Talent acquisition x recrutamento: qual a diferença?

0 minutos de leitura

Não importa o tamanho da sua empresa. O sucesso de uma organização é determinado por quem faz parte dela, o que está diretamente relacionado ao processo de aquisição de talentos. 

Mas, afinal, o que é talent acquisition? Como esse trabalho se diferencia da atividade de recrutamento?  Quais são as responsabilidades do profissional que atua na área? Responder essas perguntas é o objetivo deste artigo.

Fica aqui já um spoiler: um processo visa o longo prazo, e outro, é mais  imediato e tático. 

O que é talent acquisition 

Aquisição de talentos é uma abordagem estratégica para identificar, atrair e integrar os melhores profissionais na sua empresa com o objetivo de atender com eficiência as necessidades dos negócios. A explicação é de Dipak Kumar Bhattacharyya, autor do livro The Magnetic Organization: Attracting and Retaining the Best Talent, sem versão para o português. 

Trata-se de um processo contínuo de atrair, encontrar e selecionar profissionais com habilidades e aptidões relevantes para uma determinada posição.

O raciocínio por trás desse trabalho é conhecido dos profissionais de RH: colocar talentos nas vagas certas ajuda as empresas a alcançarem os objetivos de negócio. 

Qual é a diferença entre talent acquisition e recrutamento?

Apesar desses termos serem usados como sinônimos em várias ocasiões, eles guardam diferenças. A principal delas está relacionada ao tempo, de acordo com a consultoria Randstad. 

  • O trabalho de talent acquisition tem uma visão de longo prazo sobre como você pode munir sua empresa com as habilidades e experiência que ela precisará para continuar entregando resultados no futuro. 
  • Já o recrutamento é um processo mais imediato e reativo, que foca em encontrar candidatos para preencher as vagas que estão abertas. 

Segundo Bhattacharyya, recrutamento é parte de um trabalho de talent acquisition e inclui atividades como atrair, filtrar, entrevistar, selecionar, contratar e ambientar os profissionais. 

Outra forma de diferenciar as duas ideias é pensar o recrutamento como um processo linear, com um ponto final claro: o objetivo é preencher uma vaga aberta. Já talent acquisition é um atividade cíclica que antecipa as necessidades futuras da empresa e cria um funil de talentos. Por isso mesmo, a área também trabalha com conceitos como employer branding e employee value proposition

Você precisa contratar mais e melhor? Assista ao curso online e gratuito Employer Branding na Prática para alavancar a atração de talentos na sua empresa

banner do Curso Employer Branding na Prática

Kathleen Quinn Votaw, autora do livro Resolva o Enigma de Pessoas: como empresas de alto crescimento atraem e retêm os melhores talentos, em tradução livre, aponta que as empresa cujos segmentos de atuação têm escassez de profissionais são aquelas que mais precisam de uma estratégia de aquisição de talentos.

É o caso, por exemplo, de negócios da área de tecnologia, que devem basear o processo de atração de profissionais em torno de uma cultura forte, benefícios exclusivos e gestão da marca empregadora. 

Além do setor de tecnologia, indústrias de óleo e gás, energia, telecomunicações, lazer e turismo e construção são as áreas mais afetadas pela falta mão de obra qualificada, segundo o estudo global International Business Report, da consultoria Grant Thornton.

O que faz um profissional de talent acquisition?

Esse especialista é responsável por encontrar, avaliar e contratar pessoas altamente talentosas com potencial para contribuir com a empresa. Entre as habilidades que esse profissional deve ter, estão o domínio de estratégias de recrutamento, de avaliação de candidatos, de padrões de contratação e práticas de employer branding. 

Em algumas empresas, esse time de especialistas é parte do departamento de Recursos Humanos. Em outras, é uma área que trabalha em parceria com o RH. 

Depois de entender o que é talent acquisition e a diferença entre essa atividade e recrutamento, que tal aproveitar para executar e acompanhar suas estratégias de atração e gestão de candidatos com a nossa planilha de Inbound Recruiting?

New call-to-action

Inscreva-se na nossa Newsletter

New call-to-action
New call-to-action
Banner do calendário do RH 2020, com um botão escrito "baixe agora"
Marília Medrado | GUPY

Marília Medrado | GUPY

Formada em Comunicação Social pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Marketing pela USP/Esalq, Marília trabalhou como repórter do Grupo Abril e foi produtora de conteúdo da Resultados Digitais. Atua como analista de conteúdo na Gupy e busca trazer os melhores conteúdos para o RH.