Entenda o que é o Recrutamento Inteligente e sua evolução

Você que trabalha com gestão de pessoas provavelmente já se perguntou: como deixar meu recrutamento inteligente??

Nós, da Gupy, sabemos o quanto isso pode ser um grande desafio, ainda mais em um cenário em que a transformação digital no RH trouxe o uso de sistemas mais complexos e, por vezes, difíceis de compreender e manusear corretamente.

Por que então as lideranças vem investindo tanto e tão rapidamente no recrutamento de tecnologia? Quais são os fatores que diferenciam esse tipo de recrutamento do tradicional?

Você encontra todas as respostas para essas questões a seguir! Nesse artigo, você vai ler sobre:

  • O que é recrutamento inteligente e como ele funciona na prática;
  • A diferença entre recrutamento operacional e recrutamento inteligente;
  • Vantagens do seu uso no processo seletivo;
  • Dicas de como aplicá-lo;
  • Ferramentas para o recrutamento inteligente;
  • Passo a passo para fazer um recrutamento inteligente;
  • Evolução da captação de talentos;
  • Recrutamento preditivo e o futuro do recrutamento inteligente;
  • 5 processos do recrutamento inteligente que você encontra na Gupy.

O que é recrutamento inteligente?

O recrutamento inteligente utiliza diversas ferramentas na hora de selecionar o candidato ideal para preencher a vaga. A principal delas é a tecnologia.

Com o uso da tecnologia e de testes avançados é possível fazer uma triagem mais apurada dos currículos e identificar os profissionais que, não apenas atendem às necessidades técnicas, mas também têm as competências comportamentais necessárias para desenvolver um bom trabalho naquela empresa.

A inteligência artificial também possibilita a análise de dados para localizar o profissional ideal, o que diminui a probabilidade de erro na contratação. Como o objetivo é otimizar os processos e as contratações, nada melhor que usar todos os recursos digitais como aliados.

Para que o recrutamento seja mesmo inteligente logo na etapa da divulgação das vagas é fundamental recorrer aos canais adequados que atraiam os perfis desejados. Identificar onde os bons candidatos costumam interagir e divulgar seus currículos agiliza o processo e o torna mais eficiente.

Você conhece a história do processo de seleção?

O departamento de Recursos Humanos surgiu no início do século XX, graças às mudanças no processo produtivo promovidas pela Revolução Industrial. O recrutamento e seleção teve sua primeira definição realizada nos anos 1980.

Porém, as transformações ocorridas na década seguinte, como a valorização do capital humano e o reconhecimento da sua importância para a empresa, elevaram esse processo a outro patamar.

Hoje, o recrutamento leva em conta as necessidades atuais e futuras de uma empresa, assim como a adequação dos profissionais ao perfil comportamental e sua capacidade de desenvolvimento.

Como funciona o recrutamento inteligente?

O recrutamento inteligente usa uma série de recursos para atrair candidatos com as qualificações necessárias ao andamento das atividades ou de um projeto específico. Contratar os profissionais adequados garante um potencial maior de acertos e produtividade.

As mutações mercadológicas e do próprio comportamento humano fazem com que os processos seletivos tenham um formato mais dinâmico. Os candidatos evoluíram no modo de vender suas qualificações e estão também à procura de empresas interessadas nessa evolução.

O processo de recrutamento sempre teve um viés de mão dupla para os profissionais bem qualificados, mas o recrutamento inteligente ampliou não só as exigências das empresas, como também dos candidatos.

O profissional que percebe o esforço de uma empresa em realizar um processo diferenciado, também se esforça do outro lado para fazer parte do time. Por isso, se valer dos recursos aplicáveis é uma estratégia positiva que pode render bons frutos. Veja os principais utilizados.

Aplicação de testes de perfil comportamental

Com o uso de softwares e mapeamento de perfil comportamental é possível avaliar aspectos dos candidatos como a inteligência emocional, capacidade de negociação, potencial de liderança, entre outros.

