Qual é o momento de investir em um software de recrutamento e seleção?

Na hora de encontrar o talento certo para a sua empresa, os softwares de recrutamento e seleção são grandes aliados. Mas qual é o momento certo de contratar uma solução como essa? Descubra no artigo a seguir!


7 minutos de leitura

Atrair, contratar e reter talentos incríveis para a sua empresa é um processo de nível complexo, que ganha muito mais velocidade ao contar com um software de recrutamento e seleção.

Esse tipo de solução traz um ganho em indicadores de R&S para a empresa, além de aumentar as possibilidades de contratações muito mais assertivas. Mas qual a diferença de um processo seletivo realizado de forma tradicional e com a ajuda de um software? E qual é a hora de investir em uma solução como essa?

Saiba neste artigo como um software de recrutamento e seleção, também conhecido como ATS, pode melhorar ainda mais seus processos seletivos e em que momento é hora de investir nesse recurso. Boa leitura!

Como funciona o processo de recrutamento e seleção?

Encontrar talentos certos para a empresa vai muito além de apenas anunciar suas vagas em portais e no Linkedin. Uma contratação de sucesso é resultado de um planejamento muito bem estruturado e um trabalho de recrutamento e seleção executado com excelência de ponta a ponta.  

Vai ser o time de RH, composto por recrutadores, que será responsável por atrair, profissionais, fazer a seleção de pessoas candidatas e recrutar aquelas que mais se encaixam tanto no perfil vaga pede quanto na cultura da empresa. Encantar e reter esses talentos também faz parte do processo de recrutamento e seleção.

Para que isso seja possível, é preciso alinhar as etapas deste processo, que são:

  • Definir as necessidades da empresa: por que aquela vaga vai ser aberta? Quão urgente é seu preenchimento?
  • Determinar as especificações do cargo: atribuições, requisitos, responsabilidades, competências;
  • Criar a descrição da vaga: a partir das especificações, elaborar a descrição completa do cargo;
  • Divulgar a vaga nos lugares certos: com a descrição do cargo correta, é hora de divulgar sua vaga em portais especializados e redes sociais;
  • Selecionar os currículos: uma das partes mais delicadas de um processo de R&S. Justamente por isso, é fundamental fazer uma boa triagem de currículos;
  • Fazer entrevistas: marcar entrevistas com as pessoas candidatas para conhecer melhor seu perfil comportamental e entender se têm fit cultural com a empresa;
  • Aplicar testes: na hora de avaliar as competências técnicas e habilidades das pessoas candidatas, os testes de recrutamento e seleção são grandes aliados;
  • Marcar a entrevista final: essa vai ser a última etapa para pessoas candidatas que foram selecionadas para conversar com o gestor da equipe e com o time de gestão;
  • Abrir o processo de admissão: a pessoa candidata selecionada passa para a etapa de admissão e contratação;
  • Enviar feedback negativo: é importante comunicar aos demais participantes do processo seletivo que a empresa optou por seguir com outro profissional. 

Banner meio Matriz de gestão de competências e habilidades

Para que serve um software de recrutamento e seleção?

Como deu para perceber, o processo de recrutamento e seleção é longo e não deve ser levado de forma leviana. 

Mesmo com um nível alto de complexidade e impacto em toda a cadeia de resultados e produtividade da empresa, algumas organizações ainda fazem as etapas desse processo de forma manual. Essa opção pode atrapalhar o processo seletivo da sua empresa, impactando negativamente nos indicadores de recrutamento e seleção.

Contar com um software de recrutamento e seleção vai garantir agilidade e assertividade nos seus processos seletivos. 

Mas vale ressaltar que nenhuma solução como essa tem o papel de substituir o seu time de recrutadores, e sim otimizar as etapas mais operacionais do processo. Isso possibilita que a sua equipe de RH possa focar tempo e energia em pontos mais estratégicos do processo.

Quando falamos em etapas mais operacionais do processo de R&S, um ótimo exemplo é o momento de triagem de currículos. Fazer isso de maneira manual desprende muito tempo e energia da equipe, podendo atrasar a contratação do novo colaborador e prejudicar a empresa.

Softwares de recrutamento e seleção oferecem um sistema de inteligência artificial que vem para facilitar essa demanda. A Gaia por exemplo, I.A. da Gupy, veio com o objetivo de acelerar o processo seletivo e fazer com que todas as pessoas candidatas possam ser consideradas para uma vaga, dando conta de fazer a análise de 1 milhão de currículos por segundo.

