Diferença entre RH e departamento pessoal: veja qual é


5 minutos de leitura

Você entende as diferenças entre RH e departamento pessoal? Embora ambos estejam relacionados com a gestão de pessoas, eles têm funções distintas entre si. Entendê-las é essencial para que a manutenção do capital humano da empresa seja feita com eficiência.

Durante muito tempo, o departamento de recursos humanos foi pouco valorizado dentro das organizações, sendo mal visto pelos colaboradores que temiam ser convocados para uma reunião com esses profissionais. Hoje, a realidade é outra: o RH assumiu um posicionamento estratégico e é uma força fundamental para o alcance dos objetivos do negócio.

O departamento pessoal desempenha um papel importantíssimo para que as ações do RH sejam efetivas. Quer saber quais são as atribuições e o relacionamento entre esses dois setores? Continue a leitura!

Qual é a importância do RH e do departamento pessoal nas empresas?

Com as transformações ocorridas na gestão de pessoas nos últimos anos, tornou-se necessário, para o sucesso das organizações, um investimento estratégico e contínuo em seleção, qualidade de vida e desenvolvimento de seu capital humano. Juntos, RH e departamento pessoal concentram a responsabilidade da formação e manutenção de equipes bem-estruturadas, produtivas e satisfeitas com seu papel no cumprimento da missão da empresa.

Já é bastante evidente organizações que investem na satisfação e no desenvolvimento de seu capital humano, oferecendo, além de bons salários, as melhores condições de trabalho, benefícios e possibilidades de um plano de carreira sólido. São essas empresas que se sobressaem no mercado, a exemplo da gigante Google, considerada uma das melhores do mundo para se trabalhar.

Essa realidade só é possível em organizações que contam com um RH bem-estabelecido e empenhado em criar as melhores condições de trabalho para os colaboradores, dando a eles muito mais que um emprego, mas um propósito pelo qual trabalhar.

O apoio do departamento pessoal é essencial para que o RH possa concentrar suas forças em alinhar, desenvolver e posicionar cada profissional estrategicamente. Desse modo, todos os departamentos passam a trabalhar em harmonia, buscando o atingimento das metas e dos objetivos da empresa.

Quais são as diferenças entre RH e departamento pessoal?

Agora que ficou clara a importância desses dois departamentos, vamos mostrar as características específicas e as atribuições de cada um deles. Você vai perceber que o RH trabalha focado na gestão estratégica de pessoas, enquanto o departamento pessoal, nos processos administrativos que envolvem os colaboradores.

O RH planeja os processos e promove ações de desenvolvimento das equipes. E o departamento pessoal cuida para que cada ação, desde a contratação, a promoção e o desligamento de um colaborador, assim como a concessão de todos os seus benefícios durante o relacionamento com a empresa, ocorram de forma transparente e de acordo com as leis trabalhistas vigentes. Ou seja, o departamento pessoal é responsável por administrar a parte burocrática dos processos, ajudando o RH a atuar sobre bases sólidas e reduzindo o risco de falhas, insatisfação e ações trabalhistas.

Quais são as atribuições do RH e do departamento pessoal?

Para que as diferenças entre RH e departamento pessoal fiquem bem claras para você, vamos detalhar, a seguir, as atribuições de cada um deles.

Departamento pessoal

  • Admissão de profissionais: terminado o processo seletivo, é papel do departamento pessoal recolher a documentação dos novos talentos, orientar a realização dos exames admissionais, explicar os benefícios, armazenar e zelar pelas informações e pelos dados do colaborador.
  • Pagamento de rendimentos: é o departamento pessoal que cuida de folhas de pagamento, holerites, cálculo de férias, adicionais, horas extras etc. Também deve orientar o colaborador quanto às formas disponíveis para o recebimento do seu salário.
  • Controle da jornada de trabalho: cada dia trabalhado, faltas, atrasos e horas extras precisam ser contabilizados com exatidão para que o colaborador possa receber seus rendimentos de forma correta, evitando problemas legais para a empresa.
  • Gestão de benefícios: faz a administração e distribuição de vale-transporte, vale-refeição e cestas básicas, além da gestão dos gastos com planos de saúde e odontológicos.
  • Desligamento: nesse processo, o departamento pessoal é que cuida de calcular todos os recebimento de direito do colaborador e fazer a rescisão do contrato de trabalho.

RH

  • Processo de recrutamento e seleção: cada etapa para a contratação de novos profissionais, desde o levantamento da necessidade de novas contratações, a descrição e divulgação de vagas, a pré-seleção, as entrevistas e decisão final, deve ser planejada e executada pelo RH, de acordo com as necessidades e possibilidades da empresa.
  • Onboarding de novos funcionários: após a contratação, é o RH que cuida da familiarização do colaborador com as equipes de trabalho e com suas novas funções e tarefas.
  • Desenvolvimento e treinamento: tem a função de treinar e desenvolver os talentos para que possam desempenhar suas funções com eficiência e se preparar para assumir cargos de maior responsabilidade;
  • Planos de carreira: cuidar da estrutura de cargos na organização e ajudar os colaboradores a administrarem suas carreiras de acordo com seus talentos e as oportunidade da empresa.
  • Cargos e salários: fazer a engenharia de cargos e salários, definindo as funções, responsabilidades e os requisitos para a ocupação de cada um deles, além dos respectivos salários.
  • Clima organizacional: um desafio contínuo que o RH enfrenta é manter um clima favorável à qualidade de vida e produtividade dos trabalhadores. Para isso, precisam fazer pesquisas regulares, detectar o clima e promover ações de melhoria.
  • Avaliação de desempenho: criar estratégias para avaliar o desempenho individual dos colaboradores para, assim, poder desenvolver um plano de treinamento eficiente.
  • Retenção de talentos: essa responsabilidade vai muito além de evitar a rotatividade. É preciso criar estratégias sólidas para garantir que os colaboradores se sintam seguros e felizes com o seu trabalho e, assim, queiram permanecer na organização.

Apesar de haver diferenças entre RH e departamento pessoal, como mostramos ao longo deste post, esses profissionais devem trabalhar sempre bem alinhados e ter muita empatia uns com os outros, já que são interdependentes e suas atribuições são vitais para a saúde da organização.

Banner do ebook gratuito "O guia de recursos humanos", com um botão escrito "baixe agora"
Vamos juntos tranformar o RH da sua empresa?

Contrate a pessoa certa, sempre.

Os seus critérios de seleção, aplicados de maneira inteligente e rápida com a Gupy - o software de Recrutamento e Seleção favorito das grandes empresas do Brasil.

Solicitar demonstração →