Essa avaliação permite a escolha de um perfil que tenha maior adesão à cultura da empresa.

Divulgação de vagas

Existem diversas opções de sites de recrutamento e publicações em redes sociais para alcançar pessoas mais alinhadas com o perfil procurado. Essas plataformas podem ser personalizadas a fim de alcançar o “público-alvo” desejado.

Divulgar vagas em ambientes virtuais que se conectem ao tipo de negócio da empresa aumenta as chances de preencher os cargos vagos. Muitos profissionais são excelentes no que fazem, independentemente de gostarem do negócio, mas quando essa sinergia acontece é notável a evolução da empresa.

Otimização da triagem de currículos

Os softwares de recrutamento permitem a seleção de currículos digitalmente. Assim, dispensam o longo processo de abertura, leitura e impressão de e-mails que tomam um tempo precioso dos profissionais de RH.

Muitos processos demandam agilidade e com um sistema de automação, os recrutadores podem se dedicar melhor às etapas de avaliação técnica e comportamental ganhando mais tempo para uma análise mais criteriosa.

Realização de entrevistas à distância

É possível realizar as primeiras entrevistas com a ajuda de aplicativos como o Skype, de modo a otimizar o tempo e os recursos da empresa. São entrevistas, inclusive, que deixam muitos candidatos mais à vontade — principalmente aqueles com dificuldades de quebrar o gelo do primeiro contato pessoal.

Dependendo do método de análise da organização, o restante do processo seletivo pode ser feito pessoalmente. Se as expectativas forem correspondidas no modo virtual, um convite para a etapa presencial será bem recebido e prontamente atendido.

Controle eficiente do processo seletivo

Os softwares de recrutamento inteligente também permitem a organização e o controle do processo seletivo. Com isso, a escolha do candidato e o preenchimento da vaga se tornam mais rápidos e eficazes.

Visualizar as etapas e cumprir em tempo hábil cada uma delas confere ao processo, credibilidade e clareza. Assim, o profissional altamente capacitado terá total interesse em concorrer à vaga divulgada.

Qual a diferença entre recrutamento operacional e recrutamento inteligente?

O recrutamento operacional é realizado por pessoas e está sujeito a influências de julgamento, exposto a um risco maior de falhas durante o processo.

Ao utilizar a tecnologia no recrutamento inteligente, a possibilidade de erros é reduzida, já que os softwares são capazes de fornecer informações precisas e que não são contaminadas por impressões subjetivas.

Mesmo com essas mudanças, o recrutamento inteligente não dispensa a participação de profissionais de RH capazes de captar nuances de comportamento e conduzir diálogos que possam expor o melhor de cada candidato, tornando-se cada vez mais um RH consultivo.

Quais vantagens o recrutamento inteligente proporciona?

Esse tipo de recrutamento oferece diversas vantagens que são benéficas tanto para o candidato como para a empresa. Confira algumas delas!

Escolha do candidato mais adequado à vaga

Quando o recrutamento inteligente é realizado da forma correta, filtrando as principais características desejadas nos candidatos, há maiores chances de o recrutador encontrar os profissionais com o perfil adequado para as vagas disponíveis.

No recrutamento convencional, o currículo é preenchido e enviado às empresas para avaliação. Os critérios podem variar de recrutador para recrutador e interferir nas buscas ou até mesmo na seleção para as próximas etapas.

Com o recrutamento inteligente e uso de um software adequado, certamente, a triagem será mais equilibrada e condizente com filosofia da empresa e necessidade da vaga, sem o conceito pessoal e tantas vezes involuntário do recrutador.

Posterior a isso, o processo de admissão será mais fácil, pois tanto candidato quanto empresa terão a certeza da escolha e do que se espera de ambas as partes.

Interação além da análise de currículos

Esse recurso tem como vantagem um ambiente na internet que pode ter outras utilidades além do envio de currículos.

Nele, o setor de RH pode repassar conhecimentos sobre como se comportar em uma entrevista, dicas relativas à linguagem corporal, como elaborar um bom currículo, entre outros.

Atualização do banco de dados

É muito mais fácil realizar o gerenciamento de um banco de dados virtual do que de vários currículos impressos. A cada formação ou experiência obtida, o candidato pode entrar na área virtual e atualizar as informações.

Além de contribuir para o meio ambiente e redução de custos — com a eliminação de papel e impressão — a empresa terá condições de filtrar qualquer tipo de informação para encontrar candidatos às vagas do momento.

Aprimoramento da gestão das vagas

Possibilita que as vagas sejam mais bem administradas. Isso porque, como estão em um ambiente virtual, com apenas um clique elas podem ser alteradas, excluídas ou renovadas.

Os campos a serem preenchidos podem auxiliar a criatividade quanto às características profissionais e pessoais tornando a divulgação mais completa e chamativa para os candidatos.

Possibilidade de terceirização do recrutamento

A organização pode optar por terceirizar o recrutamento digital. Dessa forma, empresas especializadas em recrutamento podem realizar uma triagem mais aprofundada dos candidatos e encaminhar para o RH apenas aqueles que atendem aos requisitos predefinidos.

Como realizar um recrutamento inteligente eficaz?

Existem diversas medidas que você pode adotar para realizar um recrutamento inteligente que gere resultados positivos. Conheça a seguir!

Participe de seminários e congressos

É importante que a equipe do setor de RH participe de seminários, conferências, entre outros eventos, para se aperfeiçoar e conhecer novas maneiras de encontrar o candidato ideal.

Nesses locais, os colaboradores podem adquirir conhecimento e, ainda, se relacionar com diversos profissionais qualificados. Muitos eventos são organizados para apresentar novas ferramentas e metodologias de recrutamento.

Participar e reciclar o modo de atuação abre um leque de possibilidades e permite a conexão com o maior número de pessoas interessadas em transformar o processo de recrutamento e seleção em uma chave de sucesso e produtividade.

Utilize o site da empresa para recrutar

O site da empresa pode ser uma ótima ferramenta para fazer um recrutamento inteligente. Nele consta a visão, missão e valores de uma instituição. Ao lerem essas referências, os candidatos que estão em busca de uma oportunidade podem comparar esses princípios com seus próprios objetivos.

Muito do que a empresa informa em seu site colabora para atrair a atenção de candidatos. O dinamismo, a divulgação do negócio e os objetivos que a empresa tem em médio e longo prazo deve ser exposto de forma a seduzir um profissional em busca de desafios.

Saiba como fazer um recrutamento e seleção estratégico de ponta a ponta

Banner do ebook "Enciclopédia do RH estratégico: recrutamento e seleção", com um botão escrito "confira agora"

Torne a empresa conhecida como boa empregadora

Os profissionais talentosos buscam por vagas em empresas consideradas como boas empregadoras, e é necessário que você faça essa reputação se espalhar. Quando a empresa é conhecida como um excelente lugar para trabalhar, não faltam bons candidatos.

Hoje, existem rankings listando os melhores lugares para trabalhar. Eles são constantemente acessados por profissionais em busca de emprego e, por isso, fazer com que o nome de sua empresa figure em um deles pode trazer o candidato certo direto para sua porta.

Embora salário e benefícios sejam importantes combustíveis de retenção de talentos, o que torna uma empresa excelente para trabalhar, na opinião de muitos profissionais, é um ambiente corporativo agradável e boas oportunidades de desenvolvimento e crescimento.

Um funcionário satisfeito vestirá a camisa da empresa e terá prazer em contribuir para o crescimento do negócio. Em contrapartida a empresa deve dar suporte ao trabalho e manter uma atmosfera saudável e empática.

Essa é a continuidade de um recrutamento inteligente, onde a empresa reafirma todos os dias os conceitos apresentados ainda na etapa da seleção de currículos. A atenção dispensada a cada candidato é que, em muitos casos, contribui para a evolução de cada processo.

Trabalhe no employer branding

Como a empresa se torna conhecida por ser boa empregadora? A parte principal, claro, é garantir a satisfação de seus colaboradores no ambiente de trabalho. E isso não diz respeito apenas aos ordenados, embora seja impossível negar sua importância.

O conceito de employer branding vai mais a fundo. Ele propõe um pensamento estratégico para elevar o nível de satisfação geral dentro da empresa. O primeiro passo é identificar o "público-alvo" entre os colaboradores, ou seja, aqueles que podem ter uma função estratégica no sucesso da operação.

É preciso, então, colocar em prática ações que melhorem a experiência dos funcionários dentro da empresa. Eles precisam se sentir capacitados e valorizados — a empresa deve deixar claras as providências que serão tomadas para atingir esse objetivo.

Assim, a tendência é que a reputação de boa empregadora aumente consideravelmente com o passar do tempo e que cada funcionário se sinta motivado a participar ativamente para não perder o título, afinal, ele deve se sentir corresponsável contribuindo com um bom trabalho.

 

Construa um processo seletivo eficiente

O gasto causado por contratações equivocadas pode abalar as operações de uma empresa. Por isso, é importante desenvolver um processo seletivo realmente eficiente.

Desta forma, apenas os candidatos que têm real potencial em contribuir como colaboradores chegarão até a fase da entrevista.

Uma prática interessante para adotar no processo seletivo é envolver seus colaboradores nele. Gestores de cada área podem ajudar a revisar currículos, indicar candidatos e até tocar entrevistas.

O importante é que o processo tenha um objetivo claro, seguindo um planejamento montado com antecedência, para que não haja desvios no caminho.

Utilize o fit cultural para contratar

O fit cultural é uma técnica que visa selecionar apenas os candidatos que se alinhem com os valores da empresa.

Cada vez mais comum nos processos seletivos, é uma forma de eliminar previamente aqueles que não contam com as características necessárias para se encaixar no time de forma eficiente.

Ao realizar o fit cultural, você deve ter um claro entendimento da missão, visão e valores da companhia.

Assim, será capaz de buscar apenas candidatos com um perfil que se enquadre no cenário.

Como a técnica busca colaboradores que tenham o potencial de se relacionar bem com o atual corpo de profissionais, é uma ótima maneira de trabalhar o employer branding.

Realize uma boa entrevista

Mesmo que todas as qualificações estejam no currículo, você só conhecerá o candidato verdadeiramente por meio de uma entrevista eficiente.

Nesse momento, o melhor é tentar extrair o máximo do profissional e conhecer suas características e pontos fortes.

Por isso, saia do lugar-comum e evite perguntas que possam ser respondidas com um simples "sim" ou "não".

Faça perguntas situacionais, que exigem que o candidato desenvolva uma solução rápida para um problema fictício ou não. Desta forma, além de testar seu conhecimento e aptidão, pode-se observar sua capacidade de raciocínio e elaboração.

Além disso, os candidatos poderão aprender mais sobre as metas e necessidades da empresa, e saber se eles têm o perfil e as condições ideais para atender às expectativas.

Nesse contexto, avaliar bem as referências anteriores pode ser uma boa alternativa.

Ferramentas para o recrutamento inteligente

software de gestão

É fundamental contar com um software especializado em recrutamento e seleção para contratar o profissional adequado, disponibilize ferramentas essenciais, como avaliações de fit cultural e testes de perfil e comportamento.

Este tipo de sistema oferece estrutura para realizar esse processo em uma única plataforma, do início ao fim: publicação das vagas, escolha dos currículos, contato com candidatos e até contratação.

Existem diversos modelos de softwares disponíveis no mercado. Portanto, é necessário escolher aquele que melhor se adéque às necessidades e objetivos do negócio.

redes sociais

As redes socais são fontes de talentos. Atualmente, a mais conhecida é o LinkedIn, em que os candidatos apresentam seus currículos e participam de grupos de discussão. Lá, eles demonstram algumas características peculiares que podem ser úteis no relacionamento profissional.

Além disso, o próprio perfil no Facebook pode exibir de forma resumida um indicador do posicionamento do candidato e do comportamento na esfera profissional.

Saber o que é o recrutamento inteligente e a evolução desse processo nas empresas vai ajudar a sua equipe de RH a selecionar os melhores talentos e garantir excelentes resultados.

Com o uso das técnicas e tecnologias adequadas, é possível encontrar os profissionais que melhor se encaixam nas exigências de cada cargo.

Portais de divulgação de vagas

Muitos ambientes virtuais são destinados à divulgação exclusiva de vagas. São canais que concentram um grande volume de profissionais em busca de oportunidades. Para as empresas, representam vitrines com um grande e variado cardápio de possibilidades.

Alguns anúncios são pagos e outros gratuitos. O que difere são os acessos a determinadas vagas por parte dos candidatos. Em quase todos é possível à empresa realizar uma busca apurada e personalizada conforme a necessidade de contratação.

Voltamos à eficiência de um software que pode concentrar todas as informações em um só ambiente e distribuir de acordo com o processo em andamento criando mecanismos mais fáceis de processamento.

Passo a passo para fazer um recrutamento inteligente

Quando falamos em recrutamento inteligente é fundamental estabelecer critérios para a realização do processo. Nada pior, tanto para a empresa quanto para o candidato, do que um processo que parece perder o ritmo e a dinâmica no meio do caminho.

Em seguida, não basta apenas alocar o funcionário recém-contratado na área requisitante. É fundamental acompanhar a adaptação ao novo ambiente e observar os resultados para manter o motivacional elevado.

Elabore um checklist com o passo a passo para fazer um bom recrutamento:

1. monte um banco de talentos;

2. apresente uma cultura organizacional transparente;

3. elabore um plano de carreira para os funcionários;

4. mantenha o time de RH sempre atualizado sobre processos de recrutamento;

5. atue em todas as etapas do processo;

6. acompanhe a evolução funcional durante o período de adaptação;

7. colha feedbacks.

Evolução da captação de talentos

Já sabemos que a tecnologia é uma das grandes responsáveis pela mudança em diversos processos organizacionais, dentre eles, o de recrutamento e seleção. Mas, qual o impacto disso no ambiente corporativo?

Os primeiros focos dos processos seletivos eram na capacidade de execução técnica de um profissional. Depois, com o passar do tempo, as habilidades sociais e emocionais passaram a complementar o pacote de exigências na avaliação dos perfis.

A era tecnológica aperfeiçoou esses dois fatores e abriu precedentes para as empresa introduzirem mais dinamismo e objetividade em seus processos sem, contudo, deixar de priorizar o alinhamento à cultura organizacional.

A alteração no comportamento empresarial consolidou o modo de recrutamento online como uma estratégia eficaz. Cada vez que a empresa amplia seu leque de opções na busca por bons currículos há uma forte tendência de resposta imediata.

Recrutamento preditivo e o futuro do recrutamento inteligente

Para ter bons profissionais uma empresa precisa considerar três aspectos fundamentais — o motivacional, o cognitivo e a identificação com a cultura da empresa.

Um funcionário se comportará com engajamento se sentir conexão com a cultura organizacional e for desafiado a ultrapassar os limites do que já está acostumado a executar. Quando percebe que a empresa está interessada em investir no seu desenvolvimento, a dedicação pode ser redobrada.

É nesse contexto que o recrutamento preditivo se potencializa — a metodologia tem o objetivo de analisar as informações sobre um candidato e prever como o candidato se comportará depois da contratação.

Essa previsão pode servir para identificar aqueles profissionais que melhor se adéquam ao perfil da empresa, evitando erros de contratação, ou ainda, elementos substanciais para investir ainda mais em capacitação para que os profissionais desempenhem ainda melhor as suas atividades.

O recrutamento preditivo pode ser realizado com uma ferramenta de Inteligência como o Big Data — um recurso com capacidade para armazenar um volume amplo de dados que permite o cruzamento de informações para formar conteúdo de análise.

No RH a solução facilitará a análise entre as características apontadas pelas informações dos candidatos e os testes de avaliação técnica, psicológica ou comportamental, além dos aspectos motivacionais que também podem ser detectados no processo.

A utilizar a eficiência do Big Data para compilar informações, a empresa será beneficiada por um diagnóstico mais preciso sobre os candidatos. Para interpretar de forma adequada os resultados apurados, os profissionais de RH devem conhecer a fundo as novas metodologias tecnológicas e como disponibilizam as informações.

O RH mais do que nunca deve atuar estrategicamente, abrindo mão das interferências pessoais em cada processo. É uma nova era que consiste em focar nas contratações que serão benéficas para a empresa como um todo e não apenas aos conceitos pessoais dos recrutadores.

Parece alarmante imaginar que o processo de recrutamento e seleção não mais é conduzido especificamente pelas mãos humanas. A participação do recrutador ainda é fundamental, mas vem se transformando cada dia mais em uma posição estratégica e alicerçada pelas ferramentas disponibilizadas pela tecnologia.

Se antes a área de RH absorvia toda a responsabilidade pelas avaliações, agora poderá dividir a árdua tarefa com os softwares capazes de filtrar as informações e minimizar o trabalho burocrático da equipe.

Portanto, o recrutamento inteligente, com o uso de soluções digitais não deve substituir a expertise de profissionais com grande experiência de recrutamento e sim ampliar as possibilidades e oferecer maior amparo nas decisões.

O RH passará a compartilhar um volume maior de informações e características sobre os candidatos, municiando os responsáveis pelas áreas com diversos detalhes sobre as habilidades técnicas e comportamentais.

A captação e retenção de talentos, por melhores que sejam as práticas, continuarão a ser um desafio para recrutadores e empresas que buscam os melhores para atuar em seus times.

Tudo que uma ferramenta tecnológica faz, é fornecer mais elementos para embasar as decisões. Com isso, as chances de acerto aumentam e também a segurança da empresa para alçar voos maiores, pois sabe que pode contar com excelentes profissionais.

Como a Gupy ajuda no recrutamento inteligente?

Curioso para saber quais são os 5 processos que você pode automatizar usando o sistema de recrutamento e seleção da Gupy? Veja agora:

Postagem em job boards

Muitas organizações utilizam plataformas online de vagas diferentes, como Indeed e Infojobs.

Uma vantagem do sistema de recrutamento online é a sua integração com os bancos de currículos, o que permite a publicação de diversas vagas em diferentes plataformas.

Assim, não é mais preciso passar horas copiando e colando a mesma requisição em diferentes job boards, permitindo que a equipe de recrutamento dedique seu tempo para se concentrar em tarefas mais importantes.

Análise de currículos

Imagine analisar 30, e não 300 candidatos. Isso é possível graças à triagem automatizada de perfis, um dos melhores benefícios em termos de economia de tempo, que o software de recrutamento pode fornecer para o RH e gestores.

Isso acontece porque a ferramenta faz o ranqueamento dos perfis que possuem mais afinidade com a sua vaga, diminuindo o trabalho de análise e revisão de candidaturas e trazendo uma triagem muito mais qualificada.

No caso da Gupy, isso acontece pelo uso da inteligência Artificial, que oferece ainda mais assertividade no processo do recrutamento.

Conheça mais sobre a Inteligência Artificial da Gupy com nossos especialistas neste talk exclusivo! 

Banner do talk "Inteligência Artificial no RH", com um botão escrito "assista o talk online"

Feedback de candidatos

Uma das maiores reclamações de quem participa de processos seletivos é a falta de feedback negativo ou positivo nas etapas das vagas da empresa.

Isso agora não é mais um empecilho, porque é possível responder de forma automatizada aos candidatos.

Com a Gupy, você pode criar templates, padronizar algumas variáveis - como nome do candidato, etapa, links- e fazer disparos de feedbacks em massa.

Aproveite e utilize nossos modelos prontos para usar no seu processo seletivo! Faça o download agora!

Banner do ebook "Feedback ao candidato: 14 modelos para você usar no seu recrutamento", com um botão escrito "baixe o e-book"

Fluxo de aprovação

Um processo seletivo pequeno recebe, em média, de 200 a 300 candidaturas. Já imaginou o trabalho para aprovar currículo por currículo para uma próxima etapa do recrutamento?

Com a Gupy, é possível passar vários candidatos de uma só vez para a etapa desejada. É muito menos trabalho e mais vantagem e economia de tempo, graças à plataforma avançada e cada vez mais otimizada. 

Criação de banco de talentos

Quando um candidato envia o currículo, o recrutador pode colocá-lo em um pool de talentos específico e relevante para futuras oportunidades. 

Ter um banco de dados centralizado permite que o RH tenha uma ferramenta que ajude a localizar talentos de maneira mais rápida e eficaz, reduzindo custos de recrutamento e tempo de contratação.

O melhor? Na Gupy, a busca por candidatos cadastrados, agora pode ser realizada igual a quando você faz uma busca mais detalhada no Google. É a chamada busca booleana, novidade da plataforma.

Conclusão

Aqui, explicamos porque as empresas estão procurando investir em soluções de tecnologia de recrutamento de ponta e o mais importante, que não se trata de uma solução substitutiva e sim agregadora.

A automação ainda não tem as habilidades de fazer a ligação entre comportamento e cultura e apenas um ser humano pode decidir quem é realmente o melhor candidato. Nada mais justo que o especialista em recrutamento e gestão de pessoas para essa demanda.

Mas ela é uma incrível vantagem competitiva no mercado, trazendo uma eficiência que pode ajudar, e muito, até mesmo os profissionais mais experientes. Pense nela como uma grande parceira, que veio para facilitar seu trabalho.

O recrutamento inteligente só existe porque pessoas que amam ajudar no desenvolvimento de outras pessoas começaram a pensar em infinitas maneiras de transformar os processos seletivos em importantes soluções estratégicas utilizando a tecnologia para promover o capital humano.

Ainda em dúvida? Saiba como os Softwares de Recrutamento vieram para ajudar e não substituir e aproveite também para entender como você pode fazer o gerenciamento de currículos de forma mais eficiente!

Banner do KIT gratuito "Curso intensivo de recrutamento e seleção para alta performance", com um botão escrito "baixe agora"

Inscreva-se na nossa Newsletter

Banner do ebook "Manual de criação do 'trabalhe conosco': a receita para a página de carreiras épica", com um botão escrito "baixe nosso e-book"
Banner do ebook "Curso intensivo de recrutamento e seleção para alta performance 2.0 | Agora com certificado", com um botão escrito "inscreva-se"
Banner do ebook "Diagnóstico de recrutamento e seleção: descubra e melhore a maturidade dos seus processos", com um botão escrito "conferir agora"
Painel de Indicadores de Recrutamento e Seleção Planilha Custo do Recrutamento e Seleção
Mauricio Carneiro | GUPY

Mauricio Carneiro | GUPY

Atua como Especialista de Marketing e Growth na Gupy. Depois de ter passado pelas áreas de computação e negócios, fez Publicidade e Propaganda na ECA USP. Se apaixonou pelo RH, enquanto atuava na área dentro da universidade, e pelo empreendedorismo, quando participou e liderou o Núcleo de Empreendedorismo da USP, por isso sabia que a Gupy era o lugar para ele.