Banner Inteligência Artificial da Gupy

Como identificar o momento certo em investir em um software de recrutamento e seleção

Como você já percebeu até aqui, contar com um software de recrutamento e seleção torna os processos seletivos muito mais ágeis e assertivos. Mas qual é o momento ideal para investir nessa solução? Confira nosso passo a passo completo para saber a hora de fazer esse investimento no seu negócio:

1. Mapear o processo de R&S da sua empresa

A principal pergunta a ser feita nessa primeira etapa é como tem funcionado o processo de recrutamento e seleção da sua organização. Para isso, é fundamental entender os seguintes processos:

  • Requisição de vagas;
  • Construção das vagas;
  • Descrição das vaga;
  • Onde as vagas são anunciadas;
  • Atração de talentos;
  • Que tipos de testes são exigidos das pessoas candidatas;
  • Quantas entrevistas são necessárias em cada processo;
  • Qual é a média de dias até chegar na etapa de admissão.

Também é necessário levantar os indicadores de cada uma destas etapas. Esse processo é importante para avaliar o tempo médio de contratação e o engajamento das pessoas candidatas, conseguindo determinar em quais pontos um software de recrutamento e seleção pode ajudar o seu time de RH.

Nova call to action

2. Identificar gargalos

Entender os gargalos dos processos seletivos da sua empresa é o principal objetivo dessa análise, pois é a partir desse movimento que será possível identificar a real necessidade de contratar um software de recrutamento e seleção.

Para isso, vale levantar algumas perguntas-chave, como por exemplo:

  • Que métricas de R&S não estão indo bem?
  • Seu time de recrutadores têm conseguido trazer os talentos certos para a empresa?
  • Quais são as principais dores do processo seletivo para o seu time de RH?
  • E quais são essas dores para as pessoas candidatas?
  • O tempo médio de fechamento das vagas está adequado?

3. Definir as necessidades de R&S da sua empresa

O próximo passo após mapear as etapas do seu processo de R&S e determinar seus principais gargalos, é chegada a hora de definir os principais requisitos que a sua empresa espera de um software de recrutamento e seleção. Estes requerimentos podem ser:

  • Reduzir o tempo de fechamento das suas vagas;
  • Aumentar o NPS dos seus processos seletivos;
  • Diminuir o turnover (rotatividade de colaboradores) de novas contratações;
  • Aumentar a aderência de pessoas candidatas ao processo seletivo;
  • Intensificar o engajamento de gestores;
  • Reduzir o custo de aquisição de novos colaboradores;

Desenvolver uma cultura data driven — orientada por dados, com análise de métricas e indicadores de recrutamento e seleção.

4. Elencar as principais funcionalidades e diferenciais

O último passo é determinar quais serão as funcionalidades e diferenciais necessários para escolher o software de recrutamento e seleção que vai ajudar o seu time de RH. 

Aqui vale avisar de que a sua empresa se enquadra nos cenários que citamos anteriormente neste artigo, é seguro afirmar que já é o momento ideal para contar com esse tipo de solução. Agora é só entender o que vai fazer diferença para a sua empresa na hora de contratar um ATS:

  • Preço;
  • Usabilidade;
  • Funcionalidades oferecidas.

Após selecionar o que faz sentido para a sua empresa, sua equipe já estará pronta para escolher qual software de recrutamento e seleção é o mais indicado. A solução de recrutamento e seleção da Gupy foi desenvolvida para otimizar seus processos seletivos. Mas o que você encontra no nosso software vai muito além disso, confira:

  • Utilize filtros especializados: antes mesmo de anunciar a sua vaga, você já pode definir as características que procura no profissional que vai integrar a sua equipe. Essa possibilidade já ajuda a manter seleção de pessoas candidatas dentro do seu fit cultural;
  • Aplique testes de perfil comportamental: essa também é uma funcionalidade que visa manter o seu processo seletivo dentro da cultura organizacional da sua empresa. Os testes de perfil comportamental são importantes para conhecer melhor a pessoa candidata e entender como ela lidaria em determinadas situações. Na Gupy, além de poder criar seus próprios testes, você conta com  testes prontos e ilimitados;
  • Personalize todas as etapas das vagas: na Gupy você pode criar etapas e critérios personalizados no seu processo de recrutamento e seleção, aplicando seus próprios testes em formato de texto ou vídeo, perguntas e avisos de etapas presenciais;
  • Conte com templates de vagas e otimize seu recrutamento: na hora de criar suas vagas na Gupy, você conta com modelos prontos, que vão otimizar o tempo do seu time;
  • Anuncie suas vagas nos lugares certos: com a solução da Gupy você divulga facilmente suas vagas nos principais job boards e redes sociais a partir das nossas integrações;
  • E muito mais!

Dessa forma, você garante um processo de recrutamento e seleção ágil e sem falhas, e o melhor: tudo em um só lugar.

Nova call to action
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →