7 melhores técnicas de recrutamento e seleção e como utilizá-las


5 minutos de leitura

Toda empresa é composta por um sistema com vários cargos e funções. Para ocupar os diferentes tipos de posições, é necessário investir nas mais variadas técnicas de recrutamento e seleção.

As técnicas escolhidas devem considerar a natureza do cargo, as habilidades e os conhecimentos específicos necessários para a função.

Neste post, você vai conhecer e descobrir a aplicação mais indicada dos seguintes métodos:

  • hunting;
  • banco de talentos;
  • recrutamento interno;
  • eventos de recrutamento;
  • Inbound Recruiting;
  • staff loan;
  • recrutamento social.

1. Hunting

Hunting ou headhunting é uma técnica indicada para recrutar profissionais para cargos de alta complexidade e vagas com dificuldade de fechamento.

A proposta do hunting é ir atrás dos candidatos, direcionando-se na contramão do tradicional anúncio de vaga, onde os talentos podem manifestar interesse e cadastrar seus currículos.

Por isso, podemos dizer que esse profissional é um verdadeiro caçador de talentos.

Essas pessoas abordam profissionais em congressos, no LinkedIn ou até mesmo na concorrência. Por esse motivo, o caçador de talentos deve ter as seguintes características:

  • profundo entendimento sobre a área de atuação da empresa e sobre o cargo em questão;
  • bom poder de persuasão;
  • capacidade para detectar talentos;
  • facilidade na análise de perfis;
  • habilidade com pessoas.

2. Banco de talentos

Mesmo que a empresa tenha um bom índice de turnover, alguns cargos têm maior rotatividade e exigem a abertura das vagas constantemente — o que também acontece com empresas em crescimento que precisam aumentar a equipe periodicamente.

Nesses casos, o banco de talentos pode ajudar a realizar um processo de recrutamento e seleção mais rápido.

O banco de talentos pode ser criado no próprio site institucional ou por meio de uma plataforma ATS, onde o interessado cadastra seu currículo e realiza testes comportamentais.

A partir disso, o recrutador consegue buscar pelos profissionais de melhor desempenho nas habilidades desejadas, de maneira rápida e fácil.

3. Recrutamento interno

O recrutamento interno é uma boa opção para as vagas que exigem um profundo conhecimento sobre a cultura organizacional, os processos da empresa e os seus clientes.

Essa técnica de recrutamento e seleção explora uma fonte de candidatos que a empresa domina bem: seu próprio quadro de colaboradores, pois se trata de recrutar o próprio capital humano para preencher uma vaga em aberto.

Há diversos benefícios:

  • processos de onboarding são mais rápidos, afinal, o profissional já conhece os procedimentos internos;
  • gera maior satisfação no trabalho;
  • motiva, engaja e aumenta a produtividade dos colaboradores.

Para garantir essas vantagens, é importante que as políticas de recrutamento interno sejam bem definidas.

4. Eventos de recrutamento

Muitas empresas realizam eventos de recrutamento para captar novos talentos. A técnica pode ser aplicada por meio de seminários, oficinas ou, até mesmo, abertura das portas da empresa para receber potenciais candidatos e aumentar o pool de talentos.

Um evento que tem ganhado popularidade é o hackathon, que são maratonas de desenvolvimento e inovação, focadas em atrair profissionais de TI.

5. Inbound Recruiting

O Inbound Recruiting é uma herança do Inbound Marketing, estratégia que inverte a lógica clássica do mercado: as empresas buscam atrair o interesse do cliente, em vez de ter uma postura mais ativa para despertar a sua curiosidade, como na utilização do telemarketing.

Para isso, as organizações criam conteúdo valioso e utilizam estratégias para atrair, nutrir e converter os consumidores em potencial em clientes, utilizando especialmente canais digitais.

Ao aplicar esse método à busca de talentos, temos o Inbound Recruiting, que é a estratégia de atrair, converter e engajar candidatos para participar do processo de seleção.

Você pode fazer isso investindo na criação de materiais que possam interessar ao público-alvo, alimentando constantemente essas informações.

Há a possibilidade, inclusive, de utilizar as demais técnicas presentes neste artigo para isso. Por exemplo, divulgar os processos de hackathon em transmissões ao vivo nas redes sociais e, posteriormente, contar a trajetória dos contratados.

O objetivo é bastante simples: despertar o desejo de trabalhar para sua empresa, aproximando-se dos talentos mais disputados do mercado.

6. Staff loan

O staff loan é uma espécie de recrutamento para contratação temporária que pode garantir o máximo de eficiência para um projeto em específico, por um baixo custo e o mínimo de burocracia.

Trata-se de um empréstimo de colaboradores, onde uma empresa ou recrutadora de talentos localiza os melhores profissionais para realizar um trabalho específico.

Entre as situações em que a mão de obra especializada pode ser usada, destacam-se:

  • cobertura de profissionais em férias, licença maternidade ou atestado médico por um longo período;
  • reestruturações, como expansão das operações, abertura de uma filial ou um novo processo do setor financeiro.

Na prática, funciona assim: sua empresa deve adequar-se a determinado processo contábil, em razão de uma nova exigência legal.

Entretanto, a contratação de um novo colaborador torna-se inviável, já que o quadro de colaboradores atual supre bem as demandas. Por outro lado, realizar as mudanças vai sobrecarregar os times e prejudicar a rotina.

Essa situação pode ser contornada com o empréstimo de mão de obra, já que o suporte deve ter conhecimentos técnicos e habilidades para realizar o trabalho.

A proposta é que, ao finalizar o contrato de staff loan, a equipe permanente consiga desempenhar o trabalho sem a necessidade de novas contratações.

7. Recrutamento social

Os recrutadores devem propor o diálogo com os profissionais nas redes sociais, especialmente no LinkedIn, que é a maior rede voltada para as interações sobre o mercado de trabalho.

A plataforma é o canal ideal para divulgar os projetos da empresa, promover reflexões e descobrir como os profissionais pensam, além de ter um espaço aberto para divulgar vagas e oportunidades.

O recrutamento social, mais especificamente no LinkedIn, também facilita que as sugestões deste post possam ser aplicadas, como o Inbound Recruiting.

Procure considerar uma combinação entre as técnicas de recrutamento e seleção, dependendo da complexidade do cargo. Dessa forma, é possível realizar uma melhor avaliação de soft skills e hard skills dos candidatos.

Nova call to action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →