente estratégico dentro de uma organização. Ele é responsável por levar os melhores talentos do mercado para dentro da empresa, ou seja, podemos dizer que ele é uma espécie de “caçador de talentos”.

Por possuir um papel mais ativo na prospecção de profissionais, a função do headhunter acaba sendo mais direcionada para vagas e áreas específicas, as quais a empresa identifica urgência de pessoas altamente qualificadas para ocuparem o cargo. 

Tendo isso em vista, a dificuldade de contratação dessas vagas é muito grande, porque os melhores profissionais parte das vezes já estão empregados e desempenhando suas funções em outras empresas. Dessa maneira, é comum o headhunter precisar ter habilidades comportamentais específicas para fazer com que esses profissionais queiram mudar de emprego. 

Sendo assim, esse especialista precisa não só aplicar as melhores técnicas de contato com os candidatos, como também entender quais são as necessidades da empresa. Dessa forma, conseguirá encontrar o candidato que mais combina com o que é esperado para uma determinada vaga.

Qual é o perfil do profissional?

Os headhunter precisam de uma combinação de hard skills e soft skills, ou seja, habilidades técnicas e comportamentais para exercer sua função com excelência, com destaque especial nas soft skills. 

Habilidades técnicas

O profissional precisa entender do segmento no qual ele irá procurar os candidatos, pois, caso contrário, a avaliação das competências técnicas requisitadas para a vaga pode ser altamente prejudicada, gerando prejuízos futuros para a empresa. 

Habilidades comportamentais 

1. Networking 

O especialista precisa ser uma pessoa influente e com uma grande rede de contatos, pois essa rede de influência auxilia não só na relação com os melhores profissionais do mercado, como também ajuda a persuadir os candidatos a aplicarem-se em determinada vaga. 

2. Dinamismo

É importante que o headhunter tenha energia e empolgação para falar sobre a organização e sobre a função a ser desempenhada para que inspire o talento a aceitar o desafio e fazer parte do time. 

3. Comunicação

O especialista precisa saber se comunicar de forma assertiva e estratégica, além deixar evidente os benefícios de se trabalhar naquela empresa. Ao mesmo tempo, precisa saber identificar a melhor maneira de se comunicar com cada candidato, percebendo as individualidades de cada um e personalizando sua comunicação a partir disso. 

4. Negociação 

Habilidades de negociação e argumentação são indispensáveis para esses profissionais na busca de talentos. Para tal, é necessário um árduo estudo a respeito da empresa e daquele que está sendo prospectado para a vaga disponível no momento. 

De modo geral, o headhunter possui um perfil intimamente relacionado ao de um vendedor. O vendedor possui muitas soft skills que auxiliam na venda e que geralmente são tão importantes quanto as habilidades técnicas e o conhecimento sobre o produto/serviço. O foco de ambos está na criação de um vínculo afetivo com o outro, pois é o que irá auxiliar na capacidade de convencimento e influência. 

Como é o trabalho de um headhunter?

Se trata de um intermediário entre a empresa e o candidato à vaga de emprego. Trabalham em parceria com as organizações, identificando suas necessidades, objetivos e metas, assim como os perfis mais adequados de profissionais para atender às funções.

Após isso, busca pelos melhores candidatos existentes no mercado, avaliando minuciosamente o perfil de cada um, escolhendo o mais apto para o trabalho.

Entre suas responsabilidades estão:

  • ajudar a empresa definir o perfil ideal para a vaga;
  • buscar pelos candidatos adequados;
  • avaliar as referências e experiências profissionais;
  • entrevistar pessoalmente os candidatos, averiguando competências, habilidades, expectativas, pretensão salarial etc;
  • filtrar e escolher os melhores candidatos e apresentar à empresa;
  • organizar e acompanhar os feedbacks da empresa e do candidato e escolher quem deve ir para o final do processo seletivo;
  • mediar as questões finais, como salário, data de início, entre outros.

Conheça também nosso material desenvolvido por especialistas e descubra indicadores e métricas do RH estratégico:

Banner do ebook "Enciclopédia do RH estratégico: recrutamento e seleção", com um botão escrito "confira agora"

 

Como contratar um headhunter? 

1. Avalie habilidades de comunicação

Como citado previamente, esse profissional precisa ser uma pessoa que consiga persuadir os melhores talentos a trabalharem na sua empresa. Sendo assim, é de extrema importância entender como são feitas suas abordagens, pois além de ser uma habilidade essencial para tal atividade, a maneira como ele apresenta a sua empresa e as propostas feitas também podem melhorar ou prejudicar a imagem da sua organização

2. Analise o conhecimento de mercado

Para que o headhunter consiga avaliar se um profissional é adequado ou não para a sua empresa ele precisa entender a fundo sobre a atuação daquele mercado e as características do segmento. Dessa forma, é possível identificar habilidades essenciais no desempenho da função e quais são os profissionais do segmento que possuem tais qualificações.

Além de entender com profundidade sobre um determinado segmento, ele também precisa conhecer bem as hard skills necessárias para o desempenho daquela função para que não corra o risco de fazer avaliações genéricas e deixar diferenciais passarem despercebidos. 

3. Verifique o networking 

O profissional precisa ser influente e ter uma grande rede de contatos para que conheça os melhores profissionais do mercado e possa influenciá-los a trabalhar na empresa. 

4. Avalie o tempo médio de contratação 

Para contratar um headhunter é preciso saber o seu histórico. Como foram as contratações anteriores? Quanto tempo demorou para serem feitas? Essas contratações foram bem sucedidas? 

Essas e outras questões são importantes na hora de saber se o profissional é indicado para auxiliar em suas contratações, porque a partir de sua experiência anterior é possível projetar os possíveis resultados que ele poderá trazer para a sua organização. 

Qual a diferença entre headhunter e job hunter?

Job Hunter em tradução livre significa “caçador de trabalho”, enquanto headhunter, como dito anteriormente, significa “caçador de talentos”. A partir disso, já podemos identificar os diferentes enfoques de cada um.

As habilidades necessárias para exercer ambas as funções são muito similares, principalmente em relação a soft skills. O principal diferencial está no foco de cada uma. 

O enfoque do job hunter é o candidato em busca de uma vaga de emprego, ao passo que o headhunter procura atender aos objetivos da empresa. Ou seja, cada um desses profissionais ajuda a fazer a ligação entre candidato e empresa, cada um dando prioridade a uma das duas partes e seus objetivos. 

Geralmente o job hunter é contratado por pessoas em busca de recolocação profissional, mudança de carreira, entre outros objetivos relacionados a encontrar uma vaga que atenda a necessidades específicas daquele que o contratou. Ele também pode trabalhar como um mentor ou coach e dar dicas, treinamentos e cursos para esses profissionais. 

O headhunter geralmente é admitido pelas empresas e busca atender às expectativas da companhia, a sua função é procurar o melhor profissional no mercado para atender às demandas organizacionais. Ele precisa se aprofundar no conhecimento do negócio e nas necessidades organizacionais para que possa encontrar o candidato ideal para a vaga. 

De modo geral, as duas ocupações ajudam a melhorar as contratações, diminuir o turnover, melhorar a cultura organizacional, trazer os candidatos com maior fit cultural etc. Ou seja, ajudam a colocar os candidatos certos nas vagas certas, de modo que a admissão de um novo colaborador seja benéfica para a empresa e para o novo funcionário. 

Qual a diferença entre headhunter e recrutador?

Entre os cargos citados ao longo do artigo, é provável que o recrutador seja o papel mais conhecido. Afinal, ele é o responsável pelo recrutamento e seleção dentro de uma empresa e tem como objetivo trazer os melhores candidatos para a companhia. Portanto, qual é a diferença entre ele e um headhunter?

O recrutador tem processos estruturados e sistemáticos para recrutar e selecionar candidatos. Geralmente, ele é responsável por fazer a triagem de currículos, anúncio de vagas, entrevistas, entre outras atividades relacionadas ao preenchimento de vagas. Isto é, ele desempenha um papel mais passivo em relação à caça de talentos, buscando entender e analisar as aplicações aos anúncios de vagas da empresa. 

Quais as vantagens em contratar um headhunter?

Contar com a ajuda de um headhunter pode trazer vários benefícios para a instituição. Confira alguns deles.

1. Identificação do perfil ideal

Como esse profissional busca conhecer as necessidades e objetivos da empresa de forma complexa, as próximas contratações se tornarão cada vez mais corretas. Isso fortalece tanto o quadro de funcionários, como as estratégias de construção da imagem do negócio.

2. Encontro de profissionais mais qualificados

O headhunter consegue realizar uma seleção mais rigorosa de talentos, trazendo pessoas realmente capazes de exercer a função. Fazendo esse tipo de trabalho frequentemente, o profissional terá mais contato com pessoas que atuam em um certo nicho. Dessa forma, as chances do processo ser bem-sucedido se tornam maiores.

3. Uso de ferramentas apropriadas

Por meio do uso de recursos apropriados, o especialista em seleção de talentos consegue alcançar profissionais que não seriam atingidos por processos de recrutamento comum. Por exemplo, ele pode usar uma rede de contatos para localizar pessoas que podem se destacar e fazer a diferença na empresa.

Em quais momentos o headhunter pode colaborar?

Nem sempre contratar esse profissional é a melhor solução. Existem alguns casos em que ele pode contribuir mais. Veja a seguir.

1. Seleção em local diverso da empresa

É muito comum os casos de abertura de filiais em lugares diversos ou mudança da empresa. Então, o headhunter realiza a seleção para compor o quadro de funcionários antes das atividades começarem, mantendo o nível de qualificação que a organização já possui.

2. Busca confidencial de candidatos

Muitas vezes as empresas fazem o recrutamento e seleção de forma confidencial com o intuito de manter sua competitividade. O headhunter é capaz de buscar candidatos omitindo informações que possam identificar a organização, sendo esses dados informados somente nas últimas etapas do processo.

3. Preenchimento de vaga urgente

Um processo seletivo pode levar muito tempo. O headhunter consegue otimizar essa tarefa, localizando e selecionando candidato com mais agilidade, além de reduzir a imagem negativa que a empresa enfrenta quando uma vaga importante não é preenchida.

4. Procura por cargos de alta gerência

Pessoas para ocupar posições do alto escalão da empresa ou que possuam especializações, na maioria dos casos, não podem ser localizadas em sites de recrutamentos tradicionais.

Nesse caso, o headhunter é importante por conseguir encontrar com maior facilidade profissionais que tenham as habilidades necessárias e que, mesmo não disponíveis no mercado, estejam abertos para aceitar uma oferta interessante.

O headhunter é um profissional muito competente no que faz. Contudo, é muito importante identificar o momento correto de tê-lo como aliado e, assim, garantir contratações efetivas e que contribuirão para o sucesso da empresa.

Gostou deste texto? Então, assine nossa newsletter e receba todas novidades em primeira mão!

Banner da planilha gratuita "Custo do recrutamento e seleção", com um botão escrito "baixe agora"
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →