Redes sociais para carreiras: por que criar perfis para marca empregadora?


6 minutos de leitura

Se você já ouviu falar sobre o uso de estratégias de redes sociais para carreiras, certamente notou que as relações do universo corporativo também estão sendo afetadas pelo forte processo de transformação digital pelo qual a sociedade moderna está passando.

A presença das empresas no ambiente das mídias sociais tornou-se muito comum no decorrer da última década. Hoje, é mais difícil encontrar uma marca que não tenha ao menos uma conta nessas plataformas digitais do que empresas altamente engajadas com o universo das redes sociais.

Na maioria das vezes, quando se fala em redes sociais corporativas, o foco costuma ser no público-alvo do negócio. Porém, no artigo de hoje, mostraremos a importância da marca empregadora investir na criação de perfis atrativos para a gestão de talentos. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura do artigo!

Qual a importância das redes sociais para o fortalecimento da marca?

Não é nenhuma novidade que o ambiente virtual está cada vez mais presente na rotina das pessoas. E isso abre margem para uma outra certeza: os profissionais da era da transformação digital estão nas redes sociais. Para que você tenha uma ideia, de acordo com uma recente pesquisa, mais de 66,5% da população acessa diferentes mídias sociais todos os dias.

No contexto corporativo, isso significa que pensar em estratégias de redes sociais para carreiras não é um mero capricho de organizações que desejam ter uma imagem "descolada" diante da sociedade, mas sim um pré-requisito para que se consolidem em um cenário fortemente marcado pelo digital.

O fato é que o estilo de vida moderno não abre margem para que as pessoas se desconectem, já que, atualmente, tudo é realizado no ambiente virtual, do consumo de entretenimento e uso de aplicativos para comunicação até os meios de pagamento e ferramentas de aprendizagem.

O que queremos dizer com todo esse contexto é que, ao investir em estratégias de redes sociais para carreiras, a empresa segmenta o perfil de talentos do mercado que deseja atrair para preencher suas vagas, além de se consolidar no ambiente altamente competitivo da internet e despertar a atenção de consumidores cada vez mais exigentes e conectados.

Atualmente, existem plataformas como LinkedIn, Facebook, Twitter e Instagram, nas quais os recursos podem ser usados para criar campanhas não apenas para a divulgação de oportunidades, mas também para promover os ideais e valores defendidos pela organização.

Por que criar redes sociais para carreiras?

Como dito no tópico anterior, vivemos em uma sociedade cada vez mais conectada e dependente da tecnologia. Os recursos de comunicação, meios de consumo e pagamento e até mesmo a maneira como as pessoas procuram empregos, nos dias atuais, estão todos interconectados com o ambiente virtual.

Isso significa que, pela perspectiva das empresas modernas, os processos de recrutamento e seleção não devem ser diferentes desta realidade latente. Na verdade, ao falarmos de redes sociais para carreiras, o conceito vai muito além de divulgação de vagas.

O fato é que as mídias sociais representam a imagem de uma marca diante de consumidores, consumidores em potencial, profissionais, investidores e concorrentes, isto é, da sociedade de uma maneira geral. Investir nos meios corretos para se construir uma imagem positiva e segmentada é uma das estratégias pelas quais muitas empresas têm optado na hora de atrair talentos.

Se as ações realizadas nas redes sociais têm podem de impactar nas vendas de maneira direta — como posts patrocinados, anúncios, promoções etc — por que não pensarmos que essas mesmas táticas podem ser aplicadas diante de contextos da gestão de pessoas ou, até mesmo, no desenvolvimento do employer branding, não é verdade?

Porém, antes de passarmos para o próximo tópico, é importante mencionar que a construção de uma imagem positiva para uma marca nas redes sociais pode ser uma tarefa um tanto desafiadora e que exija investimento de tempo, energia e análises aprofundadas sobre comportamento de públicos.

Lembrando, ainda, que ações realizadas na ambiente virtual exigem disciplina e paciência, já que, na maioria dos casos, costumam funcionar com base na premissa da "tentativa e erro", isto é, na experimentação de diferentes estratégias diante de cenários diversos.

Nova call to action

Cases de redes sociais para carreiras

Para que você tenha uma ideia sobre como funcionam estratégias de redes sociais para carreiras na prática, separamos os cases de duas grandes corporações que têm desempenhado essa tarefa com maestria.

Bosch Carreiras

A gigante multinacional de engenharia eletrônica Bosch tem dado uma verdadeira demonstração sobre como uma marca empregadora deve criar um perfil atrativo para o mercado de trabalho.

Em seu Instagram oficial denominado como o nome autoexplicativo Bosch Carreiras, a Bosch aproveita o formato lúdico e envolvente da plataforma para divulgar ações internas, oportunidades, políticas que integram sua cultura organizacional, projetos inovadoras e diversas outras ações que tornam a empresa altamente atrativa aos melhores talentos do mercado.

Hubspot Life

A pioneira do conceito de Inbound Marketing, e uma das mais renomadas agências de publicidade do mundo, Hubspot, criou a Hubspot Life no Instagram para mostrar ao público interessado um pouco mais de seus bastidores. Ou seja, a rotina de como é trabalhar na empresa.

Por meio de uma identidade visual agradável e linguagem moderna, a gigante homenageia feitos significativos de profissionais que integram seu time, conquistas obtidas por meio de projetos e esforços coletivos da equipe, marcas alcançadas e, é claro, como é o cotidiano e a cultura organizacional da empresa.

Com eficientes estratégias de redes sociais para carreiras, a organização reduz os esforços para se tornar um lugar altamente almejado para se trabalhar e investir na construção de uma carreira sólida.

Como criar um perfil atraente nas redes sociais para carreiras?

Agora que você já tem uma noção muito mais ampla sobre a importância de se investir em estratégias de redes sociais para carreiras, mostraremos algumas formas de colocar esse tipo de ação em prática na empresa.

Defina a persona

O primeiro passo para qualquer estratégia que envolva o uso de redes sociais para atrair pessoas é a criação de personas. Ao se dedicar a conhecer os anseios, dores e desejos de seus colaboradores em potencial, torna=se muito mais fácil entregar o que eles, de fato, procuram. 

Seja relevante

Não basta criar uma página no Facebook ou no Instagram e postar fotos bonitas. É importante mostrar aos talentos que, de fato, vale a pena se tornar um membro fixo do quadro de profissionais da empresa.

Seguindo os exemplos da Bosch e Hubspot, mostrados anteriormente, é possível ter uma noção do tipo de conteúdo que faz com que uma organização se mostre relevante diante desse contexto.

Invista no visual da sua página

Pode parecer um tanto superficial, mas a realidade é que a questão da identidade visual de uma marca nas redes sociais é tão importante quanto se estivéssemos falando do estabelecimento físico.

A forma como os conteúdos são apresentados tem grande impacto no índice de recepção pelo público. Se a ideia é "fisgar" os profissionais, é importante que, à primeira vista, os materiais divulgados nas redes sociais para carreiras sejam atrativos a ponto de despertar o interesse em uma análise mais aprofundada.

Fique atento aos horários

Assim como em qualquer estratégia que envolva redes sociais, é preciso ter disciplina em relação à frequência e horários das postagens. Existem períodos específicos do dia (e dias da semana) em que há uma maior concentração de usuários que atendam ao perfil almejado.

Isso significa que, para obter uma performance satisfatória em suas ações para atrair talentos pelas redes sociais, é muito importante dar uma atenção especial aos horários em que as postagens vão ao ar. As chances de interação e engajamento são maiores se essa "regrinha" for levada a sério.

Humanize sua marca

Por fim, mas não menos importante, a humanização da marca é uma tendência que tem sido aderida por empresas dos mais diversos portes e segmentos do mercado. E isso se deve, principalmente, ao fato das redes sociais terem dado voz ao usuário, seja ele um consumidor ou um candidato em potencial.

Desenvolver uma imagem que aproxima a marca do público é fundamental em um cenário repleto de profissionais cada vez mais exigentes em relação ao local em que se dedicarão a obter os melhores resultados. Além de aumentar a taxa de retenção, esse tipo de ação melhora a reputação da empresa, o que é muito importante para as vendas, já que o consumidor 4.0 é igualmente exigente sobre as marcas que consome.

Como você pôde ver neste artigo, o conceito de uso de redes sociais para carreiras já é uma realidade em organizações com forte presença no mercado e que compreendem o rumo que a transformação digital está dando para a sociedade moderna. Investir no employer branding é crucial em uma era dominada pelas mídias de comunicação no ambiente virtual.

Gostou deste conteúdo sobre a importância das redes sociais para carreiras e como como criar um perfil atraente para a marca empregadora? Então aproveite para compartilhar este artigo nas redes sociais para que seus amigos e familiares também tenham acesso ao conhecimento!

Nova call to action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →